A importância da coleira para os cachorros

Certamente, o primeiro objeto que você comprou para seu cachorro foi uma coleira. Os donos de animais de estimação adquirem esse produto com grande entusiasmo. Porém, os cãezinhos não demonstram a mesma animação por esse tipo de compra e, sem dúvidas, deixarão bem claro seu ponto de vista.

Por isso, é muito importante que a escolha do produto seja adequada e atenda as necessidades de seu pequeno amigo. Para atingir esse objetivo, vamos compartilhar a seguir alguns conselhos que podem ser de grande auxílio.

A coleira no cachorro

Veja a importância da coleira para os cachorros

Comprar a coleira de um animal de estimação é um dos momentos mais esperados quando você tem um novo integrante na casaPara consegui-la, você se dirige até o pet shop e ali, provavelmente, você fica alucinado com a grande variedade de modelos que estão à sua disposição: mais largas, mais curtas, com desenhos, de couro, do tipo de corrente.

Ao entrar e ficar vendo e analisando as diversas opções, você nem percebe o tempo passando. Depois de passar vários minutos na loja, é possível que o fato do vendedor ficar encarando comece a intimidar você e isso pode fazer com que acelere sua decisão e acabe por escolher o primeiro modelo que viu.

Porém não importa se perdeu muito tempo. O importante é que você escolheu uma coleira para seu novo amigo e, certamente, quando chegar em casa, vai mostrar a ele com grande alegria, colocará em seu pescoço e abrirá rapidamente a porta para sair rumo a um passeio.

Já na rua, depois de alguns minutos de caminhada, vai começar a perceber que o passeio não está acontecendo como o esperado. Seu cachorro pára, não dá bola para você e parece não aproveitar a aventura do jeito que você imaginava. Tudo começa a desmoronar. Então, você decide voltar para casa com uma grande frustração.

Já em casa, tira a coleira de seu animal e fica tentando descobrir que erro você pode ter cometido, pois existe uma grande distância entre as expectativas humanas e as caninas.

Essa distância, muitas vezes, pode levar à frustração e, quem sabe, a deteriorar a relação com seu animal de estimação. Todavia, isso não tem que ser assim.

A boa notícia é que é possível que seu cachorro aprenda a entender que a coleira é um elemento que ele precisa para ir passear. Com o tempo, provavelmente vai deixar de vê-la como um objeto ameaçador e sim como um artigo pelo qual pode desenvolver alguma simpatia. Contudo, para que isso aconteça, é necessário dar a ele o treinamento necessário.

Como escolher e começar a utilizar a coleira para os cachorros?

Aprenda a maneira correta de utilizar a coleira para os cachorros

Escolher a coleira e a guia para os cachorros não é uma opção de menor importância. Elas exigem  certa personalização e existem certos fatores que devem ser levados em consideração como a raça, o tamanho e a idade. Primeiro, você deve começar escolhendo a coleira adequada; um bom ajuste faz toda a diferença.

Se perceber que seu cãozinho está irritado, coloque a coleira pouco a pouco até que ele se acostume. Você se dará conta da mudança de atitude no momento em que observar que ele começar a prestar atenção em outra coisa.

Quando seu cachorro já estiver bem acostumado com a coleira, será a hora de colocar também a guia. O melhor é que comece a usá-la dentro de sua casa. Um bom exercício é fazer com que seu animal de estimação vá arrastando-a sem que ninguém a manipule ou retire.

Essa atividade deve ser feita apenas sob a supervisão de um adulto, uma vez que a guia pode ficar enganchada em algo e isso pode ser muito perigoso para seu cachorro. Lembre-se, ainda, que a guia escolhida não deve ser muito pesada. Pelo contrário, quanto mais leve seu material, melhor.

O passo seguinte será introduzir a guia durante uma caminhada. Os primeiros passeios deverão ser breves. Evite sobrecarregar a condução da guia, procure ser suave. Com o tempo, notará que seu cachorro irá progredir.

É nesse momento que você deverá recompensá-lo por seu ótimo comportamento. Pode fazer isso com uma grande variedade de elogios ou mesmo oferecendo algum de seus biscoitos favoritos.

Vá munido de muita paciência e não se esqueça: a guia de seu cachorro não tem que ser um dispositivo de direção, mas sim precisa ser uma verdadeira ferramenta de comunicação entre você e seu animal de estimação.

No caso de isso não funcionar e você não obtiver resultados positivos, não prossiga. Nesse sentido, o melhor que pode fazer é recorrer à ajuda de um profissional. Um treinador qualificado, nesses casos, sem dúvidas pode ser uma opção muito boa.