Azeite de dendê: Evite produtos que o contenha!

azeite de dendê

Azeite de dendê, ou óleo de palma, é um dos ingredientes de muitos produtos. Cozinhar e limpar são duas atividades delicadas, já que muitos ingredientes de alguns produtos podem ser prejudiciais para a saúde, como é o caso do azeite de dendê, do qual falaremos neste artigo, não só pelo mal que causa às pessoas, mas também aos animais.

A seguir, você irá saber tudo o que está relacionado com este azeite e o porquê ele pode ser tão perigoso.

Azeite de dendê: um produto que atenta contra o meio ambiente

Leoa e filhote

Em primeiro lugar, é importante assinalar que este produto foi obtido do mesocarpo da fruta de dendê, gerando tanto êxito que hoje em dia é um dos ingredientes principais de muitíssimas coisas que consumimos, desde detergentes até cosméticos, por isso se trata de um negócio muito lucrativo.

A partir disto se gerou um terrível fenômeno, assim como muitos opositores ao azeite de dendê.

É que por ser uma matéria prima de altíssima demanda, para se obter uma produção que seja a mais rentável possível, os produtores optaram por desmatar florestas inteiras para poder multiplicar as plantações do coqueiro de dendê , de onde se extrai o azeite, e desta forma ganhar muito mais dinheiro com a extração.

Como é de se supor, este é um fato que atenta contra o direito dos animais, não só por colocar em risco a vida deles, mas também porque o desmatamento está destruindo o habitat natural de muitos animais por razões econômicas que, no final, acabam sendo igualmente prejudiciais para a saúde dos consumidores.

Um dos casos mais conhecidos é o da Indonésia, onde grande parte de suas florestas tropicais foram destruídas para a extração do dendê, o que ajudou a acelerar a mudança climática e a colocar ainda mais em risco a vida do orangotango e do tigre de Sumatra, ambas são espécies em vias de extinção.

Efeitos nocivos contra a saúde

Segundo diferentes especialistas em medicina, este é um produto que pode causar danos tanto à vida dos seres humanos quanto dos animais, já que conta com uma altíssima concentração de gorduras saturadas que não fazem nada mais do que aumentar os níveis de colesterol no corpo, o qual pode causar enfermidades cardiovasculares.

Mais grave do que tudo o que foi mencionado é que quem é mais suscetível a tudo isto são as crianças e os animais domésticos, como os cães e os gatos, já que não contam com as mesmas características do organismo de uma pessoa adulta.

Também, este azeite é comumente encontrado em produtos de limpeza como sabões, cujo uso prolongado também pode trazer problemas para a nossa saúde e a de nossos bichinhos.

Alternativas ao azeite de dendê

Considerando que o dendê é um ingrediente em diferentes tipos de produtos, há quem assegure que selecionar uma alternativa é algo virtualmente impossível, entretanto, isto não é bem assim.

Cachorro dormindo

O uso mais comum do azeite de dendê se encontra, sem sombra de dúvidas, nos alimentos, desde produtos untados e pré-cozidos até bolachas e outros tipos de aperitivos. Se você quer substitui-lo por produtos muito mais saudáveis, estes são os mais recomendados:

  • Azeite de oliva: não somente é delicioso e saudável, mas também pode ser utilizado em diferentes tipos de comidas, pode ser consumido por seu cão ou gato, já que é bom para a saúde deles também.
  • Óleo de coco: pode ser usado para substituir a margarina e também na alimentação de seus animais domésticos, já que melhora a pelagem de uma maneira inigualável.
  • Azeite de hortelã: conta com uma inumerável quantidade de benefícios para a saúde e é espetacular para o esfriamento do corpo de seu cão quando ele tiver feito muito exercício.

Em resumo, o azeite de dendê é um produto que devemos deixar de usar, já que desta forma estaremos contribuindo pacificamente pelo bem-estar do meio ambiente, nos posicionando contra a destruição do habitat não só dos animais que se encontram em vias de extinção, mas também de qualquer outro.

Também, substituindo seu uso, você e seu animal de estimação terão uma vida muito mais saudável e sem preocupações com as consequências que estamos acostumados a ter.