O Basset Hound: um cão incrível

Originário da França, sua origem remonta ao século XIX. Resultado do cruzamento de um cão inglês com um Blood Hound, o Basset Hound é um cão de caça utilizado para caçar veados, lebres e raposas.

De orelhas longas e olhos tristes, é uma das raças mais populares e tolerantes que se conhece. Brincalhões e divertidos, costumam ter uma personalidade muito agradável, ainda que também tenham um temperamento que, se não tivermos um pouco de paciência, poderá ser algo conflitivo.

Amigo das crianças e muito bom amigo dos adultos, não costuma ser agressivo com estranhos e se dá muito bem com os outros membros de sua família.

Tudo o que você precisa saber sobre o Basset Hound

Cão da raça Basset Hound

  • O Basset Hound é uma raça muito agradável com seus pares e com os membros de sua família. Devido às suas condições físicas, é um cão de tamanho médio, volumoso e pesado, que precisa de exercícios diários para se manter em forma. Este tipo de raça costuma ser um pouco preguiçosa e se não se exercitarem, poderão sofrer problemas de saúde.
  • Quando o seu Basset Hound estiver ao ar livre, você deverá mantê-lo em uma zona cercada ou com coleira. Sua predisposição para a caça o impulsiona a perseguir qualquer tipo de presa que esteja perto de seus narizes.
  • Este tipo de raça costuma ser um pouco teimosa e, às vezes, não está disposta a obedecer a muitos comandos. No entanto, com um rigoroso treinamento e uma grande paciência de seu dono, seu comportamento poderá ser modificado.
  • O Basset Hound gosta muito de mendigar comida e roubar qualquer delícia que estiver ao seu alcance. Igual a outras raças, esta também gosta de ter a atenção de seu dono, e se seu dono se fizer de surdo aos seus pedidos, colocará em prática seus particulares e incisivos latidos.

Vantagens e desvantagens desta raça

Cães Basset Hound

O Basset Hound é uma raça que se caracteriza, apesar de seu físico, por ser forte e resistente. Tem bom caráter, é sociável e se dá muito bem com outros cães e gatos. Talvez demorem para aprender alguns comandos.

São animais muito independentes, portanto, se deseja adotar um exemplar desta raça, deverá estar consciente que você terá que dedicar um bom tempo para ensinar o seu cão, já que a aprendizagem do Basset Hound costuma ser bem mais lenta.

No entanto, com um pouco de paciência, tudo estará resolvido.

Note que este tipo de animal costuma ser alheio aos chamados e corre atrás de tudo aquilo que considere uma possível presa.

É um cão que costuma roncar e babar e, ainda que tenha os pelos curtos, costuma perdê-los em bastante quantidade. Às vezes pode-lhe escapar alguma flatulência, as quais são muito habituais, mas tudo depende da dieta que o seu cachorro faz.

Nesse sentido, os animais que são alimentados com alimentos frescos e naturais têm muito menos problemas com esses cheiros desagradáveis.  Por isso, é sempre recomendável consultar o veterinário para que ele estabeleça qual é a melhor alimentação para o seu cão.

Se você não dispõe de muito tempo para dedicar a este pequeno, é melhor não adotá-lo. Um Basset Hound requer demasiada atenção de seu dono e muitos exercícios.

Este tipo de animal não precisa correr vários quilômetros, um passeio ao redor de seu quarteirão basta, se não cumprir com essa rotina poderá sofrer de obesidade e ter outros graves problemas de saúde.

Devido ao porte físico destes animais, eles devem esticar suas pernas regularmente para descarregar energia e, dessa forma, manterem-se em forma e saudáveis.

Sempre que sair para passear com um Basset Hound, lembre-se de levá-lo com coleira. Se você não o conduzir desta forma, é muito provável que ele escape para correr atrás de outro animal.

Nunca o deixe no quintal de sua casa sem supervisão. O latido profundo do Basset Hound não é apenas incomodo para você, mas também para os seus vizinhos.

Após comer e beber, não se surpreenda que um Basset Hound venha a babar. É um comportamento muito comum neste tipo de raça.

Esta raça costuma apresentar alguns problemas de saúde crônicos, como problemas nos ossos e nas articulações, problemas de ouvido e algumas doenças de pele.

Por isso é importantíssimo que você leve o seu animal ao veterinário regularmente, que faça exercícios, que tenha uma alimentação saudável e que cumpra com o seu calendário de vacinação.