Até que a morte nos separe, ou não… É permitido enterrar donos e animais de estimação juntos

enterrar donos e animais de estimação juntos

Ter um animal de estimação é como aumentar a família, ter um membro a mais. O amor que chegamos a lhes dar é mais do que jamais imaginamos ser possível.

E eles nos amam e nos mostram lealdade sem limites. Por isso, a morte de um animal de estimação pode ser um golpe muito duro. E para eles acontece o mesmo que conosco quando eles perdem seus donos. Este artigo fala de uma nova lei criada em Nova Iorque: enterrar donos e animais de estimação juntos, isso em breve será possível.

Dizem que a morte é natural, mas por que sofremos tanto por ela, então? Por que queremos estar perto de nossos entes queridos por toda a eternidade? Quem tem um animal de estimação gostaria que ele pudesse ser enterrado no mesmo túmulo da família.

Isso foi o que pensou o governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo.

Uma nova lei, enterrar donos e animais de estimação juntos

cao-tumba

Segundo Andrew Cuomo, para os nova-iorquinos, os animais de estimação chegam a ser um membro a mais da família, portanto, a permissão para que eles sejam enterrados juntos de seus donos, ou vice-versa, não deveria surpreender tanto. De fato, estima-se que mais de 60% de nova-iorquinos têm algum animal de companhia.

A ideia é que os cemitérios de animais de estimação permitam enterrar as cinzas dos donos com seus animais. Mas esses cemitérios não poderiam cobrar cotas separadas. Tampouco poderiam começar a oferecer enterros para humanos.

Com a negação de taxas extras, ficou garantido que esta nova legislação não prejudicaria os cemitérios de pessoas e nem se transformaria em uma faca de dois gumes.

De onde surgiu a ideia de enterrar donos e animais de estimação juntos?

A ideia surgiu das crescentes solicitações de alguns nova-iorquinos de que esta pudesse ser uma decisão pessoal e viável. Seria um modo de reconhecer a relação tão estreita que os donos e seus animais de estimação têm.

O índice de animais de estimação é muito elevado, pois, enquanto em Nova Iorque vivem 8,5 milhões de pessoas, há 1,1 milhões de animais de estimação, pelo menos recenseados.

Mas parece que isso não é totalmente uma novidade, já que, no Cemitério de Animais de estimação Harstdale, eles afirmam que permitem que isso seja feito desde 1920. Provavelmente, não era um fato muito conhecido, mas sim permitido. De fato, em 2011, um dos policiais falecidos da cidade foi enterrado junto a seu cão.

Nova Iorque deixa claro que enterrar donos e animais de estimação juntos é possível

cao-com-tumor-cerebral

Fonte: Facebook da fotógrafa Jen Dziuvenis

Nova Iorque não é o único Estado americano que oferece essa possibilidade. Na Virginia, já há cemitérios de animais de estimação junto aos de pessoas, e, na Pensilvânia, permitem que uma pessoa seja enterrada junto a seu amigo animal sem a necessidade de cremação de nenhum dos dois.

Muitas pessoas, antes de morrer, pedem para serem enterradas com seu marido ou esposa ou com qualquer outro membro da família, por que não podemos optar então que esse membro da família seja o nosso animal de estimação? De fato, há muitas pessoas, possivelmente as idosas ou solteiras, que não têm mais ninguém. O único membro de sua família é seu animal de estimação. Por que não poderiam ficar juntos para sempre?

Parece que o governador de Nova Iorque sabe muito bem disso e, portanto, criou esta nova lei que permitirá enterrar donos e animais de estimação juntos. Pelo menos por enquanto não será como na Pensilvânia, já que a legislação exige que ambos os restos mortais estejam separados. Quer dizer, ambos cremados e em urnas diferentes.

Será que isso marcará a base para que se possa fazer o mesmo em outros países? É possível. O tempo o dirá.  E você, gostaria de ser enterrado junto ao seu animal de estimação?

Cada vez há mais e mais cemitérios de animais de estimação e são muitas as opções que se pode escolher para eles: cremação, enterro, diferentes urnas para as cinzas e jazigos exclusivos, será que aqui também logo será possível ser enterrado junto aos pets? Veremos…