10 passos para educar um cão adotado

cão adotado

Se já decidimos adotar um cão de um abrigo ou estamos pensamos em fazê-lo, é importante ter em mente algumas coisas que podem acontecer. É que um cão adotado pode se mostrar muito desconcertado no momento de sua chegada ao novo lar.

É importante saber como reagirá o animal em casa, na rua e inclusive com outras pessoas, também devemos saber o que fazer a esse respeito. Sempre com paciência e muitas doses de carinho.

Preparação para a chegada de um cão adotado

Cesta com filhotes

Antes de sua chegada, temos que nos assegurar de que o animal se sentirá confortável quando chegar à sua nova casa. Por isso devemos preparar seu novo lar seguindo essas etapas:

  • O primeiro item a preparar é a cama. Se o animal tiver passado, durante o transporte, algum tempo em uma jaula, ele agradecerá por ter um lugar cômodo onde repousar. Podemos comprá-la ou fazer em casa mesmo. É preferível que seja grande.
  • Depois, devemos habilitar os recipientes que servirão como bebedouro, com muita água fresca, e comedouro, com comida específica para sua idade, assim como algum brinquedo ou mordedor, que será também imprescindível, já que alguns cães podem sofrer de ansiedade e terão a necessidade de morder objetos.
  • A coleira, o peitoral e a correia são indispensáveis, assim como os sacos para recolher o coco durante o passeio do nosso novo amigo. Temos que levar em conta que os abrigos costumam ter dificuldades econômicas e o melhor é levar tudo bem preparado no momento de adotar um cão.
  • Também pode acontecer que o animal chegue muito sujo. Para essa situação teremos que ter um xampu, uma pipeta antipulgas e uma escova para o banho, caso seja necessário. Podemos também optar por levar o animal a um pet shop e observar como os profissionais fazem e, assim, seguir os mesmos passos em casa.

A segurança em casa

  • É recomendável ter a segurança controlada em casa, nos assegurando, por exemplo, de que não há plantas tóxicas para cães, e de que ele não terá acesso ao lixo. O que o cão não deve morder terá que ser retirado de seu alcance. Também, teremos que limitar o espaço do recém-chegado em casa, para que o cão não fique inquieto e venha a se sentir excessivamente fora de lugar.
  • Seria interessante também poder verificar tudo sobre ele, como, por exemplo, qual é o seu passado, se tem medo de ir ao veterinário ou se se relaciona bem com outros cães. Isto ajudará muito para informar seus costumes, seu comportamento, etc.

Os primeiros momentos de um cão adotado

  • Quando adotarmos o cão, durante o caminho para a casa, é aconselhável que se de um longo passeio até que observemos que ele fez xixi e que está um pouco cansado. Desta forma ele se sentirá mais confortável no lar e se tentar urinar o fará em gotinhas.
  • A partir do momento em que entrarmos no nosso lar com o novo cão, devemos tirá-lo da correia e deixá-lo cheirar a casa toda ou, pelo menos, a parte que queremos que ele conheça. É uma boa ideia, no começo, evitar a cozinha, já que é uma área pouco segura para os nossos pets e onde mais inquietos eles se sentem.

É normal que vejamos que o animal tende a marcar seu território urinando um pouco em alguns cantos. É usual que o faça, sobretudo se havia outros cães em casa antes da chegada dele.

A hiperatividade do cão adotado

Filhote no colo

  • Os primeiros dias podem ser um tanto quanto estressante para o animal e também para o dono. Para reduzir esta hiperatividade, o cão urina em certos locais da casa e também em determinadas situações. É muito recomendável levá-lo para passear pelo menos 4 vezes por dia, somando um total de 90 minutos entre todas as saídas.

É positivo cansar um pouco o animal para que ele não fique tenso, porque esta tensão é habitual nos cães recém adotados. Além disso, o cansaço favorecerá seu repouso em casa.

  • Não force o animal a interagir com as pessoas, com outros cães ou a se deitar em determinados lugares. Não faça nada que possa deixar o seu cão agoniado. Tente usar em seus propósitos a comunicação verbal, movimentos com as mãos e a utilização de prêmios.

Organização

Os cães são animais de rotina e assumem muito bem a organização. Você terá que fixar um horário de passeio e de comida, para que o animal possa se situar e se sentir confortável. Podemos pensar que isso não é importante, mas a verdade é que é uma das formas mais efetivas de habituar o nosso novo companheiro a se acomodar em seu novo lar.