5 dicas para viajar de avião com seu animal

Se você precisa viajar de avião com o seu animal de estimação, se informe com antecedência sobre todos os requisitos e, principalmente, tente fazer com que a experiência seja o menos traumática e estressante possível para ele. Neste artigo, daremos algumas dicas para você. 

O que você deve levar em conta ao viajar de avião com o seu animal

Para evitar surpresas desagradáveis e imprevistos de última hora, é muito importante se informar previamente sobre os principais passos a serem tomados antes de entrar em um avião com o seu peludo. A seguir, listamos alguns deles.

1 – Informe-se sobre os requisitos

cachorro viaja de carro

Não importa se é em voos domésticos ou internacionais, existem certas regras que devem ser cumpridas ao viajar com o seu mascote. Por isso é importante que você descubra, por exemplo:

  • A documentação necessária (identificação, vacinas, laudos médicos etc).
  • A regulamentações de outros países para ingressar com animais.
  • Opções para transportar o seu peludo (cabine, bagageiro, quais os tipos de gaiolas permitidos em casa caso etc).
  • Com qual antecedência as passagens devem ser compradas (note que, geralmente, cada voo possui uma cota para transporte de animais).

“Se você tem que enfrentar uma viagem de avião com o seu bicho de estimação, evite surpresas de última hora: informe-se sobre os requisitos necessários, consiga toda a documentação exigida e compre as passagens com antecedência. E, principalmente, mantenha a calma para evitar que o seu peludo fique ainda mais estressado.”

2 – Consulte um veterinário

Peça conselhos ao veterinário sobre a melhor forma de viajar de avião com seu amigo peludo. É importante que o profissional primeiro avalie se o animal se encontra em condições de embarcar em uma aventura como essa, por razões de idade ou saúde. Pergunte a ele também se é ou não necessário dar algum tranquilizante a ele.

3 – Acostume o cão à caixa de transporte na qual ele viajará

Não tente fazer o seu cão entrar na caixa de transporte no último segundo antes da viagem. Tente fazer com que ele se acostume aos poucos com ela, utilizando recompensas e brinquedos. Assim você conseguirá que o momento da viagem não cause ainda mais estresse a ele. Já é uma situação estranha e suficientemente barulhenta para o animalzinho estar em um aeroporto ou dentro de uma aeronave a ponto de decolar.

4 – Não o alimente antes de subir no avião

O ideal é que o animal embarque em jejum de 6 a 8 horas para evitar que vomite durante o voo. Sim, ele deve se manter hidratado. Além disso, certifique-se de que ele fez as necessidades antes de embarcar. Também é conveniente que você tenha dado um bom passeio com ele antes da viagem para deixá-lo mais relaxado.

5 – Mantenha a calma

Se você não gosta de voar ou está preocupado com o seu animal de estimação, com certeza ele perceberá o seu humor e também ficará nervoso. Portanto, fique calmo e você conseguirá que ambos enfrentem melhor essa situação.

Informações úteis para a hora de viajar de avião com seu bicho de estimação

cachorro com focinheira

Fique atento às informações a seguir, que podem ser úteis quando for voar com seu peludo:

  • Os cães de assistência podem viajar na cabine de passageiros com seus donos sem restrições de peso ou tamanho.
  • A caixa de transporte do animal deve ter as medidas especificadas, um fechamento adequado, circulação de ar correta e um piso com capacidade de absorção. Além disso, o seu mascote deve estar devidamente identificado.
  • Avise a tripulação do avião de que você está viajando com um animal.
  • Procure um voo sem escalas.
  • A coleira do peludo não eve estar dentro da jaula, já que isso pode causar acidentes.

Não se preocupe, o compartimento de bagagens da aeronave também está pressurizada. Assim que você relaxar, aproveite a experiência de voar.

Uma vez em terra firme, leve seu animal para fazer as necessidades e esticar as patas em um lugar seguro. E não se esqueça de parabenizá-lo e oferecer recompensas por ter se comportado bem durante o voo.