5 mitos sobre os cães grandes

Existem muitos mitos sobre dos cães, alguns terminam sendo certos, embora a maioria pertença somente a crenças mal intencionadas, que vão do crível até o mais absurdo. Vejamos  alguns desses mitos sobre cães grandes.

São mais agressivos

Infelizmente, muitas pessoas tendem a relacionar a agressividade com os cães de tamanho grande. Entretanto, isso é muito afastado da realidade.

Na verdade, para que um cão possa chegar a atacar ou não a uma pessoa ou animal, não depende tanto do seu tamanho, mas sim do nível de dominância ou territorialidade da raça.

Dessa forma, há cães grandes que podem chegar a ser muito dominantes, mas isso também é comum em muitas raças de tamanho pequeno, por exemplo, a raça Lulu da Pomerânia.

Entretanto, preste atenção aos cães grandes nesse aspecto, porque os resultados de um ataque costumam ser mais devastadores do que no caso dos pequenos.

Dessa forma, um fator muito importante neste ponto tem a ver com a educação que você deu ao cão, porque sem importar sua raça, um cão que não tenha sido socializado com outros ou com pessoas, vai tender a ser mais agressivo do que um que tenha tido uma educação e socialização adequadamente.

Têm melhor olfato

Mitos sobre os cães

Esse mito também é falso, o olfato não tem a ver com o tamanho em geral do cão, mas sim, tem a ver com o tamanho de seu nariz.

O motivo pelo qual os cães tem melhor olfato do que o dos humanos, deve-se ao fato deles terem uma maior quantidade de receptores olfativos, ao redor de 200 milhões, embora em algumas raças eles  podem chegar a ser 300 milhões, como no caso dos Bloodhound.

Os cães com focinho comprido têm maior quantidade de receptores olfativos e um canal mais amplo onde armazenar e receber aromas, portanto, eles vão ter melhor sentido de olfato que os que possuem narizes chatos, como os boxers, que são de tamanho grande.

Não podem viver em espaços pequenos

Isso é em parte verdade, embora existam (como sempre) suas variantes e exceções. A possibilidade de posse de um cachorro em um espaço pequeno deve-se mais a sua energia do que ao seu tamanho.

Portanto, se um cão demandar grande quantidade de exercício e possuir muita energia, o melhor a fazer é tê-lo em espaços amplos, preferivelmente com zonas abertas onde a seu animal possa explorar e brincar.

Mas essa não é uma característica de todos os cães grandes, alguns, como o Grande Dinamarquês, por exemplo, não têm muita demanda de energia e podem se adaptar aos espaços reduzidos.

E mais ainda, um cão com um nível de energia elevado, pode se acostumar a viver em um apartamento,s empre e quando seu dono brinque e passeie com ele com frequência. Entretanto, isso vai precisar de muito tempo e compromisso por parte do dono.

Vivem menos

É muito comum escutar que os cães de tamanho grande ou gigante vivem menos do que os cães pequenos e isso é absolutamente certo. Foi encontrada uma relação entre o tamanho dos cães e sua expectativa de vida, entretanto ainda não se descobriu o motivo desse fato.

Uma das hipótese que se comenta é de que os cães grandes envelhecem mais rápido, devido ao seu crescimento em um ritmo mais acelerado. Entretanto, isso não foi comprovado nem descartado.

Não são muito inteligentes

A inteligência dos cães

Uma questão muito alimentada pelos desenhos e o cinema é de que os cães grandes são pouco inteligentes e muito torpes.

sso é falso, em geral, a inteligência de um cão é medida pela quantidade de habilidades que ele pode desenvolver, a velocidade com que ele aprende as coisas e o tempo que ele demora para responder às ordens do seu dono.

Dentro dos concursos de habilidade canina é comum ver cães de tamanho grande, em geral os cães Pastores ou os da família Retriever, isso se deve a que muitos dos cães de tamanho grande são ágeis, com uma musculatura e mordida fortes, além de serem muito velozes.

Quanto à inteligência, dentro dos padrões de inteligência canina, encontram-se entre os primeiros dez lugares o Doberman, o Rottweiler, o Labrador e o Pastor Alemão, que se caracterizam por serem cães muito fiéis, fáceis de treinar, além de aprender uma grande variedade de truques e habilidades.