5 raças de cães com mais possibilidade de sofrer câncer

Raças mais propensas ao câncer

O câncer ceifa milhares de vidas humanas a cada ano. Apesar dos avanços tecnológicos e científicos, muitos tipos de câncer não têm cura. Infelizmente, esta doença não acomete apenas nos humanos, mas também nos nossos leais amigos os cães. É importante saber como podemos detectar o câncer nos cães, e se você ainda não tem um, deveria saber quais são as raças mais propensas a sofrer de câncer.

Tipos de câncer mais comuns em cães

Pastor Alemão comendo

Embora qualquer tipo de câncer possa aparecer em um cão, sabe-se que há, pelo menos, seis tipos que são mais comuns. Por que? Não sabemos. Assim como o câncer nas pessoas, isto continua sendo uma incógnita também em relação aos cães. Uns sobrevivem e outros não, uns são mais agressivos e outros nem tanto. A única explicação que temos é que o câncer cresce de uma célula maligna que se desenvolve em alguns humanos (e cães) e em outros não.

Os seis tipos de câncer mais comuns em cães são:

  • Câncer de pele;
  • Câncer de mama;
  • Câncer de ossos;
  • Tumores malignos na cabeça e no pescoço;
  • Câncer testicular;
  • Linfoma (afeta ao sistema imunológico).

Queremos repetir que estes são os tipos de câncer mais comuns em cães, mas há outros tipos que um cão pode vir a sofrer. Porém, qualquer tipo de enfermidade apresenta alguns sintomas, e um câncer não é a exceção neste caso. Por isso, deve-se estar alerta a qualquer mudança que seu animal apresente, pois você pode estar frente a um caso de câncer em cães, embora esperemos que não.

Como detectar o câncer em cães

Alguns sintomas podem nos parecer comuns, e inclusive nem sequer daríamos importância. Não deixe de dar atenção a nenhuma mudança, por menor que pareça, pois a atenção a ela poderá salvar a vida dele. A seguir apresentaremos vários sintomas que o câncer em cães pode apresentar:

  • Perda de apetite. Possivelmente poderíamos pensar que pode ser um sintoma de uma enfermidade comum como um resfriado ou uma dor de cabeça, mas se a perda de apetite persiste por mais de dois ou três dias, leve o seu cão ao veterinário. Até se não for câncer, a perda de apetite em cães não tem boas consequências.
  • Perda de peso. Um animal que come normalmente e que não tem vômitos ou diarreias não tem que perder peso sem motivo. Leve-o ao veterinário.
  • Hemorragias. Um sinal claro de que algo não anda bem. Não importa se for macho ou fêmea.
  • Inflamações em qualquer parte do corpo. Pode estar um pouco relacionado com os músculos, mas sempre é melhor levá-lo ao veterinário e sair da dúvida.
  • Aroma putrefato em alguma área.
  • Dificuldade para engolir, urinar ou defecar.

Esteja atento a todos estes sinais e se perceber algum que persiste, não deixe de correr ao veterinário e nem deixe que passe muito tempo. Você deverá levá-lo o quanto antes ao veterinário e seguir suas indicações.

Se você ainda não tem um cão e está pensando em adquirir um, deve saber que há algumas raças que são mais propensas do que outras a sofrerem de câncer. A seguir, diremos quais são:

Raças de cães com maior risco de câncer

doberman

Apesar de sempre pensarmos que um cão de raça pura é melhor do que um mestiço, os de raça pura têm maior risco de terem câncer, sendo os de maior tamanho ainda mais expostos. Estas são as cinco raças que apresentam maior número de cães com câncer:

Isto não significa que todos os cães destas raças vão ter câncer. Isso significa apenas que de todos os casos que se conhecem de câncer em cães, a maioria deles são destas raças. Porém, devemos ter esperança e nunca descuidar dos sintomas.

A cada 3 cães, um desenvolve câncer e apenas a metade destes morre vítima desta enfermidade. Sabemos que é uma taxa alta, e nós gostaríamos que algum dia nenhum cão, e é óbvio nenhuma pessoa, venha a morrer desta terrível doença. Mas, enquanto não chega esse dia, devemos estar atentos aos sinais que podem mostrar que algo no organismo de nosso cão não vai bem.

A rapidez em atender uma anomalia pode salvar a vida de seu cão. Não pense que algo que o acometa é causa de uma enfermidade comum e leve. Vá ao seu veterinário sempre que considerar oportuno.

 

Créditos da imagem: Kevin.