A filariose ou verme do coração

A filariose, mais popularmente conhecida como verme do coração, pode ser uma condição comum em cães que vivem em climas temperados ou quentes e úmidos, ou que vivem perto de rios e outros corpos de água. Se não tratada a tempo, pode resultar até em morte. Portanto, é importante saber como detectá-la e, acima de tudo, como preveni-la.

O que é a filariose

Trata-se de uma doença parasitária causada pela instalação e reprodução de vermes redondos (Dirofilaria Immitis) no ventrículo direito do coração e nos vasos sanguíneos e pulmonares do nosso amigo peludo, obstruindo assim o fluxo normal de sangue.

Esses vermes crescem e se reproduzem no interior do cão e podem viver entre 5 a 7 anos, alimentando-se dos nutrientes que recebem do sangue do animal.

Em infecções mais graves, a conta pode chegar a mais de 100 vermes, que podem atingir de 15 a 30 centímetros de comprimento.

doenc%cc%a7as-dos-humanos-e-dos-ca%cc%83es

A filariose, ou verme do coração, é uma condição que, se não for tratada em tempo hábil, pode causar a morte do cão. Saiba como preveni-la e como proceder no caso do seu cão apresentar essa doença.

Como o verme do coração é transmitido

A filariose é transmitida para os cães através da picada de mosquitos dos gêneros Culex, Aedes ou Anopheles.

Quando um desses insetos morde um cão infectado, absorve a larva, que se transformará em um verme imaturo dentro do seu corpo, em um processo que dura duas semanas, no máximo três.

Então, no momento em que o mosquito se alimenta do sangue de um cão saudável, introduzirá o verme que irá causar a infestação no peludo.

Sinais de que seu cão pode sofrer de filariose

A filariose é uma doença que não apresenta muitos sinais até estar bem avançada. Neste caso, ela poderia se manifestar dando os seguintes sinais:

  • Dificuldades respiratórias
  • Ritmo cardíaco acelerado
  • Tosse crônica
  • Cansaço
  • Intolerância ao exercício (por insuficiência cardíaca)
  • Sangramentos pela boca e pelo nariz
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Apatia

Como é tratada a filariose nos cães

Para saber se um cão está sofrendo de filariose, você deve realizar um exame de sangue. Confirmando-se o diagnóstico, o médico veterinário irá aplicar diferentes tipos de tratamento, de acordo com o grau de progressão da doença e o estado do animal.

Os vermes adultos que estão alojados no coração do peludo podem ser tratados com injeções. Além disso, para eliminar as larvas, são utilizados comprimidos antiparasitários.

Você deve saber que existe um risco de formação de coágulos sanguíneos devido à obstrução que os parasitas mortos podem causar nos vasos sanguíneos. Por tal razão, é essencial que o animal esteja em repouso durante o tratamento, reduzindo ao máximo os passeios e a atividade física. Às vezes é necessário hospitalizar o peludo para garantir sua imobilidade e poder controlar adequadamente sua evolução.

Porém, em casos mais avançados, onde o coração do cão foi fortemente invadido pelos parasitas, é necessário uma intervenção cirúrgica para removê-los de lá.

Como prevenir o verme do coração em seu cachorro

pre%cc%82mio-para-ca%cc%83es

Se o tratamento for bem sucedido, é interessante fornecer vitaminas e uma dieta específica ao peludo para ajudar na sua recuperação, de acordo com a prescrição médica. Além disso, certifique-se de que o animal não seja infectado novamente.

Uma maneira de prevenir a filariose é dando aos cães saudáveis os mesmos comprimidos usados para matar as larvas e os vermes imaturos. Este medicamento deve ser fornecido mensalmente ou de acordo com a prescrição do veterinário.

Outras maneiras de prevenir a filariose é através de pipetas que têm de ser aplicadas a cada 30 dias ou então administrando uma injeção subcutânea uma vez por ano no peludo.

Não deixe de consultar um profissional de saúde animal para tirar todas as dúvidas sobre o verme do coração e determinar a melhor prevenção para o seu animal de estimação.