Adoção: homem adota 10 cães idosos e um porco para salvá-los

adoção

Steve Greig quis levar a fundo uma grande missão: A adoção de cães que todas as pessoas rejeitam porque consideram que eles já não têm nenhuma esperança de vida.

A adoção, um costume em alta

Adotar animais de estimação e não comprar é algo que cada vez mais está chegando aos corações. Futuros donos de animais de estimação se oferecem para incorporar um animal de companhia a suas vidas diárias.

Não há dúvida de que adotar é um compromisso em que todos devemos pensar. É necessário para que a exploração animal desapareça, ou pelo menos diminua.

Há algumas condições que cercam a adoção e que não são muito aceitas pelas pessoas. Em muitas ocasiões, um cão ou um gato incapacitado é rejeitado. Às vezes porque chegaram na fase adulta e muitas pessoas pensam que nessas condições eles já não podem mais ser educados ou que não haverá o mesmo carinho.

A história de Steve Greig

adocao-de-caes-e-porcos-2

Fonte: www.masviral.net

Esta história começou quando, anos depois da inesperada morte de seu cão, Steve quis honrar a vida de seu falecido amigo. Ele fez isso com a adoção do cão “mais velho e menos adotável” do abrigo local.

Nesse momento, Greig chegou em casa com um pequeno chihuahua de 12 anos chamado Eeyore. O cão tinha problemas nos joelhos e um sopro no coração.

Quando nesse momento lhe perguntaram o porquê, Steve afirmou que se deu conta de que essa ação marcaria o resto da vida do animal. No momento da morte de um animal de estimação, a dor é tão forte que muita gente pode tentar evitar que ela volte a ocorrer de novo.

Mas o melhor, segundo Greig, é que um animal de estimação possa substituir o outro.

Cuidar de 10 cães, porcos e outros animais menores não é uma tarefa fácil. A atividade diária de Greig começa às 5 da manhã. É quando ele acorda para preparar o café da manhã para toda a tripulação.

Não é simples dar de comer a todos os seus animais. Entre outras coisas, porque vários destes animais de estimação têm dietas diferentes, por isso, são preparados dez alimentos diferentes. Além disso, também há os medicamentos.

Além da alimentação, seus dias também incluem passeios, horário de brincadeiras e diversos tratamentos médicos para os animais doentes. Temos que levar em conta que os cuidados cotidianos que o nosso animal de estimação recebe durante a juventude marcarão de forma determinante sua saúde na velhice.

As brincadeiras são importantes para que o cão mantenha a forma, e também para cuidar de sua saúde física e mental.

Exercícios para cães em idade avançada

Os cuidados cotidianos que um cão recebe durante sua etapa de filhote e posteriormente, vão marcar de forma importante sua saúde na velhice. Desta forma, os passeios diários são a chave para o bem-estar do animal, e esses passeios terão que ser mantidos quando o animal for idoso.

Os peritos recomendam para os cães idosos um mínimo de trinta minutos de atividade física por dia. As longas caminhadas são uma excelente maneira de se conseguir isso.

É importante saber que algum exercício moderado para o cão idoso pode lhe ajudar na prevenção de diferentes enfermidades degenerativas. É o caso da artrite, que afeta diferentes articulações de nosso animal.

A atividade física também vai reduzir o risco de que o animal venha a sofrer de sobrepeso ao longo de sua velhice.

A alimentação que o cão recebe ao longo de sua vida também tem um papel importante em sua saúde.

Temos que considerar que os cuidados para com os animais idosos começam a partir do nascimento. Embora o cão possa vir a ser adotado por outra pessoa, a alimentação e as medidas preventivas de saúde que desenvolvemos desde que o cão é um filhote vão influenciar também sua expectativa de vida.

A dieta de um cão tem que ser adaptada a sua idade. Entre outras coisas, porque o corpo de um cão idoso trabalha em um ritmo menor do que o de um peludo jovem. Sua comida deve conter uma menor contribuição calórica, já que a atividade física é reduzida.

adocao-de-caes-e-porcos-3

Fonte: www.masviral.net

A adoção de cães idosos e a comida preparada

As rações secas e as rações em latas para cães idosos possuem as recomendações para estes animais. Estas oferecem um alimento específico, pobre em calorias e rico em fibras, que lhes sacia.

Estes alimentos preparados específicos para cães idosos são frequentemente ricos em proteínas, com a finalidade de combater a perda de massa muscular que sempre aflige o cão idoso.

Fonte das imagens: www.masviral.net