O amigo de quatro patas

amigo de quatro patas

Entre os aspectos nos quais a Espanha está atrás de muitos países da Europa, está a integração dos cães na vida social diária dos humanos. Em outros países, é habitual entrar em alguns locais e ver como as pessoas desfrutam de algum petisco, jantar ou de algumas bebidas na companhia do amigo de quatro patas. Também o transporte público não restringe a entrada com animais, ônibus e metrô não são de uso exclusivo dos humanos.

Europa e o amigo de quatro patas

Bons exemplos da integração de cães na vida social dos humanos são o da França, da Suécia, da Bélgica e da Alemanha, onde se pode viajar com o animal em transporte público sem importar o tamanho dele. Na Espanha, o normal é que haja muitas restrições, principalmente quando o animal passa dos 10kg.

Pouco a pouco vamos observando alguns passos sendo dados na direção da incorporação de nossos animais de estimação à vida diária. Há um movimento denominado “dog friendly”, chamado assim porque cada vez é maior o número de hotéis, restaurantes, bares, barbearias e outros estabelecimentos que estão se posicionando a favor de uma vida compartilhada com os nossos fiéis amigos, sem colocarem muitos impedimentos.

Limitações à nossa vida diária

amigo de quatro patas

Quando nos dispomos habitualmente a realizar alguma atividade, temos que escolher entre sair com os nossos amigos, namorado, etc., ou ir com o nosso animal de estimação ao parque, ao campo, etc. São dois tipos de atividades diferentes. Felizmente, cada vez é maior o número de lugares que se juntam à lista de estabelecimentos onde são bem-vindos os donos e os cães, inclusive oferecendo aos cães uma boa vasilha de água fresca como boas-vindas.

Busca nas redes sociais

Na Internet já há várias páginas onde se pode encontrar informação sobre os lugares onde podemos ir com o nosso amigo de quatro patas, que admitem e tratam bem os nossos cães, e também conselhos de usuários e especialistas para escolher o estabelecimento correto.

O número de pessoas que decidem ter um amigo de quatro patas em casa é cada vez maior e, embora ainda na Espanha se restrinja muito o número de lugares onde podemos deixar os nossos amigos livres para brincar e correr, existem muitas pessoas que cada vez mais lutam para conseguir avanços nesse sentido.

O exemplo de Málaga

Na Prefeitura de Málaga, foi publicado um Regulamento sobre o Bem-estar e Amparo Animal, que atualizará a normativa municipal no âmbito da integração dos cães na vida diária da cidade e que colocará em prática os novos projetos, os quais o conselho diretivo da cidade está trabalhando, especialmente os relacionados com cães e os gatos.

Entre as novidades mais importantes que este projeto engloba está a modificação da normativa, que passa a permitir o acesso com o animal de estimação aos locais onde não fizerem uma proibição expressa, assim como aos ônibus urbanos e ao metrô.

Quando se superar essa fase de rascunho, a normativa continuará os trâmites necessários para sua entrada em vigor. Estima-se que esteja disponível já a partir de janeiro do próximo ano. Esta normativa está reunindo os critérios que a Prefeitura trabalha ultimamente, para que Málaga seja uma cidade amiga dos animais, que eles sejam protegidos pelos cidadãos, e também para que a cidade tenha uma legislação que reúna todos os direitos dos animais.

Outra medida importante é o chamadocenso genético”, que será um suporte importante para proteger melhor os nossos cães, assim como ensinar as boas práticas aos donos na hora de retirar os excrementos da via pública, a modificação das condições para o acesso dos animais de companhia aos estabelecimentos públicos, hotelaria, restaurantes, bares, botequins e aqueles outros estabelecimentos onde os humanos consumam bebidas e comidas.

cachorro

Autor: Daisyree Bakker

Algumas exceções

Entre as exceções a estes avanços da Prefeitura de Málaga está o caso daqueles negócios e estabelecimentos dedicados à elaboração, venda, armazenamento, transporte ou manipulação de alimentos ou bebidas, que podem proibir expressamente a entrada com animais de companhia.

Nos casos do transporte público, os animais de companhia poderão acessar junto com seus donos à Empresa Malaguenha de Transportes (EMT) e ao metrô, segundo as normas e procedimentos que estas empresas decidam. Para os táxis de Málaga, seus titulares poderão aceitar de forma individualizada a presença dos animais de estimação.