Alternativas para o que fazer com o seu cão quando você for sair de férias

Se você está planejando suas próximas férias e ainda não resolveu o destino de seu animal de estimação durante esses dias, neste artigo compartilharemos algumas opções para que você decida o que fazer com o seu amigo peludo.

Há muitas opões, desde alojamentos ou hotéis para que ele possa esperar por você até que regresse, até uma opção mais simples, como a de ficar em casa sob o cuidado de um familiar, vizinho ou amigo.

Vamos saber mais.

Vamos sair de férias, o que fazer com o nosso cão?

Animais e férias

Na hora de desfrutar de suas merecidas férias, se você tem animais de estimação em casa, seguramente, já deve ter se perguntado umas mil vezes o que fazer com eles.

Nos últimos anos, muitos donos têm mudado sua forma de agir e, em vez de deixá-los em casa, optam por levá-los.

Atualmente, muitos destinos caracterizam-se por serem “pet friendly” e presenteiam os nossos pets e seus donos com as melhores acomodações.

Por isso a ideia de que os cães não viajem com seus donos já não é tão provável. Ainda que sempre haja exceções.

Se você acostumar o seu cão a viajar com você, não terá dificuldades. As companhias aéreas permitem que você viaje com o seu animal e muitos hotéis também permitem que você se hospede com eles sem inconvenientes, além de praias e restaurantes onde eles são bem-vindos.

A lista de opções é ampla e diversa, e pode ser escolhida não só segundo gostos e necessidades, mas também de acordo com o orçamento da cada um.

Em caso de você decidir viajar com o seu cão, é aconselhável que, primeiro, pesquise se no destino poderá encontrar lugares que o aceitem.

Se você for viajar de carro, provavelmente seu cão já esteja acostumado a viajar. Se não for o caso, semanas antes da viagem, organize pequenas saídas, leve-o com você e avalie quão bem ele se comporta dentro do carro.

Se você for viajar de avião, saiba que muitas empresas aéreas oferecem o serviço de transporte em cabine. Esta opção é ideal se você tem um gato ou cão de pequeno porte.

Ele poderá viajar com você, dentro da caixa de transporte ou gaiola, embaixo de seu assento.

Averigue se a companhia aérea na qual irá viajar oferece este serviço e se inteire de quais são os requisitos, não só da empresa, mas também da localidade a qual se dirige.

Muitas companhias de aviação costumam solicitar aos donos a caderneta de vacinação e atestado de saúde expedido pelo veterinário e, em caso de viagem ao exterior, também do organismo internacional competente.

Em geral, eles podem ser transportados na cabine, dependendo da aeronave são permitidos até dois animais de estimação por voo e eles devem pesar até 6kg, com a caixa de transporte incluída.

As exceções são os cães braquicéfalos, que as empresas aéreas não permitem serem transportados por razões de saúde do animal.

A outra opção é que o cão viaje no depósito do avião, mas esta alternativa, se o animal não estiver acostumado, pode ser muito estressante.

Pesquise quais são as dimensões da caixa de transporte ou gaiola permita pela sua companhia aérea e quais são os requisitos e, em caso de viagens para fora de seu país, também a do lugar de destino.

Se escolher esta alternativa, o melhor é que faça todos os trâmites com bastante tempo.

 E se o deixarem em casa…

Cão em casa

Uma das opções mais comuns a qual recorrem os donos de animais de estimação é deixar o pequeno (ou bem grande!) peludo em casa.

Esta alternativa é recomendável desde que tenha alguém que vá visitá-lo, pelo menos, a cada dois dias e que possa oferecer não só o cuidado com a alimentação e água limpa, mas que também possa passear e dar continuidade à rotina de exercícios do animal.

Além disso, é claro, oferecer amor e muito carinho, já que os cães, quando ficam sozinhos, sentem muito a falta de seus donos e podem chegar, até mesmo, a ter depressão.

Se você optar por esta alternativa, escolha uma pessoa que você saiba que é responsável e que conheça o seu cão tão bem quanto você.

Finalmente, se o seu cão for ficar em sua cidade, você poderá levá-lo à um albergue ou hotel para cães. Já faz alguns anos que muitos locais oferecem este serviço de alojamento para animais de estimação. No geral, muitos oferecem um serviço de hospedagem exclusivo para cães.

Nesse tipo de estabelecimento, seu pequeno amigo, talvez, possa estar em contato com outros animais ou não. Depende do serviço.

Em alguns lugares, os animais dormem em jaulas, mas isso já não é mais uma tendência. Hoje em dia é muito comum que os alojamentos de animais de estimação funcionem como se o cão estivesse em sua própria casa.

Isto é, que conviva no mesmo espaço que seus cuidadores temporários, que irão se encarregar de cumprir com o animal a mesma rotina que o dono.