9 coisas que você deve ter em conta antes de adotar um segundo animal

Se você está pensando em adotar um segundo animal, é muito importante que antes de dar esse grande passo, tenha em conta como é a personalidade do primeiro integrante da família, ou seja, qual é o tipo de brincadeira que ele gosta e qual é o nível de energia e socialização.

Todos os dados que você tiver são imprescindíveis para que seu pequeno peludo se dê bem 100% com seu novo amigo. A seguir, compartilhamos alguns conselhos para se ter em conta.

Dois cães dão mais trabalho que um

Se seu animal dê estimação é um cão, os donos costumam ter a impressão equivocada dê que dois cães são mais fáceis que ter só um. Não poderia estar mais longe da verdade.

Cada animal precisará de educação individual e exercício antes que possam ser treinados juntos. Terá três processos de formação e capacitação, primeiro por um cão por separado e logo junto).

Escolha um animal que se adapte às necessidades de seu animal de estimação

Cães que convivem

Se você ainda não decidiu que tipo de animal pode se dar bem com seu animal, o primeiro que deve ter em conta é o grau de socialização que terá com o velho integrante.

Se seu cão ou gato é um animal adulto, tenha muito cuidado. Talvez, se você adotar um filhote como segundo animal, a convivência seja impossível. Por isso, é muito importante que considere os gostos e desgostos de seu primeiro amigo.

Às vezes, os donos estão empenhados na adoção de um segundo cão e, infelizmente, o primeiro animal não gosta da companhia do outro.

Se em seu lar mora um animal adulto com artrite ou tem outros problemas de dor, um filhote jovem ou adolescente rebelde pode afetar muito a qualidade de vida de seu pequeno amigo.

Melhor tentar outro de sua mesma idade ou que seja uma companhia de baixo perfil.

Sempre é melhor adotar do que comprar

Adotar o segundo animal de estimação deve ser uma decisão consciente. Se você não decidiu ainda que tipo de cão ou gato prefere e o tema das raças dos animais não lhe interessa, o melhor é que adote um animal de algum abrigo.

Nesse tipo de lugar existem centenas de pequenos que estão procurando uma nova casa e, quem melhor que você para dar esse novo lar?

A primeira impressão importa

A apresentação entre o animal mais antigo e o recém chegado é muito importante. Existem treinadores que são especialistas em internações sociais entre cães.

Muitas vezes, os serviços de um profissional podem ser de muita ajuda para que a introdução do novo animal de estimação seja muito mais amigável e para que a tensão diminua, em caso de que haja tensão entre os animais.

Introduza lentamente o novo integrante

Os cães utilizam a linguagem corporal para se comunicar, além de quando não estão interagindo diretamente.

Para que exista uma maior adaptabilidade entre seus animais de estimação, é recomendável, em caso de que seja cães, levá-los para passear juntos. Essas atividades permitem que se acostumem um com o outro, enquanto você faz alguma coisa divertida em um espaço neutro.

Tenha em conta alguns conselhos: cada um dos cães devem ter sua própria coleira, deve existir uma pessoa para cada um deles, você tem que manter a coleira solta, sobretudo se os cães decidirem interagir entre eles, gratifique seus animais de estimação quando ver seus progressos.

Também deve fazer com que ele sente ou deite quando você indique, enquanto caminham, permita que um fareje o outro. Tenha, durante o passeio, alguns petiscos para recompensá-los.

Durante o passeio, evite…

Passear com cachorros

Durante o passeio não puxe as coleiras, a pressão pode aumentar a tensão entre os cães. Também não deixe que se precipitem um ao outro e não use um tom de voz bravo. Finalmente, não introduza imediatamente a competência sobre brinquedos, comida ou ossos.

Os cães nem sempre ensinam uns ao outros as coisas corretas

Se você está treinando um de seus cães, a adoção de um segundo animal com seus próprias necessidades, pode fazer com que você se sinta sobrecarregado. Os cães não  ensinam uns ao outros coisas como sentar, descer, ou contato visual.

Os opostos se atraem

Um segundo cão do sexo oposto é uma boa ideia para a maioria das famílias. Mas, lembre-se, se não quiser que seus animais de estimação se reproduzam, você deve esterilizá-los.

Não deixe de olhar para eles

Talvez, se você der muita atenção a algum deles, isso poderá ocasionar estresse no seu outro bichinho. Ou seja, nunca deixe de olhar todos os seus animais por igual.