O ABC das vacinas nos animais

Vacinas nos animais: quais são necessárias?

Uma das maiores preocupações das pessoas que adotam um bichinho é saber como seguir corretamente o protocolo das vacinas nos animais. É que os cães, assim como os gatos, têm muita facilidade para contrair infecções e doenças por estarem muito expostos ao exterior. Se você quer saber o que deve fazer sobre este assunto com o seu novo filhote, seja ele cão ou gato, continue conosco.

Nós, em Meus Animais, iremos lhe contar o que e como fazer. Mas primeiro vejamos por que as vacinas são necessárias.

O que são vacinas?

É uma injeção de microrganismos mortos que provoca uma resposta autoimune em seu animal. Quer dizer, é uma forma de prepará-los para infecções ou algumas enfermidades que eles possam vir a ter no futuro e que já são sabidas pelo conhecimento existente sobre cada espécie de animal e suas fragilidades.

Quais tipos de vacinas existem?

Vacinas nos animais: Cães

Cachorros no mato

Embora seja o veterinário quem irá determinar o calendário de vacinas nos animais de estimação, vamos listar algumas das mais comuns.

  • Tosse dos canis. Esta será uma das primeiras vacinas que deverá ser administrada em um cão, para sermos mais precisos entre os 15 e 30 dias de vida de seu cão. Essa vacina não é obrigatória para todos os cães (pergunte ao seu veterinário), mas será particularmente necessária para aqueles cães que conviverão ou estarão em contato com outros.
  • Parvovirose e destempero canino. Estas vacinas são essenciais para proteger a saúde e a vida de seu animal de estimação. A primeira dose será administrada entre 45 e 50 dias. A segunda entre 60 e 65 dias e a última dose aos 75 dias. Porém, estas vacinas serão administradas duas vezes ao ano durante o resto da vida de seu animal de estimação.
  • A vacina da raiva, antirrábica, será administrada 100 dias após o nascimento de seu filhote e terá que ser reaplicada a cada ano.
  • Composto para diferentes doenças. Esta vacina é composta de diferentes microrganismos que terão a capacidade de lutar contra diversas doenças, tais como: a gripe canina, a hepatite, o coronavírus e a leptospirose. Administra-se a primeira dose aos 60 dias, a segunda aos 75 e depois uma vez por ano durante o resto da vida do cão.

Vacina nos animais: Gatos

Gata e seu filhote

Estas são as vacinas necessárias e obrigatórias que você deverá administrar em seu gato:

  • A triplíce vacina felinaEsta é uma vacina obrigatória e que deve ser dada em seu gato aos 3, 6 e 12 meses de vida e que deverá ser repetida a cada ano. Ela tem a capacidade de lutar contra estas três enfermidades:
  1. Rinotraqueite Viral Felina;
  2. Calcivírus Felino;
  3. Panleucopenia Felina.
  • A leucemia é uma doença muito comum nos felinos, mas que pode ser prevenida através das vacinas e que ajudarão a proteger a saúde de seu animal de estimação. Ela deverá ser aplicada aos 4 e aos 5 meses de vida e, depois, aos 17 meses. Mas, a cada ano deverá ser administrada uma dose.
  • Antirrábica. Esta será aplicada aos seis meses de vida e depois também deverá ser reaplicada a cada ano.

Estas são as vacinas mais importantes que seu animal de estimação, seja ele cão ou gato, precisará, embora como já lhe dissemos será seu veterinário quem ditará o procedimento a ser seguido sobre as vacinas nos animais.

Ter um animal de estimação é mais que cobrir as necessidades físicas no que diz respeito a comida e a água, é cuidar dele, ser seu protetor, e as vacinas têm um papel muito importante nisso.

Não deixe passar muito tempo após adotar um filhote até levá-lo ao veterinário. O profissional lhe dirá quais as melhores vacinas para o seu animal de estimação. Embora isso tenha um custo adicional, com o qual você possivelmente não contava, ajudará a manter o seu novo amigo saudável e também evitará preocupações e gastos veterinários maiores no futuro.