A reação de um cachorro que não via seu dono há três dias

Sabemos que os caẽs geram vínculos muito fortes com seus donos, especialmente com aqueles que lhes alimentam e com quem compartilham mais tempo. A reação de um cachorro pode apresentar grandes sinais de afeição após alguns dias (às vezes apenas algumas horas) separados, então vamos aprender um pouco mais sobre essas reações e comportamentos.

Os cães são muito carinhosos, embora a forma como eles se manifestam vai depender muito da personalidade e educação do animal. Assim como existem cães que tendem a pular sobre as pessoas, outros se contentam em se aproximar e abanar o rabo em posição submissa.

Seja qual for a situação, é  muito agradável e gratificante ter um cachorro cheio de amor que recebe seu dono com toda alegria quando este está de volta em casa. Além disso, os cães sempre estão bem dispostos em nos receber.

No entanto, muitas das reações efusivas dos cães correspondem a estados de ansiedade ou estresse que vão sendo acumulados enquanto você não está em casa.

Portanto, apresentamos a vocês algumas situações em que você deve manter uma atenção especial ao seu bichinho.

 

O cachorro pode sofrer com ansiedade da separação

 

Comportamento gerado pela ansiedade nos cachorro

A ansiedade de separação é um estado de estresse que é experimentado pelos cães quando o dono está longe de casa, devido a uma sensação de abandono. 

Uma vez que os donos deixam a casa, mesmo que apenas por alguns minutos, o cão começa a demonstrar sinais de alarme.

Isso acontece com bastante frequência em animais de estimação que não estão habituados a ficarem sozinhos e sentem, ao estarem sós, que o dono não vai voltar.

Portanto, eles entram em um estado constante de desequilíbrio, que faz com que estejam sempre atentos à porta, perdem o apetite e desenvolvem personalidades compulsivas.

A ansiedade de separação pode ser tratada. No entanto, é melhor prevenir através da educação.

Para evitar que o seu cachorro sofra desta doença, o que você pode fazer é não deixá-lo sozinho por um longo tempo enquanto acostuma seu bichinho a ficar sem sua companhia, em determinados momentos do dia em que você precisa permanecer fora de casa (por exemplo, quando você está no trabalho ou estudando).

Comece treinando seu animal a ficar curtos períodos de alguns minutos sem sua presença e deixe-o com algo para que ele possa se entreter, por exemplo um brinquedo.

Aumente gradualmente o tempo que você fica fora até que o cão seja capaz de passar algumas horas sem sofrer um episódio de ansiedade.

Alto nível de excitação quando você voltar

Algo que demonstra que o seu cachorro esteve ansioso enquanto você não estave é quando ele te receba de uma maneira excessivamente animada quando você chegar em casa e, principalmente, se você tiver ficado  apenas um curto período fora de casa.

Quando isso acontece, o melhor é que você não estimule seu animal quando ele estiver muito animado.

É claro que, se você passou vários dias ou semanas desde a última vez que você viu seu animal, você vai querer demonstrar muito carinho, mas faça isso apenas quando tiver passado algumas horas; é melhor que você espere até que seu bichinho esteja calmo para cumprimentá-lo.

Parece um pouco cruel, mas quando entendemos um pouco mais sobre psicologia canina, entendemos que quando acariciamos e felicitamos nossos cães enquanto eles estão excitados, estamos insinuando que este é um estado de ânimo permitido, ou pelo menos normal.

Isso pode gerar um associação de que essa é uma forma correta de liberar o estresse produzido enquanto seu bichinho não está com você. É melhor que ele aprenda que ele deve manter a calma e que não há nada para temer quando você não estiver. 

 

Depressão
A depressão nos cachorro

Algo muito perigoso quando um cachorro não está acostumado com a ausência do dono, é que o animal pode cair em estados profundos de depressão ou anorexia, que podem ter consequências negativas para a saúde.

A depressão em cães é uma doença perigosa que pode afetar o sistema imunológico. Se você perceber que quando você não está, o cachorro deixa de se alimentar, o melhor é consultar um profissional para orientá-lo sobre como lidar com a situação.

No entanto, se estes episódios de ansiedade, estresse ou depressão não são comuns, e seu cão é geralmente tranquilo ,com exceção de episódios em que enfrenta ausências prolongadas, aproveite a recepção que seu bichinho está te oferecendo, tente acalmá-lo com carícias e mostre que você também estava com saudades.