Alguns anjos não têm asas, têm quatro patas

Anjos de quatro patas

Por muitas de suas qualidades e características, nossos amados animais de estimação podem ser considerados verdadeiros anjos de quatro patas. Mas não são qualquer tipo de anjos. São nossos anjos pessoais. Nossos anjos da guarda.

Os anjos de quatro patas não discriminam

Filhote de gato

Nossos amigos de quatro patas nos amam sem ressalvas e não conhecem o significado do verbo discriminar. Diferente de muitos humanos, os animais:

  • No aspecto físico. Não se importam se somos bonitos ou feios, gordos ou magros, brancos ou negros.
  • Em assuntos materiais. Para eles é indiferente se possuímos uma fortuna ou não temos um centavo, se vivemos em um palacete ou em um apartamento.
  • Idade. O amor de um animal de estimação não faz diferença entre crianças, jovens ou idosos.
  • A nível de estudo. Não nos tratam diferentes porque somos diplomados ou pedreiros, taxistas ou poetas.
  • Nas escolhas pessoais. Não levam em conta nossa religião, orientação sexual ou filiação política. Tampouco nossos gostos em matéria esportiva, artística ou de gastronomia.
  • Em incapacidades físicas e mentais. Não nos amam menos se caminhamos com dificuldade ou demoramos mais tempo para entender as coisas.

Até que você não tenha amado um animal, uma parte de sua alma permanecerá adormecida. ”

– Anatole France-

Os animais de estimação fazem nossa vida melhor

Estes anjinhos de quatro patas, definitivamente, são incondicionais em seu amor para com os humanos e têm a capacidade de alegrar a nossa vida e de nos tornar pessoas melhores. Comprovou-se que, quem convive com animais, é mais saudável e feliz.

É que, entre tantas outras coisas, estes bichinhos:

  • Permitem que nos esqueçamos de um dia ruim, nos recebendo com a maior alegria do mundo quando chegamos em casa.
  • Percebem quando algo não está bem e ficam ao nosso lado para nos consolar e nos acompanhar.
  • São verdadeiros curadores. Ajudam-nos a nos recuperar de doenças físicas e emocionais.
  • Favorecem nossa atividade física e nos liberam do isolamento. Um bom passeio com um animal de estimação é uma boa forma de fazer exercícios e de conhecer pessoas.

Anjos terapêuticos

É tanto o bem que estes anjos de quatro patas fazem aos humanos, que cada vez mais eles são utilizados como animais de assistência e terapia. Por exemplo, os cães são utilizados para:

  • Acompanharem pessoas surdas, cegas e com dificuldades motoras;
  • Alertar aos seus donos sobre hipoglicemias e convulsões;
  • Assistirem a pacientes autistas e com outros transtornos psicológicos;
  • Diminuem os níveis de violência e isolamento nos centros penitenciários;
  • Contribuem com o desenvolvimento de habilidades cognitivas nas crianças;
  • Visitam doentes nos hospitais e idosos em residências geriátricas.

Onde habita a felicidade

Nossos fiéis amigos parecem sempre nos recordar que o mais importante da vida está nas pequenas coisas, aquelas coisas todas que cantam os poetas.

Se nos perdermos em um mundo dominado pelo consumismo, a imagem e as posses materiais, estão ali esses anjos para nos fazer entender que a felicidade pode ser sinônimo de uma brincadeira compartilhada, de um passeio pelo parque ou de uma sessão de carícias na barriga.

Assim, se você chegar ao seu lar abatido por uma realidade desumana, o melhor a fazer é abraçar seu peludo para voltar a encontrar o seu eixo.

Adote um anjo de quatro patas

Cão e bebê

Autor: Freebird

Se você não tem um animal de estimação, considere seriamente a possibilidade de adotar um. Os benefícios – no melhor sentido da palavra – serão muitos e mútuos.

Adotar um cão tornará a sua vida melhor e você estará contribuindo para dar uma oportunidade a um animal abandonado, que só tem amor para dar, de ter um lar e uma família, e o conforto que isso traz.

Você logo se dará conta disso quando o seu novo amigo saltar de alegria sobre você, chacoalhando o rabo. Ou quando ronronar feliz em seu colo.

Anjos imperfeitos, mas adoráveis

Para muitas pessoas, os animais de estimação são muito mais do que isso. Formam parte de sua família e, em algumas ocasiões, são sua única família.

Mas tampouco é questão de andar idealizando. Nossos queridos peludos não são perfeitos. Mas quem é nesse mundo? E embora até os mais educadinhos tenham seus caprichos, suas manhas de criança e seus costumes, sempre as virtudes superam amplamente os defeitos.

Por isso, não é exagerado dizer que alguns anjos não têm asas, mas sim têm quatro patas. Nossos animais estão ao nosso lado sempre: amorosos, fiéis e incondicionais.