Cães rastreadores de dinheiro sujo

dinheiro sujo

Há anos, os cães são utilizados para diferentes serviços. Cães guias de cegos, de serviço, de assistência, detectores de doenças, até um sem-fim de trabalhos mais que os nossos amigos peludos fazem às mil maravilhas. Hoje, falaremos de uma nova faceta na qual os cães também são ideais: para rastrear o dinheiro sujo.

Já faz tempo que vemos, em aeroportos e em outros locais, cães que farejam malas para detectar objetos ou substâncias ilegais ou perigosas. Mas essa situação é um pouco diferente.

Cães que farejam o dinheiro sujo

danko-o-cao-policial-aposentado

Fonte: www.elconfidencial.com

A crise econômica afetou muitos países. Por exemplo, a Espanha passou por uma grave crise. Basta dizer que são perdidos anualmente naquele país cerca de 60 milhões de euros, em virtude da lavagem de dinheiro.

Pois bem, os cães têm um papel muito importante nisto. São muitos os corruptos que transportam dinheiro em espécie. Levam dinheiro sujo em suas bagagens com a finalidade de transportá-lo para paraísos fiscais. Destino habitual é, por exemplo, a Suíça. Assim podem desfrutar dele quando o desejarem, livre de impostos.

Uma forma sutil e, digamos, elegante, de roubar. Os cães treinados que farejam o dinheiro sujo têm a capacidade de farejar maços com mais de mil notas escondidas nas bagagens destes viajantes.

Por exemplo, na Alemanha, mais precisamente no aeroporto de Frankfurt, há 3 cães pastores alemães treinados especialmente para isso. Desde que começaram em 2012, já “farejaram” em torno de 20 pessoas que queriam passar seus recursos a paraísos fiscais.

Estes cães recebem um treinamento tão exaustivo que são capazes de cheirar e examinar 300 malas em mais ou menos 15 minutos. Isto facilita muito o trabalho da polícia. Embora, sem dúvida, complica muito as coisas para os estelionatários.

Casos na Espanha

O caso Imperador foi um crime de lavagem de dinheiro muito divulgado na Espanha. O esquema foi desmantelado em 2012. Seu cabeça, Gato Ping, teve a má sorte de se encontrar com alguns agentes muito bem treinados: os cães que farejam o dinheiro sujo.

Segundo um porta-voz do Ministério do Interior, os cães foram cruciais nesta operação. Encontraram maços de notas nos lugares mais inimagináveis. Apesar de terem sido utilizados apenas 8 cães para a busca em 13 lugares, eles encontraram, graças a seu bom trabalho, um total de 9,5 milhões de euros ocultos.

O poder olfativo dos cães conseguiu fazer com que, em poucos minutos, encontrassem essa quantidade de dinheiro escondida em privadas, impressoras e cofres ocultos. De outra maneira nunca teriam sido descobertos sem a ajuda destes valentes.

Também há os que tentam transportar dinheiro sujo de Andorra para a Espanha. Sem importar a quantidade, os cães que farejam dinheiro podem detectá-lo. Apenas com os controles efetuados nesta fronteira, conseguiram expropriar algo em torno de dois milhões de euros.

Como os cães farejam o dinheiro sujo?

alimentar-pastor-alemao-2

Os cães têm uma capacidade olfativa que está muito acima da nossa. Enquanto eles têm 220 milhões de células receptoras de cheiros, nós contamos com apenas 5 milhões. Uma grande diferença!

Quando um cão é treinado para que determine certo aroma, este é guardado em sua memória olfativa e é quase impossível que ele o esqueça.

Portanto, apenas terá que lhes mostrar o dinheiro em espécie. Uma vez que eles conheçam o cheiro deste, quando ultrapassa certas quantidades, nunca mais o esquecerão. Isso, somado ao fato de que seu nariz é irrepreensível, impossível de cometer falhas, permitindo a eles que possam participar de trabalhos tão importantes como este. Ou como o resgate de pessoas soterradas em escombros.

Devemos agradecer a estes cães por sua determinação de complicar as coisas para os estelionatários e corruptos que prejudicam os cofres públicos e as populações de muitos países.