8 coisas que você deve perguntar a um etólogo

etólogo

Os animais de estimação são cada vez mais bem cuidados e, portanto, para cuidar de sua saúde, a cada dia surgem novos especialistas. Por exemplo, já faz algumas décadas que apenas um veterinário era suficiente. Hoje, há veterinários, cirurgiões e até psicólogos para animais de estimação. E ultimamente estamos escutando falar muito de uma nova profissão, a do etólogo.

Para saber o que podemos perguntar a um etólogo, antes devemos saber o que é e no que consiste esta profissão.

O que é um etólogo

medo-do-veterinario

Como acontece em nosso caso, e comentamos no início, para os animais de estimação há veterinários que poderiam se assemelhar a um clínico geral, e há especialistas para cada tipo de doença que nosso pet apresente.

O etólogo é quem estuda, examina e diagnostica problemas de comportamento nos animais de estimação. Há outros muitos que apenas fizeram um curso, por uma quantidade específica de dinheiro, em apenas um dia, e dão “conselhos” do que fazer e como fazê-lo.

Porém, um etólogo é um profissional que vai a sua casa, olha o ambiente no qual o animal vive, seu histórico médico e até faz entrevistas com os donos. Desse modo, pode fazer um diagnóstico do comportamento do animal para saber se é causado pelo entorno ou por algo mais ou menos grave.

Uma vez que se chega a um diagnóstico, prescreve-se um tratamento que pode constar de várias partes, como farmacológico ou cirúrgico, sem esquecer o de modificação de comportamento. Esta última não deve ser confundida com adestramento, já que isto se apoia em ensinar o animal a obedecer, enquanto que a modificação de conduta se realiza para erradicar um mau comportamento ou lhe ensinar outros que lhe ajudem a superar algum problema.

O que perguntar a um etólogo

Saber o que quer o nosso cão, como e quando o quer é um mistério para todos, porque nosso animal de estimação não pode falar. Podemos supor o que se passa em sua cabecinha, mas nunca poderemos estar cem por cento seguros do que ocorre.

Devido aos problemas de comportamento de alguns cães, surgem dúvidas entre seus donos. Por isso, vejamos que coisas perguntar a um etólogo e quais seriam suas respostas.

O que não devo fazer se meu cão é agressivo?

Como dissemos antes, pedir conselho por telefone, àqueles que se autodenominam profissionais da matéria, não é a solução. Um etólogo profissional não responderá suas dúvidas por telefone, já que deverá se deslocar até sua residência e examinar o ambiente no qual vive o animal. Mesmo assim, esta é uma parte do que não se deve fazer:

  • Não o provoque
  • Não espere que se modifique sozinho
  • Imponha-se e mostre que você é o líder
  • Não bata nele e nem o castigue
  • Tente não reforçar sua agressividade
  • Não se esqueça de que um cão agressivo é um risco

O que sim devo fazer, se for agressivo?

Isto é o que um etólogo lhe diria:

  • Mantenha-se seguro
  • Evite situações agressivas
  • Ensine-o a ganhar as coisas, especialmente com seu bom comportamento
  • Crie uma rotina de atividades
  • Reforço positivo

O que faço se meu cão é agressivo com meu filho?

Todo o item anterior poderá servir, embora seja necessário conhecer as situações em que o animal fica agressivo com a criança. Dependendo delas, serão seguidas umas ou outras regras.

Por que ele me olha fixamente?

80-por-cento-das-pessoas-nao-sabem-como-cuidar-de-seus-animais

É possível que tenha notado que isto acontece depois de ter ocorrido mudanças de residência ou mudanças bruscas, como um divórcio ou a partida dos filhos. Ainda que sejam boas, algumas mudanças podem afetar o nosso animal de estimação.

Ele não é capaz de assimilá-las por si só e busca com o olhar o apoio de seus donos.

Como o controlo quando vêm visitas em casa?

Esta é uma das maiores preocupações dos donos de animais de estimação. Porém, é um dos casos mais fáceis de se controlar. Por exemplo, segundo um etólogo especialista, desviando sua atenção. Isso pode ser feito brincando com ele enquanto outra pessoa abre a porta.

Essas são algumas das perguntas mais comuns feitas a um etólogo. E lembre-se de que um etólogo é um especialista que tem uma carreira e faz consultas como qualquer outro médico. Optar por opções mais baratas às vezes pode piorar as coisas.