5 coisas que você deve saber antes de deixar seu cão dormir em sua cama

cão dormir em sua cama

Se você acaba de adotar ou de adquirir um lindo cachorrinho e, apesar dos conselhos dos profissionais, está a ponto de deixar o seu cão dormir em sua cama, primeiro leia este artigo e depois pense bem e decida de acordo com a sua consciência, ainda que o seu peludo fique te olhando com uma cara suplicante e te pedindo aos gritos para que o deixe subir em sua cama.

O que deve você deve levar em conta antes de deixar o seu cão dormir em sua cama

Ainda que haja muitas recomendações dizendo que um cão deve ter sua própria cama e dormir sozinho, a realidade é que muitas pessoas costumam partilhar a cama com seus animais de estimação.

Nós de “Meus Animais” não vamos opinar se isto é bom ou ruim. Cada caso é particular e se deixarmos de lado situações que impliquem a humanização extrema do peludo e que acabam causando algum problema em sua saúde física ou mental, cada dono deve decidir com quem divide o colchão e os cobertores.

cão dormir em sua cama

Há pessoas que escolhem dormir abraçadas com o marido ou a esposa, outras preferem ficar sozinhas na hora de entrar no reino de Morfeo.

Mas fora destas considerações, se você optar por deixar o seu cão dormir em sua cama, há uma série de coisas que você deve ao menos saber.

Se você está pensando em deixar o seu cão dormir em sua cama, primeiro leia esse artigo e, depois, decida.

1-Pode interromper seu descanso

Embora algumas pesquisas recentes afirmem que dormir junto de nossos animais de estimação nos permite descansar melhor, também é certo que compartilhar a cama com um peludo pode interferir em seu ciclo de sono. Os cães costumam se mover muito durante a noite e, inclusive, despertar várias vezes. É sabido que se alguém não descansar bem, na manhã seguinte terá mau humor, não renderá tão bem como poderia e pode até mesmo ter suas defesas imunológicas diminuídas e vir a adoecer com mais facilidade.

2-Pode levar bactérias e fungos para sua cama

Leve em conta que os cães caminham sem sapatos por diferentes lugares, incluindo a rua, se deitam no chão e também rolam na terra e no lixo. Isto quer dizer que no corpo deles podem se acumular bactérias e fungos. Assim, aumente as medidas de higiene com seu cão caso pense em deixá-lo dormir com você.

3-Pode provocar ou agravar sua alergia

Se você é alérgico, o ideal seria que você preservasse seu quarto como um espaço onde possa descansar livre de ameaças. Os peludos podem agravar a situação das pessoas alérgicas. De qualquer forma, é importante verificar se você tem alergia às proteínas que estão presentes na caspa ou nas escamas da pele, na urina e na saliva do peludo e que se acumulam em sua pelagem.

4-Pode transmitir alguma doença

Há o risco de se contrair algumas doenças que os animais podem transmitir aos humanos, sobretudo através de parasitas internos ou externos. Portanto, não dispense nenhum exame veterinário, nem a desparasitação frequente, e cumpra o calendário de vacinação.

5-O peludo pode desenvolver problemas de comportamento

cão dormir em sua cama

É provável que, se seu cão dormir com você, que ele urine na cama para marcá-la como seu território ou que venha a apresentar algum problema de comportamento. Por exemplo, que se apegue muito a você, torne-se muito dependente e passe a sofrer de ansiedade por separação ou outros problemas de conduta.

Seu cão, sua cama e você

Se você acha que pode controlar todas estas situações e que seu animal de estimação não apresentará problemas de conduta, siga em frente.

Durma feliz com seu peludo, mas deixe bem claro que cada um tem seu lugar na cama e que ele não deve se pendurar em você ou te esmagar durante a noite, salvo se vocês dois decidam que pode ser assim.

Se além de um cão em sua cama também dorme o seu marido ou a sua esposa, assegure-se de que a outra parte também esteja de acordo com esta decisão. Embora três em uma cama possa parecer uma multidão, com boa vontade haverá espaço para todos.