Calendário de vacinação para cães

Vacinação em cachorros

A vacinação é, possivelmente, uma das principais responsabilidades que um dono adquire quando adota ou compra um animal. No entanto, em algumas ocasiões, surgem algumas dificuldades por não se ter muita clareza sobre a tabela ou o calendário de vacinação para cães.

Contaremos a você um pouco deste importante aspecto no cuidado com a saúde dos cães.

Por que vacinar um cão?

A vacinação é importante porque corresponde ao processo de imunização do animal de estimação. Desta maneira, evita-se o contágio de uma grande quantidade de doenças causadas por vírus que colocam em risco a saúde e a qualidade de vida do animal.

Também, algo que deve-se ter em mente é que as tabelas e o calendário de vacinação devem ser prescritos pelo veterinário, pois variam de acordo com aspectos como o tamanho e a raça do cão, a idade em que se inicia o processo ou o lugar onde vive o cão, entre outros.

O que devo saber antes de vacinar o meu cão?

Cão vestido de veterinário

  • Antes de iniciar a vacinação em um cão, este deve ser desparasitado. Isso é feito com a finalidade de garantir que não existirão fatores que venham a debilitar o organismo do cão, de modo que ele possa vir a assimilar melhor a vacina.
  • A vacinação deverá ser iniciada segundo a indicação do veterinário, normalmente se inicia entre um mês e meio e dois meses de vida do cão.
  • No caso de você ter adotado um cão adulto e não saber de sua procedência, ou um cão de rua, você deverá se aconselhar com o veterinário para saber que processo seguir e não colocar o seu novo pet junto com outros animais, até que o veterinário autorize.
  • Os filhotes que ainda não foram vacinados não devem ser levados para passear nem se socializar com outros animais. Ainda que a mãe os imunize através do leite materno, eles ainda estão vulneráveis a adquirirem doenças que, em muitos casos, poderão ser fatais.

Lembre-se que não se deve socializar o filhote antes deste ter completado o seu calendário de vacinação.

  • Para desenvolver um calendário de vacinação apropriado, normalmente o histórico veterinário da mãe é considerado.
  • A presença de vírus em determinadas localidades, afeta a tomada de decisão sobre o calendário de vacinação do cão.

Devido aos fatores apresentados anteriormente, os quadros de vacinação dos cães mudam segundo cada caso, ainda que exista algumas recomendações gerais com poucas variantes. A seguir apresentaremos um quadro geral:

  • Com seis semanas de vida, inicia-se geralmente com a Tríplice canina (3 doses no total, 2 são de reforço), que os protege contra a hepatite infecciosa, a leptospirose e outra.
  • Com oito semanas, aplica-se a vacina contra o parvovirus (também são 3 doses, sendo duas de reforço), que é uma das principais causas de morte em cachorros não vacinados.
  • Com 10 semanas de vida deverá ser aplicada a primeira dose de reforço da Tríplice canina.
  • Com 12 semanas de vida, deverá ser aplicada a primeira dose de reforço da vacina contra o parvovirus.
  • Para finalizar o quadro de vacinação inicial, aplica-se a vacina contra a raiva com 16 semanas de vida do filhote.
  • Da mesma forma, tenha em mente que você deverá continuar levando o seu cão ao veterinário para que ele aplique os reforços de forma anual, além de fazer check-ups, pelo menos uma vez a cada seis meses.

Recomendação adicional

Filhote

Saiba que o fato de seu cão estar vacinado não o exime 100% de sofrer da doença, portanto é melhor que você o proteja de coisas, como deixá-lo cheirar ou interagir com fezes ou sangue de cães que você não conheça.

Também não o exponha ao contato com animais que você saiba que estão contaminados por alguma destas doenças.

Enquanto não é bom e nem aconselhável isolar o seu amigo de quatro patas, é sempre prudente que você converse com os donos de outros cães os quais o seu animal tenha contato, para saber se eles estão vacinados e o tipo de doenças que possam ter tido, mas claro, tudo dentro dos parâmetros de cordialidade, amabilidade e respeito.

Lembre-se que o melhor remédio sempre será a prevenção.