O que fazer se o seu animal sofrer uma descarga elétrica

A eletricidade é perigosa, especialmente se na casa há cães e gatos jovens que costumam ser uns mastigadores incorrigíveis.

A seguir, compartilharemos algumas dicas que foram publicadas em diversos lugares e que servem para evitar qualquer tipo de incidente. Assim, você saberá o que deve fazer caso o seu animal de estimação sofra uma descarga elétrica e, também, como diminuir os riscos de que isso aconteça.

Com o que você deve ter cuidado

Um cão ou gato que fica perto de uma fonte de energia elétrica poderá vir a sofrer uma descarga elétrica. Se o animal morder os cabos, poderá apresentar convulsões e até morrer.

Uma das causas mais recorrentes pelas quais os animais sofrem uma descarga elétrica, se relaciona com a mastigação de fios e cabos.  

O que fazer se o seu animal de estimação sofrer uma descarga elétrica

Cachorro

Não toque no cão ou no gato, sobretudo se o animal estiver rígido. Lembre-se que você também poderá receber uma descarga elétrica e que ela poderá ser fatal. Então, faça o seguinte:

  • Desligue a eletricidade

Se você não puder desligar a corrente elétrica, use um cabo de vassoura, de madeira (ou outro objeto longo, não condutor de energia), para mover o cão ou gato a uma boa distância da fonte de eletricidade e de qualquer líquido.

  • Verifique o pulso e a respiração do animal, proporcionando-lhe respiração artificial, se for necessário.
  • Se a boca do cão ou gato estiver queimada, use compressas frias para amenizar a dor.

Tão logo o animal pareça ter se recuperado:

  • Leve-o ao veterinário imediatamente.
  • Monitore a respiração e o pulso do animal com regularidade, durante 12 horas.

Inclusive se o seu cão parecer ter se recuperado por completo de uma descarga elétrica, é vital que você o leve ao veterinário. Os danos internos, os golpes e a acumulação de líquido nos pulmões podem não ser visíveis exteriormente, mas podem causar sérios problemas horas depois do acidente.

Que outros fatores podem motivar as descargas elétricas?

  • Outra causa que poderá ocasionar uma descarga elétrica, é quando o macho urina em uma fonte de alimentação ou de energia elétrica. Essa situação poderá causar uma descarga elétrica.
  • Outro motivo pode ser o fato do animal ser atingido por um raio.

Para evitar este tipo de situações o melhor é a prevenção

A eletricidade sempre deve ser tratada com cuidado. Se você tem um cão ou gato inquieto e muito, muito curioso, você deverá tomar as medidas adequadas para mantê-lo protegido no lar.

  • Nesse sentido, cubra os cabos de alimentação e, se for possível, borrife-os com algum composto de sabor amargo para dissuadir os filhotes e os mastigadores.
  • Se seu cão ou gato é muito jovem ainda, nunca o deixe sozinho em uma casa onde há cabos de alimentação descascados, ou desligue-os da tomada.
  • Examine o seu ambiente e recolha todos os cabos elétricos que estejam jogados. Coloque-os fora da visão de seus animais, como por exemplo, atrás dos móveis, entre outros lugares.
  • Desligue sempre os aparelhos elétricos da tomada quando você não estiver utilizando. Não esqueça que não é só o mais seguro a fazer, mas isso também ajudará você a economizar algum dinheiro e preservar a vida de seus animais.

Cão de olhos fechados

Outras considerações

  • Durante o Natal, tenha muito cuidado com as luzes que você utiliza para enfeitar a sua árvore e a sua casa. Leve em conta que, como já mencionamos, os animais podem morder os cabos elétricos, sofrer queimaduras na língua e em outras partes da boca.

Os animais também podem desenvolver uma acumulação de líquido dentro de seus pulmões, como resultado da descarga elétrica. Essa acumulação pode ocasionar uma insuficiência cardíaca, que se conhece como edema pulmonar não cardiogênico. Isso conduz a problemas respiratórios e pode até mesmo ser fatal.

  • Quando os animais se queimam, além de sentirem uma dor aguda, o tecido chamuscado também fica em risco de contrair alguma infecção.

Se o seu animal de estimação mastigar um fio elétrico e suas queimaduras forem bastante profundas, ele terá que ser hospitalizado para receber atenção e, talvez, tenha que utilizar uma sonda temporariamente para se alimentar.

  • Quando os animais mastigam cabos elétricos, não só põem em risco a vida deles, mas também a sua e a de sua família. Pode ser perigoso para todos os que habitam o lar, já que essa situação pode produzir um curto-circuito e causar um incêndio.

Como já mencionamos, se você notar que o seu animal de estimação recebeu uma descarga elétrica em uma corrente de luzes de Natal ou em qualquer outro cabo elétrico, desligue o fio, ou cabo, de forma segura, mas não toque no seu animal.

Uma vez que você tenha desligado a eletricidade, leve-o com urgência ao seu veterinário.

Créditos da imagem destacada: Rodrigo Soldon 2.