Seu cão sofre de halitose? Aprenda a combatê-la

Halitose em cães

A halitose constitui um problema comum em cães. A causa mais recorrente é algum tipo de problema odontológico. As bactérias, saliva e partículas podem formar placa, o que provoca mau hálito. Se esta condição não for tratada precocemente, seu cão pode desenvolver gengivite, ou pior, doença periodontal, que fará com o mau hálito fique ainda mais desagradável.


Neste artigo, vamos compartilhar algumas dicas sobre halitose e como você pode fazer para impedir o aparecimento da doença. Anote!

O que causa mau hálito em cães?

O mau hálito persistente pode indicar que o nosso cão precisa de um melhor atendimento odontológico ou que algo está errado no trato gastrointestinal, fígado ou rins. Em todos os casos, a halitose é um sinal de alerta que deve ser investigado.

Além dos problemas dentários, a halitose pode ser causada por diabetes, câncer, obstruções e certas infecções. Outras causas incluem infecções em áreas ao redor da boca, doenças respiratórias, comer fezes ou lixo em condições precárias, e algumas doenças auto-imunes, câncer e outras doenças bucais, tais como amigdalite.

Muitas vezes, o mau hálito é causado por doença dental ou das gengivas, e alguns cães estão particularmente propensos à placa bacteriana e ao tártaro.

No entanto, o mau hálito persistente também pode indicar problemas maiores que podem estar relacionados ao sistema respiratório, ao trato gastrointestinal ou aos órgãos internos.  

É fato que qualquer animal de estimação com mau hálito deve ser examinado por um veterinário, a menos que o dono saiba que a origem seja algo que o cão comeu. Algumas causas do mau hálito podem levar a complicações graves e até mesmo serem fatais, se não for tratado rapidamente.

Como posso determinar a causa do mau hálito em meu cão?

Cachorro com a boca aberta

Seu veterinário é a melhor pessoa para determinar a causa. Para tentar diagnosticar seu animal, ele terá que realizar um exame físico e laboratorial.

Por outro lado, quando você levar o seu pequeno amigo, você tem que estar preparado para responder as perguntas sobre a dieta do cão, higiene bucal, hábitos de exercício e comportamento geral.

Quando ir ao veterinário?

Se a respiração do seu cão de repente tiver um odor estranho, consulte o seu veterinário. Os seguintes casos podem sinalizar problemas médicos que necessitam de tratamento imediato:

Um hálito doce ou afrutado pode indicar diabetes, especialmente se seu cão estiver bebendo e urinando com mais freqüência do que o habitual;

Um hálito com cheiro de urina pode ser um sinal de doença renal;

Um cheiro incomum acompanhado de vômitos, perda de apetite e olhos ou gengivas amarelos podem ser um sinal de problemas no fígado;

Como se trata o mau hálito?

O tratamento depende do diagnóstico de seu veterinário. Se a placa é a origem do problema, o seu cão pode precisar de limpeza profissional. Se há um problema na dieta alimentar, você pode precisar alterar o alimento regular do seu animal de estimação.

Se a causa for gastrointestinal ou uma anomalia no fígado, rins ou pulmões, consulte o seu veterinário sobre os passos que você deve tomar.

Como posso manter meu cão sem mau hálito?

Dona escovando os dentes do cão
Muitas pessoas acham que o mau hálito em cães, especialmente em uma certa idade, é normal. Mas isso não é verdade. Na verdade, tomar medidas a tempo sobre a saúde bucal de seu filhote não só irá tornar a vida dele mais agradável, mas, como acontece com as pessoas, a medicina preventiva é sempre uma escolha inteligente.

Leve seu cão ao veterinário e efetue o controle regular, para se certificar de que não ele tem problemas médicos subjacentes que podem causar halitose.

Verifique se o seu veterinário controla o estado dos dentes e o hálito de seu cão. Alimente seu cão uma dieta de alta qualidade e com alimentos fáceis de digerir. 

Escove os dentes do seu cão com freqüência, se possível, todos os dias. Certifique-se de usar pasta de dentes para cães já que outros produtos podem danificar o estômago de seu amiguinho.

Finalmente, dê a ele brinquedos para mastigar que sejam seguros e  que permitam que os dentes do seu cão fiquem limpos graças ao processo natural de mastigação.