Cheiros que os cães odeiam

Cheiros que os cães odeiam

Ao longo de nossa história, as pessoas se utilizaram do forte sentido do olfato do cão para a busca e a caça. Entretanto, o olfato dos cães também pode ser utilizado para muito mais do que isso. Por exemplo, você pode aproveitar o grande olfato de seu cão, através dos cheiros que os cães odeiam, para evitar que ele esteja em certos espaços ou que suba em seus móveis.

Apesar de não soar muito bem, essa ainda é uma excelente maneira de dissuadir o seu cão sem ter que recorrer a repreensões ou castigos. Com o tempo, ele mesmo relacionará o aroma desagradável com as situações ou objetos e se manterá afastado.

Cheiros que os cães odeiam

Cítricos

A maioria dos cães detestam os cheiros cítricos, em especial se esses forem concentrados. Portanto, cheiros como o do limão, o da laranja ou o das limas os farão desaparecer em segundos.

Felizmente para ti, à maioria das pessoas gostam destes cheiros porque os relacionam com coisas frescas. Assim, não será um problema para você borrifar com extratos os móveis que você quer que o seu cão se afaste, ou deixe umas cascas de laranja ou limão nas poltronas para evitar que o seu cão as danifique.

O melhor dessa estratégia é que apesar de ser um bom “repelente para cães”, este preparado cítrico é completamente inofensivo para eles.

Algo que você poderá fazer é extrair um pouco de suco de limão e mesclá-lo com um pouco de água. Desta maneira, você poderá usá-lo como um spray e borrifar em quase qualquer parte e funcionará como um repelente.

Considere que os cítricos podem afetar algumas plantas ou manchar tecidos, caso expostos ao sol, assim se informe bem antes de usá-lo sobre um objeto ou superfície.

Vale esclarecer que o paladar pode ser educado, e se você acostumar o seu cão a cheirar ou consumir cítricos, o mais provável é que esses deixem de lhe incomodar.

olfato-cães

Pimenta

A pimenta, em especial aquela que é muito picante, tem um componente que é irritante para o nariz dos cães. Por este motivo, os cães procuram evitar todos os objetos que cheirem a pimenta.

A pimenta chili em pó é muito boa para ser usada nos locais onde você não quer que o seu cão entre, mas o melhor é polvilhá-la em locais que não estejam ao alcance dele, para evitar que o pó entre em seu nariz, boca ou olhos.

Tenha em mente que quando você manipular o chili, deverá lavar muito bem as mãos, pois qualquer contato da pimenta com alguma mucosa, seja a sua ou a do seu cão, pode causar irritação.

Por último, não importa o que lhe digam, inclusive se estiver dissolvida em água, nunca borrife diretamente o seu cão com esse produto, isso poderá causar uma experiência desnecessariamente dolorosa em seu peludo de quatro patas.

Vinagre

Devido ao sensível olfato dos cães, o vinagre poderá chegar a ser insuportável para eles. Assim, você poderá utilizar o vinagre colocando-o em recipientes abertos. Entretanto, o aroma de vinagre não é algo que você queira ter em seus móveis ou em sua casa, por isso o vinagre é recomendado especialmente para ambientes externos e para proteger as suas plantas contra os cães e contra os gatos.

Álcool

À maioria de cães não gosta do aroma do álcool, talvez devido ao aroma ser muito forte.

Não se recomenda usar diretamente o álcool sobre as superfícies (nem sobre o seu animal de estimação). O que você pode fazer é embeber bolinhas de algodão e as colocar nos lugares em que quer que o seu cão fique longe.

xixi-golden-retriever

Amoníaco

A opinião sobre o amoníaco está dividida: enquanto alguns dizem que funciona como repelente, outras fontes expõem que o aroma de amoníaco faz que os cães marquem seu território nas zonas onde você o borrifou.

Isso se deve ao fato de que o amoníaco tem um aroma parecido com o da urina, embora muito mais concentrado. Entretanto, esse produto pode chegar a ser muito nocivo para cães e humanos, portanto não recomendamos seu uso, nem sequer em ambientes externos.