5 locais que deixam seu cão exposto a carrapatos

Você sabia que os carrapatos podem transmitir microrganismos que podem causar doenças? Aqui nós compartilhamos informações sobre como você deve tratar o seu cão, caso tenha esse tipo de “visitantes” em casa e quais são os lugares mais comuns onde eles geralmente se escondem. Dessa forma, você terá o necessário para que o seu peludo não seja infectado.


Razões para evitar carrapatos

evitar

Quando um carrapato se instala num cão, ele pode espalhar doenças graves. Os sintomas incluem febre, letargia, perda de apetite e perda de peso, aumento dos gânglios linfáticos, dor nas articulações ou dificuldade para caminhar.

Embora os antibióticos possam ajudar com algumas infecções, medicação nem sempre pode livrar o animal completamente do problema. Alguns cães podem ficar doentes de novo, mesmo anos mais tarde.

Os efeitos de algumas infecções transmitidas por carrapatos podem ser duráveis; por exemplo, erliquiose canina pode causar cegueira. Às vezes, ele pode até matar cães. Nesse sentido, o cão a doença de Lyme pode chegar a condições potencialmente fatais, como a uma insuficiência renal.

Outras doenças transmitidas por carrapatos, como a febre maculosa das Montanhas Rochosas, também podem ser fatais para os animais.

Por outro lado, lembre-se que os carrapatos propagam-se de um cão para outro. Então, se você tem em casa mais do que um animal de estimação, deve ter muito cuidado, uma vez que o animal infectado pode infectar outro membro da família.

Seu cão pode precisar de semanas ou mesmo meses de tratamento se eles estiverem infectados com estas pequenas pestes. Neste contexto, o uso de um produto de proteção que ajuda a prevenir pragas e que os impede é recomendado.

Matar carrapatos que estão já em seu cão é apenas parte da batalha. O uso de repelentes é importante porque impede que a maioria deles se alimentem. Se um carrapato não está fixo, você não pode transmitir organismos causadores de doenças.

Lugares que você deve prestar atenção

lugares

Os carrapatos estão, geralmente, em locais que normalmente o cão frequenta. Parques, espaços abertos, jardins, veterinários e até mesmo nossa própria casa pode acomodar estes insetos.

Mas isso não é tudo. Os seres humanos também podem ser portadores involuntários de carrapatos. Geralmente, quando você vai para uma caminhada, eles podem grudar em suas calças, meias ou sapatos.

Então, quando você voltar da rua, do campo ou da praia, verifique suas roupas cuidadosamente para evitar infecção.

Parques: brincar no parque local com seu cão é uma grande maneira para que você possa socializar com outras pessoas. No entanto, para carrapatos, o parque é o melhor buffet.

No espaço aberto é que os carrapatos são atraídos pelo calor e pelo cheiro de cães. Os cães são alvos fáceis para estes pequenos bichos que rapidamente pulam para a pele dos cães e começam a se alimentar.

Os carrapatos são, geralmente, encontrados nos arbustos e na grama, mas também podem ficar em outros animais de estimação.

Se você for para uma caminhada com seu amigo, tente prestar atenção nele. E, claro, lembrar-se de usar um produto de modo que os carrapatos possam ser evitados.

Casa: Os carrapatos geralmente podem ser encontrados em sua casa. Mesmo que sua casa esteja limpa, não está livre de infecção por estes insetos.

Cama do cão: carrapatos também são encontrados na cama do seu animal de estimação, especialmente se você tiver um jardim. Também podem ser ecnontrados em centros de cuidados de animais. Se você sair de férias e deixar o seu animal de estimação em tais instalações, certifique-se de que ele ficará num local limpo e livre destes bichos.

Veterinário: o consultório veterinário também é um lugar onde o seu amiguinho pode ser infectado. A sala de espera, por exemplo, pode ser cheia de animais que são portadores ou estão doentes por causa de tais insetos.

Preste atenção às condições de higiene que existem no estabelecimento ou tente levar seu animal de estimação a um local onde não tenha carrapatos.

Finalmente, lembre-se: um carrapato fêmea pode ser entre 3000-6000 ovos. Então, se você ver estes insetos na pele do seu cachorro, deve removê-lo rapidamente, vá com seu cão ao veterinário, em um ambiente limpo para evitar a reinfecção.