9 conselhos para dar banho no seu gato

banhar seu gato

Os bichanos têm fama de várias coisas. Por exemplo, a de serem muito limpos. E quem tem um felino em casa sabe bem o tempo que eles dedicam para se limpar. Mas eles também são famosos por não gostarem de água. Este assunto pode ser um problema se você quiser dar banho no seu gato. Daremos a você alguns conselhos para que esta tarefa seja a menos traumática possível, para você e também para o seu animal de estimação.

É necessário dar banho nos bichanos?

banhar-gatos

Os especialistas ainda não chegaram a um acordo em relação à necessidade ou não de banho nos gatos. E ainda que seja verdade que eles parecem se bastar para estarem sempre impecáveis, podem surgir situações nas quais seja necessário banhá-los. Por exemplo:

  • Se retornarem muito sujos de uma escapada pelo bairro (barro ou diferentes tipos de sujeira coladas em sua pelagem).
  • Se entraram em contato com substâncias tóxicas que os colocam em perigo ao se lamberem.
  • Quando precisam de algum tratamento por problemas dermatológicos.

O ideal seria acostumar ao banho desde pequenos os nossos amigos que miam, mas nunca é tarde quando a intenção é boa. Portanto, encha-se de paciência e mãos à obra, já que as únicas batalhas que se perdem são as que se abandonam.

Banhar seu gato pode ser uma missão difícil, mas não impossível. Daremos a você alguns conselhos para tentar conduzir essa tarefa de forma fácil. Talvez você não consiga em sua primeira tentativa. Mas, com paciência e carinho, seguramente você conseguirá fazer com que seu bichano se acostume à água e ao xampu.

Passos a seguir para (tentar) banhar seu gato

Banhar seu gato pode ser uma missão difícil, mas não impossível. A ideia é, então, que se provoque o menor estresse possível. E que você não saia com muitos arranhões ou mordidas da experiência, é claro. Então:

  1. Antes de colocar o seu bichano na água, assegure-se de que tem todos os elementos necessários para o banho (xampu específico para felinos, toalhas, etc.). Uma vez que você começar com a delicada tarefa de banhar o seu gato, será praticamente impossível deixá-lo para pegar algo mais.
  2. Escolha um momento em que seu peludo ronronante estiver tranquilo. Ou brinque um bom tempo com ele para que ele se canse e não tenha tanta resistência na hora de ser imerso na água!
  3. Não se esqueça de escová-lo bem antes de molhá-lo. Assim você retirará mais facilmente todo o pelo morto ou algum nó que ele possa ter em sua pelagem.
  4. Se você puder contar com a ajuda de alguém que seja da confiança de seu bichano, será genial. Enquanto a outra pessoa o segura, você o banha. Ou vice-versa.

Mais recomendações para banhar seu bichano

Tudo bem até agora? Aproxima-se o momento de convencer o seu bichano a entrar na água. Não se desespere. Se o animalzinho notar seu nervosismo, você não conseguirá nada. Vamos adiante:

banho-gato

  • Seja qual for o lugar que escolher para banhar o seu gato (banheira, tanque, bacia, etc.) coloque algum elemento antiderrapante na base, para que o animalzinho não escorregue, e encha o recipiente escolhido com alguns poucos centímetros de água morna.
  • Feche bem as portas e as janelas do lugar para evitar que o bichano, se se assustar demais, tente escapar. Também não permita a entrada de outros animais de estimação enquanto banha o seu felino.
  • Pouco a pouco, vá acostumando o seu bichano à situação. Você pode incluir alguns brinquedos na água para chamar sua atenção, por exemplo. Se notar que as coisas saíram do controle, não o obrigue. Tente em outro momento. Mas caso seja necessário banhá-lo com urgência, porque sua saúde está em risco, tente limpá-lo com um pano úmido. Ou recorra ao veterinário.
  • Se conseguir colocá-lo na bacia ou no recipiente escolhido para banhá-lo, molhe-o do pescoço para baixo e o ensaboe suavemente. Enxague-o bem. Se sua cabeça e focinho não estiverem muito sujos, pode limpá-los com um paninho umedecido. Enquanto durar a operação, fale com ele de forma tranquila e suave.
  • Seque-o com toalhas mornas e o coloque próximo a alguma fonte de calor. Se ele aceitar o secador de cabelos, poderá utilizá-lo. Mas não agregue uma fonte a mais de estresse. Se ele se assustar com o barulho, desligue-o imediatamente.