25 raças de cães que melhor protegem a sua casa!

Os cães estiveram próximos ao homem durante séculos, servindo em diferentes funções. Pastores, cães policiais, cães guia, cães para terapia, salvamento e resgate. Atualmente, embora a maioria das pessoas os adotem como animais de estimação, há aqueles que os procuram por um motivo extra: para que também protejam as suas casas. 

Quase todos os cães, instintivamente, são guardiões da casa. Alguns se limitam a latir para estranhos de forma enérgica. Outros podem atacar aqueles que se atrevem a entrar em seu território, ou seja, em sua casa sem permissão.

Mas, quais são as raças de cães que melhor executam esta tarefa?

Lista de raças de cães que melhor protegem a sua casa

Queremos lhe passar uma lista das 25 raças de cães ideais para cumprirem com o papel de protetores de sua casa. São raças de cães que têm uma inclinação para manterem o que consideram o seu território, seus donos e sua matilha.

De qualquer forma, tenha em mente que a genética não é um fator determinante para que eles cumpram este papel e que existem outros fatores que podem ter um impacto sobre a personalidade de seu animal de estimação.

1 – Rottweiler: criados originalmente para cuidar de gado, hoje é um dos melhores guardiões do mundo. É inteligente, imponente e leal.

2 – Pastor Alemão: um dos mais populares cães e não hesita em atacar para defender a sua propriedade.

3 – Akita Inu: originalmente do Japão, corajoso e muito protetor.

4 – Chow Chow: de origem chinesa e se mostra absolutamente desconfiado com estranhos.

5 – Pastor Boiadeiro Australiano: está sempre atento ao seu redor. Pode ser agressivo com aqueles que ignoram seus avisos.

6 – Doberman: além de altamente inteligente, ele é ágil e rápido e pode alcançar um intruso em um curto período de tempo.

Cão da raça Doberman

7 – Pastor Belga Malinois: é enérgico, corajoso e inteligente. Com estranhos, muitas vezes, mostra agressividade.

8 – Pastor Australiano: é um animal independente, corajoso e protetor.

9 – Leopard Hound Americano: se ele é um caçador de leopardos, imagine o resto.

10 – Rodesiano de Crista Dorsal: criado originalmente para caçar leões, este cão tem um instinto de rapina muito forte. Não é naturalmente obediente.

11- Mastweiler Inglês: é o resultado do cruzamento de duas raças bem protetoras – o Mastiff Inglês e o Rottweiler.

12 – Airedale Terrier: este cão está sempre ciente do que está acontecendo em sua casa e nos arredores.

13 – Pastor da Anatólia: um cão sempre alerta quando se trata de vigiar a casa.

14 – Hunter norueguês Elkhound: é uma raça pouco conhecida de cães bravos e protetores.

15 – Mastim Napolitano: pertencentes a uma das linhagens mais antigas. Os romanos o usavam como um cão de guerra.

16 – Mastiff Inglês: um cão muito protetor e vigilante.

17 – Bullmastiff: possui muita força física e instinto de proteção, além de coragem e extrema lealdade familiar.

18 – Pastor Alemão Australiano: O cruzamento de raças proporcionou a este cão um grande senso de proteção.

19 – Pastor Belga: ativo e energético, pode ser agressivo para proteger a sua casa.

Cães da raça Pastor Belga

20 – Pastor Belga Tervuren: é um cão muito ativo e energético. Ele está sempre alerta.

21 – Kerry Blue Terrier: é um animal de tamanho grande e com um grande instinto protetor, pode se tornar agressivo com estranhos.

22 – St Weiler: resultado do cruzamento entre um Rottweiler e um São Bernardo. É um cão muito protetor e sempre vigilante com estranhos.

23 – Schnoodle: este animal de porte pequeno é, sem exageros, determinado e muito protetor. Sempre pronto para defender sua família.

24 – Pastor Caucasiano (Pastor do Cáucaso): é inteligente, agressivo, protetor e está sempre alerta.

25 – Mastim Inglano: resultante de um cruzamento entre o Mastiff Inglês com o Napolitano, sempre atento a potenciais ameaças à sua família.

Parte de Conselho final

Ao escolher um animal de estimação como cão de guarda, tenha em mente que você deve ser persistente em sua formação e particularmente exigente.

Assim, você evitará possíveis transbordamentos de atitudes agressivas, o que traria consequências que fariam você se arrepender. Por isso as regras e instruções para o seu cachorro tem que ser claras desde o início.

Você é o chefe e é você quem faz as regras. E você tem que saber que você se torna responsável pelas atitudes de seu cão.

Com zelo, você irá gerir uma casa protegida e também terá um excelente companheiro para você e para a sua família.