5 conselhos para detectar a sarna

detectar a sarna

Hoje iremos falar sobre uma das doenças cutâneas mais comuns nos cães e que, se não for tratada a tempo, poderá trazer complicações e inclusive provocar a morte do animal. Por isso é importante que você saiba como detectar a sarna em seu peludo.

Informação sobre a sarna e os cães

A sarna é causada por uma infecção de ácaros microscópicos com aspecto de aranha e que se alojam na pele do cão, produzindo inflamação, dor e coceira intensa.

Embora comece como uma doença localizada em certas partes do corpo do peludo, ela pode se propagar rapidamente por toda a pele. As fêmeas destes parasitas são muito prolíficas e põem entre 20 e 40 ovos, que eclodem em 5 dias. Duas semanas depois, as novas crias já estão prontas para se reproduzirem.

Além disso, há muitos tipos de ácaro que, logicamente, causam diferentes tipos de sarna. Entre elas, a sarcóptica e a demodécica que são as que mais afetam os cães adultos.

Detectar a sarna a tempo poderá evitar complicações e doenças em seu cão. Conheça os sinais que podem estar indicando que seu peludo se tornou uma presa dos ácaros que provocam esta doença.

Como detectar a sarna em seu peludo

cão-coceira

Os ácaros passam desapercebidos graças a seu tamanho minúsculo. Então, como você pode detectar a sarna em seu animal? Observando diferentes sinais que indicam a presença destes parasitas, ainda que você não consiga visualizá-los. Por exemplo, dê atenção se seu cão:

  • Coça diferentes regiões de seu corpo de forma persistente. O prurido que estes incômodos hóspedes provocam é muito intenso.
  • Apresenta feridas em sua pele produzidas por suas unhas, por causa do constante coçar.
  • Tem manchas vermelhas (são típicas da sarna demodécica).
  • Esfrega-se contra paredes ou contra o chão procurando aliviar a grande coceira que sente.
  • Apresenta áreas sem pelo.

Estes 5 pontos são suficientes como sinais de alarme e para que você leve o seu animal de estimação imediatamente ao veterinário e, se se confirmar o diagnóstico, para que seu cão comece de forma urgente um tratamento contra a sarna.

Evite complicações, trate o seu animal de estimação a tempo

É importante detectar a sarna de maneira precoce para evitar que ela se propague para toda a pele do animal e para que se possa evitar o surgimento de complicações por infecções provocadas por bactérias ou fungos.

Além disso, se a sarna estiver muito avançada, seu cão também poderá apresentar estes sinais:

  • Cheiro desagradável
  • Pele seca, perebenta e grossa
  • Perda de peso significativa

Leve em conta que, como o prurido que seu cão sente é muito forte, o animal poderá parar de comer, e inclusive de beber, e só se coçará o tempo todo, colocando em sério risco sua vida.

Como é o tratamento contra a sarna em cães

O veterinário determinará o tratamento a seguir de acordo com o desenvolvimento da doença e as características do animal. Em geral, combinam-se produtos injetáveis ou orais com outros de aplicação externa (xampus, pós ou loções).

Além disso, certamente será necessário dar ao cão alguns analgésicos e anti-inflamatórios e, no caso de já haver uma infecção por bactérias e fungos, um medicamento específico também para tratar esse problema.

É de suma importância que não se abandone o tratamento até que o profissional indique, por mais que você ache que seu cão já melhorou. Se alguns ácaros sobreviverem, eles voltarão a se multiplicar em poucos dias.

Medidas preventivas para que o seu peludo não contraia sarna

vacinas-caninas

Como em todos os casos, é sempre melhor prevenir do que remediar. Para que seu peludo não contraia sarna, leve em conta:

  • Desparasitá-lo e vaciná-lo de acordo com as indicações do veterinário.
  • Ofereça a ele uma dieta equilibrada e de qualidade.
  • Banhá-lo e escová-lo regularmente.
  • Ofereça um espaço limpo e ventilado para que seu peludo habite.
  • Evite que seu cão tenha contato com animais infectados com sarna.

Um animal forte, saudável e bem alimentado não será vítima fácil destes ácaros. Portanto, cuide bem de seu peludo e certamente você o manterá afastado desta incômoda doença.