5 soluções para a prisão de ventre nos cachorros

A prisão de ventre nos cachorros pode ser um problema frequente, que geralmente tem origem numa dieta inadequada ou na falta de exercícios. Mostraremos algumas soluções para que o intestino do seu animal de estimação retome o seu ritmo normal.

Informações sobre a prisão de ventre nos cães

O normal seria um cão defecar uma ou duas vezes ao dia, mas se isso não acontece, e além disso, quando consegue defecar, as fezes são pequenas, duras e escassas, você está diante de um animal com prisão de ventre.

Mas se além desse problema o seu animal de estimação aparenta estar distraído, apático ou apresenta algum outro sinal de que algo não vai bem com a sua saúde, você deve levá-lo ao veterinário. É provável que, nesses casos, a prisão de ventre seja um sinal de alguma doença mais grave.

Descartados esses temas, que podem requerer tratamentos médicos específicos, existem outras formas de melhorar o trânsito intestinal de um animal de estimação e que podem ser postas em prática sem maiores problemas. Mostraremos 5 soluções para seu cachorro com prisão de ventre. Tome nota.

A prisão de ventre nos cães é um problema bastante comum. Vamos expor algumas dicas para solucionar esse problema.

1 – Azeite de oliva

ca%cc%83o-na%cc%83o-mastiga-bem-a-comida

Esse nobre produto também oferece excelentes resultados para o tratamento da prisão de ventre nos cães. Trata-se de uma opção natural e de fácil administração, visto que os cachorros normalmente adoram o seu sabor.

Se o seu amigo de quatro patas apresenta problemas para defecar, acrescente na sua comida uma ou duas colheres de azeite de oliva extra virgem durante dois ou três dias.

Se os problemas persistirem e não houver sinais de que seja devido a um quadro mais grave, você pode incorporar o azeite de oliva de maneira permanente na sua comida por alguns dias na semana.

2 – Acrescente mais fibras na sua dieta

Uma dieta sem a quantidade adequada de fibras contribui para que o seu cachorro tenha prisão de ventre.

Atualmente, a ração comercial, seja ela seca ou úmida, é elaborada para propiciar uma dieta equilibrada de acordo com as necessidades do seu cachorro, segundo a idade, o tamanho e a atividade física que ele desenvolve.

Se você oferece comida caseira ao seu cachorro, você deve ter certeza de que ela cobre todas as suas necessidades nutricionais para evitar que comecem a aparecer, entre outras coisas, as dificuldades para defecar.

Em resumo, a alimentação adequada, seja ração ou comida caseira, contribui para o trânsito intestinal adequado desses queridos animaizinhos. 

3 – Atividade física

Evitar o sedentarismo, tanto nos seres humanos como nos animais de estimação, garante uma melhor saúde.

O nível adequado de atividade física do seu animal está relacionado com o bom funcionamento dos seus intestinos. Por isso, é importante que você dedique tempo a passeios, brincadeiras e exercícios dentro e fora de casa.

4 – Muita água

Entre as possíveis causas da prisão de ventre nos cães está a falta de absorção de líquidos. Por isso, certifique-se que o seu cão sempre tenha água fresca e limpa a sua disposição.

Uma correta ingestão de água, além de manter o cão bem hidratado, contribui para uma boa digestão dos alimentos consumidos por ele.

5 – Comida úmida

Os cães, assim como os gatos, obtêm da comida grande parte da água que seus corpos precisam para funcionar corretamente.  Mesmo que 70% dos alimentos naturais sejam compostos por água, a ração seca não forma parte dessa porcentagem.

Para compensar essa defasagem, acrescente comida úmida na dieta do seu animal de estimação, seja ela ração comercial ou comida feita em casa.

Outro motivos que podem ocasionar a prisão de ventre nos cachorros

doenc%cc%a7as-de-pele

Além das causas habituais de prisão de ventre nos cachorros e que não apresentam maior gravidade, existem outros fatores que podem provocá-la. Por exemplo:

  • A idade. À medida em que envelhecem, os cães podem apresentar maiores dificuldades para defecar.
  • A próstata. Os machos que apresentam problemas prostáticos geralmente têm problemas para evacuar as fezes com normalidade devido a inflamação dessa glândula, que pressiona o reto.
  • Tumores na zona retal.
  • Doenças nas glândulas perianais.

Não hesite em consultar um veterinário para que ele ajude a recuperar o trânsito intestinal adequado do seu amigo de quatro patas.