Meu cachorro ataca outros cães: como posso corrigir isso?

Se o seu cachorro ataca outros cães, você deve procurar uma solução rápida para isso, antes que o problema se torne maior.

Ainda que seja verdade que nem todos os cães se dão bem juntos, o normal seria que eles fossem amigáveis entre eles.

Não se esqueça que você também é responsável pelo comportamento de seu animal de estimação e, caso não resolva a agressividade de seu cão, as coisas podem piorar e acabarem por gerar reclamações por lesões e com o pagamento de despesas médicas ou multas.c

Como identificar um cão com comportamento agressivo

agressividade-em-cães

Se um cão é agressivo e ataca os seus pares, certamente ele irá manifestar alguns dos comportamentos a seguir, na presença de outro cão, ele poderá vir a:

  • Latir de forma frenética.
  • Parecerá com um cavalo desgovernado.
  • Dará dentadas no ar.

E, se você cometer o erro de soltá-lo da correia, é provável que ele vá correndo em direção a outro animal para atacá-lo. Tenha em mente que separar dois, ou mais cães, que brigam não é uma tarefa fácil, e que mais de um deles poderá se machucar, seja animal ou humano.

Possíveis causas pelas quais os cães atacam uns aos outros

Os comportamentos agressivos dos cães podem ter motivos diferentes. Entre eles:

  • Falta de socialização com outros cães quando era filhote.
  • Medo por causa de uma experiência traumática. Por exemplo: uma briga com um cachorro que o atacou.
  • Esse cão está com seu comportamento alterado e se sente ameaçado por tudo.
  • Educação inadequada no que diz respeito ao relacionamento a outros cães.
  • Dominância.

Primeiros passos

Se o seu cão atacou outros cães ou você suspeita que ele possa vir a fazer isso, você tem que evitar estas situações. A primeira coisa que é imposta nesses casos é o uso da focinheira até que você possa modificar os comportamentos agressivos de seu animal.

As focinheiras de cesta são ideais, porque pelas aberturas da frente, você poderá recompensá-lo com um prêmio comestível, caso ocorra algum progresso na modificação destas atitudes agressivas.

Também é recomendável que você utilize um peitoral, aqueles que permitem manobrar o animal para desviá-lo facilmente de seu objeto de agressão.

Erros que você deve evitar se o seu cão atacar outros cães

Há atitudes muito comuns que os proprietários geralmente têm com seus animais de estimação ao tentarem suprimir e alterar os comportamentos agressivos, mas que, infelizmente, tendem a atingir o efeito oposto.

Você deve evitar:

  • Corrigi-lo. Seu o cão está nervoso com a presença de outro cão ele não entenderá a razão da correção.
  • Puni-lo. Não grite ou bata nele. Não use coleiras de punição, enforcadores ou coleiras de impulso elétrico. Com isso você só irá sobrecarregá-lo ainda mais em uma situação já estressante.
  • Puxar a correia. Você poderá machucar o pescoço do animal.
  • Levá-lo para um parque ou outro lugar onde há muitos cães. Você irá gerar experiências mais traumáticas.

Soluções para que o seu animal de estimação não seja agressivo com outros cães

cães2

Com paciência você poderá ir diminuindo os comportamentos agressivos do seu peludo para com os seus outros companheiros caninos e também para com os seres humanos. Preste atenção nas seguintes dicas:

  • Seja pró-ativo. Manter uma rotina elimina o estresse de seu animal de estimação.
  • Aprenda a identificar os sinais de calma e nervosismo de seu cão. Assim, você poderá se adiantar a possíveis situações de conflito e evitá-las a tempo.
  • Programe passeios curtos a lugares pouco transitados. Você deve visar o relaxamento do animal.
  • Pratique comandos de treinamento básico para que o cão comece a respeitá-los também em cenários de confronto com outros cães.
  • Sempre use o reforço positivo. Recompense-o sempre que ele cumprir uma ordem corretamente.
  • Exercite-o física e mentalmente.

Como deixar para trás os comportamentos agressivos

Quando você pensar que já avançou o suficiente na modificação do comportamento do seu animal de estimação, peça a um amigo ou membro da família que tenha um cachorro, o qual você tenha a certeza de que não responderá a atitudes agressivas, que lhe ajude.

Como?

A ideia é que, a uma distância controlada e em locais que você possa lidar com eventuais desordens, o seu peludo comece a se relacionar com um outro animal de modo mais normal, deixando de lado a agressão.

Não pense que isso irá acontecer imediatamente. Mas, passo a passo e todos os dias, certamente as coisas irão se normalizando e esse estigma do seu cão atacar outros cães irá se desvanecer para dar lugar a um animal de estimação feliz e que sabe desfrutar dos passeios com o seu dono.