Brincar com paus pode ser perigoso para os cães

brincar com paus

Desde tempos remotos se costuma brincar com paus e outras partes de madeira com os cães. Um brinquedo barato e que parece que eles adoram. Mas, é um brinquedo seguro? Neste artigo lhe falaremos dos perigos desta prática e do uso de partes de madeira para brincar com seu animal de estimação.

Houveram casos de cães que sofreram acidentes devido a esta brincadeira comum. Por isso vamos analisar os perigos de brincar com paus com os nossos cães.

Perigos de brincar com paus

Veterinários de todo o mundo estão preocupados com os efeitos daninhos que podem ter os paus na saúde dos cães. Cada vez mais tem havido casos de cães que chegam às consultas veterinárias com danos ocasionados em seu corpo por causa das brincadeiras com paus.

Mulher brincando com cachorro

De que maneira pedaços de paus podem ser prejudiciais para os cães?

  • Ferir a boca. Os pedaços de madeira se rompem com facilidade, especialmente se os pegamos de campos onde eles ficam expostos a chuvas e outros agentes externos que os apodrecem e facilitam sua deterioração. Essa deterioração pode acontecer muito facilmente dentro da boca de seu cão, ocasionando feridas graves e sangramentos.
  • Danos internos. Do mesmo modo que pode acontecer na boca, os paus podem se deteriorar dentro do estômago do animal. É muito fácil que o animal de estimação engula um pedaço de pau pequeno ou alguma lasca que poderá perfurar seu estômago ou qualquer outro órgão de seu corpo, podendo assim causar hemorragias ou algo pior.
  • Infecções. Os paus que as pessoas costumam pegar em campos podem estar cheios de sujeira e de bactérias que, quando o nosso cão os levar à boca, poderão causar infecções bucais ou internas em seu organismo. Estas infecções podem ser fatais, pois são conhecidos casos nos quais os cães tiveram que sofrer eutanásia devido a um grande dano causado por alguma infecção.

Casos conhecidos de cães machucados por brincarem com paus

Maia é uma cadelinha que adora ir ao parque com seus donos. De fato, eles a levam diariamente e, diante de seus pedidos, eles sempre lhe lançam algo para que ela vá buscar. Em um desses dias em que lhe lançaram um pau como sempre faziam, os donos de Maia viram que o animal parou bruscamente e retornou para eles mancando.

Os donos pensaram que algo tivesse sido cravado na pata da cadelinha, mas Maia não gritava quando a tocavam. Ao chegar em casa viram que o bichinho não queria nem comer e nem beber, o que começou a preocupar a seus donos, que decidiram levá-la ao veterinário.

O veterinário descobriu, depois de alguns exames, que Maia tinha cravado lascas de pau na laringe, causando uma ferida profunda. Graças aos seus donos a terem levado a tempo ao veterinário foi possível tirar a lasca e a ferida logo foi curada. Maia voltou a ser a cadelinha que era.

Priscilla é outra cadelinha que adora brincar com paus. Um dia, algumas farpas se cravaram em sua garganta, gerando uma grande hemorragia que a fez ter que ser submetida a uma transfusão. Ela também se recuperou graças ao rápido socorro que recebeu no veterinário.

Como evitar?

Cachorro brincando

A resposta a esta pergunta é simples: não lance paus para o seu cão. Compre brinquedos homologados para eles, de borracha ou plástico.

Sabemos que os paus que encontramos no parque são mais baratos, mas no que diz respeito à saúde de seu cão é sempre uma boa ideia investir um pouco de dinheiro.

Nas lojas especializadas é possível encontrar uma ampla gama de bolas e outros brinquedos que foram desenhados especificamente para que o seu animal de estimação desfrute de seus momentos de diversão sem colocar em perigo sua saúde. Inclusive, é possível encontrar muitos que se assemelham a gravetos e ossos, algo que já sabemos que os cães adoram e que não lhes causarão nenhum dano.