Por que o cheiro do meu cão às vezes é desagradável?

cheiro

Quando adotamos um animal de estimação dizem não devemos dar banho nele mais de uma vez por mês, no máximo duas. Porém, apesar de seguirmos estas indicações ao pé da letra, o nosso animal de estimação sempre acaba cheirando mal uma semana depois de tomar banho. Por que isso acontece? O que há por trás deste mau cheiro? Neste artigo iremos responder a estas e outras perguntas sobre o seu cão e por que ele, às vezes, não cheira bem.

São muitos os cheiros em nosso cão que pode nos incomodar: seu hálito, seu aroma corporal ou inclusive o cheiro de “molhado”, até quando está seco. Vejamos o que há por trás e o que podemos fazer para diminuir o mau cheiro.

Os cães têm cheiro do que?

cheiro

É fácil responder a esta pergunta: os cães cheiram a cão. É que embora o cheiro deles seja diferente do nosso, isto não significa que cheirem mal. Para o nosso olfato possivelmente sim, mas para o deles não, é assim que as coisas são.

De fato, os cães têm um cheiro peculiar que os ajuda a se identificarem como seres individuais. Estes cheiros também lhes permitem se comunicar com outros animais. Isto é algo importante a ser levado em conta antes de afirmar que o seu cão não cheira bem.

O olfato dos cães está milhares de vezes mais desenvolvido que o nosso, por isso este aroma peculiar que eles têm, lhes permite ser identificados por outros companheiros de espécie. Este aroma está muito mais desenvolvido nas almofadinhas dos cães, pois é lá onde o maior número de hormônios relacionados ao cheiro são segregados.

Porém, embora alguns dos cheiros que o nosso cão exale sejam normais, há muitos outros que não são e que, às vezes, podem ser sintomas de uma enfermidade da pele, do hálito ou digestiva. Por isso, se você acha que o cheiro de seu animal é muito forte e exagerado, daremos algumas recomendações para resolver isso.

Meu cão não cheira bem, como resolver isso?

Banhar e escovar

Como dissemos no começo do artigo, os cães precisam tomar banho pelo menos uma vez por mês, para evitar cheiros mais fortes do que o habitual. Porém, algo que muitos não sabem é que a escovação da pelagem deve ser parte desta rotina de higiene.

Escovar o pelo de seu animal de estimação diariamente favorecerá para que substâncias e bactérias que podem se aderir a sua pele em seus passeios de rua não gerem maus cheiros em sua derme.

E se o que cheira mal é o hálito?

A higiene bucal é algo que estamos acostumados a deixar em segundo plano em nossos animais de estimação, mas que é vital para manter seu hálito, assim como seus dentes, em excelente estado.

Seu veterinário te dirá que tipo de pasta dental e escova você deverá usar em seu cão e como fazer a higienização em casa. Mesmo assim, uma visita semestral ao veterinário para a eliminação de tártaros e outros problemas bucais de seu cão é obrigatório.

A pele

Embora a pele canina tenha seu próprio aroma peculiar, algumas vezes ele pode ser muito forte. Isto pode indicar a presença de uma enfermidade que pode ter sido ocasionada por fungos ou bactérias e que, talvez, acabem destruindo o pH da pele de seu animal de estimação e traga consequências ainda piores. O melhor é que se você notar um cheiro muito intenso na pele de seu animal, que vá ao veterinário.

Ouvidos

Via de regra os ouvidos dos cães exalam um aroma um pouquinho mais forte do que o habitual, assim como também acontece com os nossos. Entretanto, quando isto se torna mais intenso, quando inclusive se pode notar sem aproximar o nariz de suas orelhas, é possível que o seu cão tenha uma infecção: otite.

A otite pode ser muito dolorosa para o animal e inclusive provocar outras consequências nada agradáveis. Não medique o seu animal de estimação e nem use conselhos de outros donos que obtiveram resultados. Cada cão é um mundo e o diagnóstico e tratamento deverá ser dado pelo veterinário do animal.

Flatulências

cheiro

Se as flatulências de seu cão cheirarem pior do que o habitual, é muito provável que seu animal tenha algum transtorno estomacal ou problema digestivo. Faça um exame para tirar as dúvidas e preservar a boa saúde de seu animal de estimação.

Como vê, é importante estar atento ao mau cheiro de seu animal de estimação, aprendendo a distinguir se se trata de algo normal ou se está além do esperado. O cheiro que for causado por alguma anomalia médica terá que ser tratado.