A linguagem corporal dos gatos, como eles se comunicam?

Os gatos se comunicam através da linguagem corporal, o que nos permite saber o que eles querem dizer. Através de um aceno de cabeça, da posição de sua cauda ou de sua postura, o gato se comunica conosco e expressa o que quer. Para te ajudar a identificar o que o seu bichano quer expressar, o Meus Animais compartilha agora com você alguns movimentos corporais dos gatos que podem lhe dar várias pistas.

Cabeça

A posição da cabeça de um gato nos diz várias coisas. Se a sua cabeça está esticada para a frente, ele está pedindo carinho. É também um sinal de confiança e de que está relaxado.

Mas, se o seu gato mantém a cabeça para baixo, puxa o queixo e evita contato com os olhos, ele está expressando falta de interesse.

Os olhos

A linguagem corporal dos gatos

As pessoas se encantam com o contato visual, para nós é amigável. Mas, para um gato, o contato visual prolongado pode ser um sinal mortal. É o caso clássico de quando várias pessoas estão em um local para uma ocasião social e, se há um gato, ele dará passeios constantes para observar os visitantes.

Mas por que os gatos não vão para as pessoas que gostam de gatos? A resposta está em seus olhos. Os amantes dos gatos, durante toda a reunião, estarão certamente olhando o gato, na esperança de que ele os procure. Portanto, com certeza eles vão notar o seu olhar.

Mas o contato visual para os gatos pode simbolizar uma ameaça, assim, ele evitará estes e seguirá para aquelas pessoas que não gostam de gatos, porque estas não o “ameaçam” com o olhar.

As pupilas dos olhos também transmitem parte da mensagem do gato. Além de se expandir e se contrair, dependendo da quantidade de luz em torno delas, a redução ou expansão indica o humor de seu felino.

Pupilas dilatadas indicam medo, conduta agressiva e leve emoção de ver o seu dono, um amigo felino ou até mesmo o seu jantar. O gato que sente medo irá expandir suas pupilas para melhor se concentrar nos detalhes e reduzir o risco de danos a essa parte do olho.

Orelhas

Se o gato está um pouco ansioso, suas orelhas se movem ligeiramente para trás e se achatam para baixo. Um gato temeroso baixa suas orelhas.

Se uma orelha está achatada e a outra não, é sinal de ambivalência e de que o gato ainda não tem certeza de como reagir ao que acontece ao seu redor. Normalmente, ele se retira brevemente para examinar a situação.

Bigodes e boca

O olhar dos gatos

Os bigodes servem não só para avaliar a proximidade dos gatos para com as coisas. Eles também são móveis e ajudam a indicar o humor do gato.

Em um estado normal de relaxamento “neutro”, permanecem um pouco de lado. Quando o gato se torna mais interessado em algo em torno dele, os bigodes movem-se para a frente.

As bochechas também parecem inchar. Se o gato está com medo, tira os bigodes de seu rosto para mostrar que não é ameaçador. Isso também faz com que o seu rosto pareça menor.

Um gato raramente usa a boca para sinalizar agressão. A boca aberta, bocejando, pode sinalizar que não há nenhuma ameaça. A boca rosnando significa que ele se sente ameaçado e está localizado na defensiva.

Alguns gatos mostram, muitas vezes, um pouco da língua. Isso parece mostrar relaxamento e bem-estar, ou que o gato estava interessado em algo. Os gatos podem lamber os lábios ligeiramente enquanto a comida é apresentada ou quando eles estão prestes a vomitar.

Cauda

A cauda, ​​para gatos, é um órgão de equilíbrio, leme e meio de comunicação. Quando ele está tenso, se sente ameaçado ou está com raiva, você verá que a cauda de seu felino estará posicionada de forma que ele possa parecer maior do que o agressor.

Por outro lado se a cauda estiver acima, isso indica que ele quer caçar e está atento a cada movimento que acontece ao seu redor. Finalmente, se você notar que sua cauda está abaixada, é sinal de calma e relaxamento.