10 dicas para melhorar os passeios com seu cão

Não há nada mais desesperador para o dono de um cão do que não poder passear com seu animal de estimação tranquilamente, sem que o animal corra na frente, puxe a coleira com agressividade, etc. Foi pensando nisso que separamos para você 10 dicas úteis para melhorar os passeios com o seu cachorro.

1. A coleira

Esse é o elemento mais importante na hora dos passeios, já que a tranquilidade da caminhada dependerá da coleira. Entretanto, o tipo de coleira que utilizamos normalmente, envolvendo o pescoço do animal, não é o mais adequado. Ela provoca uma pressão exagerada sobre o pescoço do animal quando ele puxa ou tenta correr.

A longo prazo, o uso de coleiras não provoca somente problemas durante os passeios, mas pode ocasionar também lesões cervicais e até hérnias em nosso mascote.

 

coleira para cães

2. O peitoral

As guias do tipo peitoral são muito menos perigosas que as coleiras, já que envolvem o dorso do animal e não causam traumas com tanta violência quando o cão empurra ou puxa. Controlando o peitoral, é possível deixar os passeios muito mais tranquilos.

3. O controle durante os passeios com seu cão

Manter a calma é essencial na hora de sair para passear com nosso amigo peludo e também antes do passeio. Dizer frases como “vamos passear?” apenas deixam o animal excitado com a expectativa e transformam as idas à rua em algo estressante. O cão deve enxergar o passeio com normalidade e disciplina.

4. Liberdade

Nosso animal de estimação não gosta de andar amarrado em guias e coleiras. Mas sabemos que, em alguns momentos, ele pode se comportar corretamente se ficar solto. Podemos ir a parques, campos ou lugares onde sabemos que ele estará a salvo de perigos (carros, estradas etc) e permitir que ele corra livremente, cheirando tudo o que queria, sempre sob nossa completa vigilância. Esses momentos de liberdade são ótimos para tranquilizar nosso amigo peludo, que lembrará deles nos próximos passeios.

5. Recompensas

Os petiscos e guloseimas são a chave do aprendizado de um cão. Devemos reforçar o bom comportamento do nosso animal e com as recompensas isso fica muito mais fácil. Se o repreendermos, tudo será mais complicado.

6. Identificação

É fundamental que todo cão traga a todo momento uma placa de identificação com os telefones mais atualizados do dono. Você também pode identificá-lo com um microchip implantado sob a pele. Assim, se o animal escapar de suas mãos, se a guia soltar ou qualquer outro imprevisto acontecer, ele terá muito mais chances de regressar são e salvo para casa. Se por algum motivo nosso animal de estimação se perder, esses dispositivos ajudarão a recuperá-lo.

7. Quando o cão se solta durante os passeios

Alguns comportamentos dos cães são muito parecidos com os das crianças pequenas. Quando eles acabam se soltando, é certo que começarão a correr. O melhor que podemos fazer em um momento como esse é segui o animal, mas sem correr e gritar, pois ele pode pensar que se trata de uma brincadeira. O melhor é ir andando calmamente e, quando o cão nos vir, devemos agachar e sentar no chão, chamando-o calmamente e oferecendo algum petisco ou seu brinquedo favorito, a fim de que ele se aproxime.

8. As necessidades

É muito importante limpar o cocô de nosso cão e não levará mais do que alguns segundos. Dessa forma, manteremos uma boa convivência com os vizinhos, o meio ambiente ficará mais limpo e evitaremos que, no passeio do dia seguinte, você ou o seu bicho de estimação pise na sujeira do dia anterior.

9. Marcando o território

cachorro passeando

Todos os cães possuem um forte instinto territorial e, portanto, sentem a necessidade de marcar território por onde passam, assim como cheirar árvores e postes para saber quais cães passaram por ali. Dessa forma, seja paciente com o seu mascote e deixe que ele cheire e marque o território à vontade, já que todos os cães fazem isso.

 10. O latido

Latir para outros cães ou pessoas durante os passeios pode ser algo bastante irritante. Para evitar que isso aconteça, temos que distrair o nosso amigo. Nós, como donos, sabemos quando estão prestes a latir. Nesses momentos, podemos distrai-los e dar-lhes um pequeno empurrão, fazendo com que se virem para nós, oferecendo uma recompensa, brinquedo ou brincando com ele. Dessa forma, eles ficarão distraídos e evitaremos que nossos vizinhos sejam incomodados com os latidos.

Seguindo todas essas dicas você verá que os passeios serão muito mais tranquilos e seu cão irá agradecer imensamente a você.