3 segredos para educar um filhote

Educar um filhote de cachorro é muito importante porque é a única maneira de garantir uma convivência saudável entre você e o animal.

A educação vai muito além de dar ordens como mandar o cachorro sentar ou dar a pata (isso são truques de adestramento), o segredo da boa educação reside em que ele possa envolver-se com as regras de sua casa, levando em conta questões como o espaço, o que é permitido fazer em casa e onde pode fazer cada coisa.

Para que o animal compreenda o seu papel dentro da hierarquia da casa, você pode fazer com que o filhote compartilhe o espaço com outros animais de estimação.

Basicamente, a maioria dos problemas comportamentais que um cachorro pode se desenvolver como agressividade, ansiedade e estresse podem ser evitados ​​através da adição de três elementos-chave no processo de como educar um filhote.

Educando um filhote, o reconhecimento de uma hierarquia

 cachorros-e-familia

 

Esta é uma idéia que muitos amantes de cachorro não aceitam, especialmente aqueles que tendem a humanizá-los, mas é absolutamente necessário para uma convivência adequada dentro de casa que os filhotes assumam um papel submisso dentro da hierarquia familiar. 

A explicação para isso é muito simples: evitar que ele inicie uma competição por poder com você.

Algo que não foi eliminado no código dos cachorros é o sentimento de pertencimento a um grupo, desde o nascimento (a etapa com a mãe como líder) até chegar a sua casa o cachorro está sujeito a uma hierarquia. Por isso, o cachorro deve entender que em casa o líder é você.

Mas, qual é a dificuldade de um cachorro que se comporta como líder? Os cães que se comportam como líderes de seu grupo (isso inclui você e os outros membros da sua casa e do grupo familiar, inclusive outros animais de estimação) sentem que têm a responsabilidade com esse grupo, portanto, deve defender os membros e seu território (a sua casa).

Para serem os chefes da família, eles se comportarão para manter o comando e impedir que invasores entrem no seu espaço.

Os cachorros, especialmente de porte grande, são animais poderosos e pode ser algo muito difícil que eles entendam exatamente o processo de domesticação, que faz com que eles assumam um papel submisso aos seres humanos, que são identificados por eles como membros superiores na hierarquia; assim, seu comportamento será voltado para o que é permitido na hierarquia.

Um cão desorientado é basicamente uma bomba-relógio.

Se o seu cachorro rosna, te ataca, urina ou defeca em espaços que não são adequados ou apresenta-se excessivamente nervoso na presença de outras pessoas na sua casa, você pode estar lidando com um caso de papéis hierárquicos invertidos.

Um lugar para cada coisa

mal-comportamento-cachorro-2

Tudo em seu lugar e tudo em seu tempo, os filhotes devem aprender quais são as partes da casa que eles podem ter acesso, o que podem levar (brinquedos, alimentos, etc), e quais objetos podem usar (camas, sofás, pratos) e em que lugares podem esperar para fazer as necessidades fisiológicas ou se devem esperar para realizar durante os passeios externos.

Estas são coisas que exigem paciência e treino, mas vai facilitar sua vida, além de proteger contra acidentes.

Por exemplo, se seu cão não aprendeu a esperar que você lhe dê comida e consome tudo o que está a seu alcance, é mais fácil que ele sofra um envenenamento ou que acabe mordendo coisas perigosas, como cabos.

Isto está intimamente ligado ao ponto anterior, porque se o seu cachorro te respeita como um líder irá respeitar as coisas delimitadas por você.

Você também deve ajudar o seu animal, não se esqueça de deixar coisas que você não quer que sejam destruídas ao alcance do animal (exemplo: meu cão triturou os meus sapatos porque estavam jogados pela varanda), pelo menos ao mesmo tempo aprenda a não deixar os objetos espalhados.

Educar um cachorro, socialização

Um cachorro que socializa com outros animais e pessoas será muito mais equilibrado.

Uma vez que seu quadro de vacinas esteja completo, deixe o animal estar na companhia de outras pessoas e com outros animais de estimação e convide amigos e animais para a sua casa para que ele se acostume com contato, tanto dentro como fora do seu território e evite a agressão ou o nervosismo .

Tenha em mente que parte do processo de socialização é acostumar o animal a ficar sozinho, embora isso seja algo que deve ser feito de forma gradual, no início deve ser por períodos breves que devem ser prolongados ao longo do tempo para que o cachorro não se sinta abandonado.