As raças de gato mais originais

Os gatos em geral são animais cativantes. São cercados de assuntos místicos, o que tem valido a eles lugares privilegiados dentro da mitologia ou da superstição. Sejam representantes do bem ou do mal, os gatos nos fascinam desde sempre. A seguir trazemos para você uma lista com algumas das raças de gato mais originais:

Raças de gato:

Bobtail Americano

Proveniente do cruzamento do Lince pardo de cauda curta e o Siamês, o Bobtail é uma raça que se originou nos Estados Unidos, aproximadamente nos anos 60.

Esta raça se caracteriza por ter um corpo alongado, largo e robusto, com ombros quase tão largos como os quadris, tendo, além disso, as patas traseiras um pouco mais largas do que as dianteiras, o que lhes dá uma estrutura um pouco similar à dos coelhos.

Entretanto, a característica mais importante dos Bobtail é a sua cauda, que pode chegar a ter até um terço do tamanho da cauda de um gato comum, além de ser um pouco cheinha.

São gatos muito brincalhões, com uma infância que se estende por quase três anos, também se caracterizam por ser extremamente inteligentes, sendo capazes de se virar pra entrar em qualquer lugar, mesmo em espaços reduzidos ou  fechados.

A raça sofreu diferentes cruzamentos com o propósito de  aperfeiçoá-la, em especial para evitar os problemas da coluna espinhal, que se associam aos animais de cauda curta ou inexistente.

É um gato amoroso, inquieto e divertido, que não demanda muita atenção por parte dos seus donos e não é comum miarem com frequência.

Munchkin

Raças de gato

Esta raça de gato é muito particular, é inconfundível pois graças a uma mutação natural, desenvolveu patas muito curtas, que não lhe impedem de pular ou correr com a agilidade das demais raças felinas.

Embora se registrem casos de gatos de patas curtas em diferentes parte do mundo, não se documentou em profundidade este fenômeno, pelo menos, até a década de 80 e 90, quando esta raça foi reconhecida.

O Munchkin é um gato pequeno, que rara vez passa dos 4kg, suas patas costumam estar ligeiramente inclinadas, as patas traseiras um pouco mais do que as dianteiras.

São definidos como filhotes eternos, um gato muito ativo, brincalhão e muito afetuoso, que tende a desenvolver fortes vínculos com os seus donos, chegando a desenvolver ansiedade quando são deixados sozinhos por períodos prolongados de tempo.

American curl

Esse é um gato com um aspecto muito doce, em especial por seus grandes olhos e orelhas curvadas. Se popularizaram muita graças a essa característica e cada vez são mais frequentes de se encontrar.

Tem um tamanho médio, de corpo semipesado (similar ao Maine Coon), embora não musculoso. Em geral, desenvolve uma pelagem abundante, em especial na cauda, que varia entre o longo e o semilongo.

É uma raça relativamente nova, criada na década de 80, resultando ser um gato muito ardiloso, mas também dócil e gentil, que o faz muito bom para a convivência com outros animais. Também é pouco ativo, embora desfrute dos espaços exteriores.

A herança do cruzamento de gatos mestiços faz que essa raça seja muito pouco propensa às enfermidades, embora requeira escovação para evitar problemas de pele ou a produção de bolas de pelo no aparelho digestivo.

Scottish Fold

Raças de gato Scotish Fold

O Fold escocês é um gato de médio porte e de uma proeminente musculatura. Sua característica principal é sua cara redonda, nariz chato e orelhas dobradas, atualmente encontram-se muito procurados, pois têm uma aparência muito doce.

Apesar de ter um aspecto bastante terno, o Scottish Fold é um gato forte com grande instinto caçador. Assim como outros gatos de companhia, eles são muito apegados ao dono. São confiantes e intimidam pelo seu tamanho.

Quando estão bem socializados podem ser bons companheiros junto a outros animais, embora não seja recomendável tê-los junto de animais que são predadores. São, além do mais, calmos e não costumam ser muito ativos, por isso tendem à obesidade.