Argentina, o país com maior número de animais de estimação por habitante

Argentina

A Argentina não se destaca apenas por ser a pátria de Che Guevara e de Lionel Messi. Também ostenta o recorde de ser o país com maior número de animais de estimação por habitante. Segundo os resultados de um estudo realizado pela empresa GFK, 80% dos entrevistados afirmou que tem pelo menos um animal doméstico. Trata-se de uma média muito superior aos 56% da população global que se estima possuir animais de companhia.

Os argentinos são mais “cachorreiros” e preferem os cães aos gatos

os-cães-odeiam-os-abraços

A pesquisa foi feita em 22 países e foram consultadas 27 mil pessoas. Entre suas conclusões, podemos destacar:

  • Depois da Argentina, as nações que mais animais possuem são o México (79%), Rússia (73%) e EUA (7O%).
  • A Argentina também lidera entre as nações que escolhem ter cães como animais de estimação. 66% das pessoas que possuem animais de companhia optam pelos cães.
  • A preferência pelos cães se repete nas demais nações latino-americanas. É o caso do México (64%) e do Brasil (58%). A metade dos norte-americanos com animais de estimação, por sua vez, também os escolhem.
  • Os lugares com maior quantidade de felinos domésticos por habitantes são a Rússia (57%), França (41%) e EUA (39%). Além disso, em linhas gerais, os europeus costumam se inclinar mais para os gatos como animais de estimação.

A Argentina é o país com maior número de animais de estimação por habitante, de acordo com o resultado de uma pesquisa realizada a nível global. 80% dos entrevistados declarou ter um animal de companhia e, desta percentagem, 66% preferem os cães.

Os países asiáticos, entre os que menos animais de estimação possuem

Entre outras informações obtidas por esta pesquisa global, há alguns dados curiosos. Por exemplo:

  • Três países asiáticos se localizam entre os que menos quantidade de animais de estimação por pessoa possuem: a Coreia do Sul (31 %), Hong Kong (35 %) e Japão (37 %).
  • A China é o lugar onde os peixes são mais populares como animais de companhia. 17% dos entrevistados declarou tê-los em casa. Assim como 16% dos habitantes da Turquia e 15% dos da Bélgica também declararam terem peixes como animas de estimação.
  • 1 em cada 5 pessoas residentes na Turquia afirmou optar pelos pássaros como animais de estimação, assim como 11% dos habitantes da Espanha e do Brasil.

Outros dados sobre a Argentina, o país com maior número de animais de estimação por habitante

O recente estudo da GFK deve ratificar uma pesquisa realizada cinco anos antes, pela empresa Millward Brown, na América Latina.

Naquela ocasião, concluiu-se que a Argentina era o país dessa região com maior quantidade de animais de estimação, já que 78% dos entrevistados tinha declarado ter um (63%, cães e 26% gatos).

Para chegar a esta conclusão, foram entrevistadas 1,5 mil pessoas entre 18 e 65 anos, nas cidades de Buenos Aires, Córdoba, Rosário e Mendoza, assim como em diferentes localidades do subúrbio portenho.

Entre os dados dessas entrevistas se destaca que:

  • 1 em cada 3 lares onde os moradores optaram por cães, possuem mais de um exemplar.
  • A metade dos gatos domésticos divide o lar com um cão.

Os argentinos preferem adotar seus animais de companhia

curiosidades-sobre-os-coelhos-2

Além da boa notícia de que a Argentina é o país com maior número de animais de estimação por habitante, há outros dados bastante positivos, como o de a maioria dos consultados considerar que os animais domésticos são um membro a mais de sua família. E também se prioriza a adoção sobre a compra de animais de raça.

Assim, 76% dos cães e 90% dos bichanos chegam às casas argentinas como um presente ou porque foram recolhidos da rua.

Mas, como nada é perfeito, continuam sendo muito baixas as percentagens de esterilização de animais de estimação.

Sem dúvida, educar e conscientizar neste sentido é una tarefa que requer grandes esforços a nível global para evitar a superpopulação e o abandono de animais domésticos.