A esterilização de cães e gatos evita nascimentos indesejados

A esterilização de cães e gatos

A esterilização de animais de estimação é a melhor forma de evitar nascimentos não desejados de cães e gatos e o posterior abandono. Por esse motivo, cada vez mais existem associações que castram os animais a preços acessíveis, como uma forma de favorecer esta decisão dos donos.

A superpopulação canina e felina manifesta-se no grande número de animais que moram nas ruas em condições ruins, além disso, são fontes de doenças que podem afetar as pessoas ou os refúgios para animais de estimação que não podem ter mais animais ou, o que é mais terrível, a quantidade de animais que são sacrificados nos abrigos municipais.

Diante dessa realidade, a castração aparece como uma opção responsável.

Em que consiste a esterilização de cães e gatos?

Ecografia cachorro

A esterilização é uma cirurgia fácil, que sempre deve ser realizada por um veterinário e que pode ser feita tanto em fêmeas como em machos, com o objetivo de eliminar a capacidade de reprodução. Apresentamos alguns detalhes:

  • A operação é realizada com anestesia geral e é um procedimento pouco invasivo;
  • No caso das fêmeas, os ovários são retirados e, em alguns casos, o útero também;
  • Nos machos os testículos são extirpados;
  • Os animais podem ser castrados a partir dos seis meses;
  • É pouco provável que se produzam complicações durante a intervenção cirúrgica;
  • A recuperação é rápida: entre 24 e 48 horas os animais voltam a vida normal.

Além disso, deve-se saber que, apesar de algumas crenças enraizadas, a esterilização de seu animal de estimação não mudará o caráter do animal nem fazer com que ele engorde. Você só deverá adequar a alimentação à nova circunstância. Inclusive há alimentos especialmente feitos para animais esterilizados. Seu veterinário saberá orientá-lo sobre isso. 

A castração não provoca por si mesma a obesidade, mas ao diminuir os requerimentos energéticos, os animais precisam de uma menor quantidade de alimento. Também não é necessário que, antes passar pela cirurgia, seu animal tenha tido pelo menos um filhote ao menos uma vez, para garantir a saúde física e o equilíbrio emocional do animal.

Leve em conta que a sexualidade dos animais é distinta a dos humanos; está totalmente controlada pelos hormônios. Por esse motivo, ele não se sentirá frustrado nem manifestarão um desejo enorme de ter filhos apesar de ter anulada essa possibilidade pela castração.

Outros benefícios da esterilização

Cachorro e gato

Além de evitar a superpopulação e, sobretudo, o abandono e o sacrifício, esterilizar um animal de estimação tem outros benefícios:

Os animais já não escaparão nem brigarão nos períodos do cio. Assim você não sofrerá a angustia de perder seu amiguinho, com medo de que ele sofra algum acidente ou de que volte machucado para casa;

  • Diminui o risco de desenvolver certas patologias;

Nas fêmeas: infecção bacteriana de útero, quistos e tumores dos ovários, câncer de mama (se a cirurgia for realiza antes do primeiro cio, as possibilidades de sofrerem com essas doenças são quase nulas).

Nos machos: tumores testiculares, anais e prostáticos, prostatites;

Melhora o comportamento. A necessidade de marcação excessiva e os comportamentos, às vezes, agressivos nos machos desaparecerão. Essas condutas, em muitos casos, podem estar relacionadas com altos níveis de testosterona.

As fêmeas, por sua vez, já não ficarão irritadas como normalmente acontece nos períodos de cio. Além disso, deixarão de sofrer a chamada gravidez psicológica. 

Tenha certeza que a decisão de esterilizar seu animal de estimação com pouca idade afetará sua existência de maneira positiva. O mais provável é que tenha uma vida mais saudável e prolongada.

Se você possui um animal de raça, não se sinta na obrigação de continuar a descendência. De todas as formas, não deixe de perguntar ao veterinário todas as dúvidas que você tenha a respeito desse assunto.

De acordo com as estatísticas das associações protetoras de animais, a cada 10 filhotes que nascem só 2 chegam a ter um lar permanente e tem os cuidados necessários. Por esse motivo, não esqueça que, com a castração, você estará contribuindo para controlar a população de felinos e cães, evitando assim abandonos, condições ruins de vida e eutanásias em massa desses animais.