Uma cadela salvou, com valentia, a vida de sua dona cega durante um incêndio

Cadela salvou dona

O denominador comum de cada ato heroico, não é nada mais do que a valentia e a integridade de quem arrisca a vida para salvar um ente querido. Algumas vezes, estas qualidades costumam existir em uma pessoa. Entretanto, é nos cães onde essas virtudes ocorrem de forma recorrente, em situações onde alguém comum fugiria do perigo.

Esta virtude se manifestou da forma mais intensa em Yolanda, uma linda Golden Retriever treinada para chamar o 911, caso sua dona cega corresse algum risco, que longe de agir conforme podia indicar seu instinto de sobrevivência, ela encarou o perigo para salvar sua dona de um incêndio que podia ter acabado com a vida de ambas.

O fato ocorreu na cidade do Holmesburg, durante a noite, quando Maria Colombo, uma senhora cega de 60 anos, foi se deitar sem se dar conta da ameaça que já existia naquele momento e que apenas sua cadela podia perceber.

Nessa noite, seu porão começaria a arder em chamas como consequência de um vazamento de gás que teria se originado poucos minutos antes, da qual nem ela e nem a visitante que ali estava se precaveram.

Ante o perigo iminente, Yolanda se comunicou com os órgãos de segurança, que chegaram para resgatar sua dona bem quando a residência estava sendo consumida violentamente pelas chamas. Maria e a visitante necessitaram de assistência médica por inalarem muita fumaça, já a cadela foi levada para o veterinário, devido a uma lesão em seu olho.

Depois de se recuperar satisfatoriamente, a cadela e sua dona cega se encontraram novamente, sabendo que, se não fosse pela valentia e a coragem da cadela, não estariam outra vez juntas para continuarem com suas vidas.

Ambas foram retiradas de sua residência devido ao resultado do terrível incêndio, sendo assistidas pela organização Equipe de Ajuda da Pata Vermelha e da Cruz Vermelha Americana. A linda Golden Retriever foi recompensada não só com guloseimas, brinquedos e comidas, mas também com o respeito e o reconhecimento de toda uma cidade por sua inigualável coragem.

O que mais causa impacto nesta história, é que não se trata da primeira vez que Yolanda salva a vida de sua dona. Os atos heroicos desta cadela não se limitam apenas a este, mas também a outros mais simples.

Outros atos de valentia

Golden abraçado a mulher

Uma situação muito comprometedora ocorreu já faz alguns anos, depois que Maria tropeçou e caiu fortemente no chão, o tombo a deixou inconsciente e lhe causou uma perigosa ferida. Ante este fato, a cadela Yolanda chamou o 911 e ficou ao lado de sua dona até que o socorro chegasse e eles pudessem reanimá-la.

A segunda vez foi provavelmente ainda pior, já que envolveu a terceiros. Igual ao ocorrido com o incêndio, o lugar onde se desenvolveram os acontecimentos também foi o porão, quando dois homens entraram de forma ilícita na residência, através do porão.

No momento de se proteger nesta situação, Yolanda fechou a porta da casa de sua dona cega, que estava dormindo, para logo chamar os agentes de segurança e afugentar os assaltantes, que deixaram aberto o gás da caldeira antes da fuga.

Depois de escutar todos os barulhos, Maria ligou desesperadamente para o 911, apenas para escutar como resposta que seu auxílio já se encontrava a caminho, devido a cadela ter se comunicado com eles há poucos minutos.

Uma vez que chegaram à residência, foram realizar as investigações correspondentes e evitaram males maiores ao evitarem a tempo um maior vazamento de gás. Como era de se esperar, Yolanda novamente levou todo o crédito atrás de sua extraordinária exibição de valor e heroísmo.

Um exemplo a seguir

Mulher abraçando cachorro

Se na vida existe quem se encarrega de velar pela segurança, tranquilidade e estabilidade das pessoas que mais necessitam, esta cadela é o claro exemplo de como se deve agir com aqueles que, por dever e situações excepcionais, precisam de nossa ajuda.

Hoje em dia, ambas continuam juntas desfrutando de cada instante da companhia uma da outra, sabendo de que nenhuma falhará com a outra.

Os cães não somente existem para nos dar carinho e nos divertir, mas também para manter nossas vidas a salvo, mesmo que não saibamos disso. E se não acreditam, apenas perguntem a Maria, a dona cega da cadela Golden Retriever.