Cinto de segurança no carro: seu cão também deve usar

Cinto de segurança

Os animais de estimação são dependentes de nós, por isso, quando adquirimos um, velar por sua segurança é uma obrigação. Quando levarmos o nosso cão em um carro, a regra continua sendo a mesma. É importante que ao viajar de automóvel com o nosso amigo peludo, cumpramos todas as normas de segurança. Hoje falaremos sobre a importância do cinto de segurança também para os cães.

Uma das normas de segurança no trânsito mais importantes é o uso do cinto de segurança. Sim, você ouviu corretamente, há cintos de segurança para cães. Embora eles já estejam há anos no mercado, em muitos países não é obrigatório e um bom número de pessoas possivelmente não conhece seu uso.

Vantagens de um cinto de segurança para cães

Cinto de segurança

Obrigue a lei ou não, nós queremos proteger o nosso cão em todos os momentos, por isso saber o que é e como usar o cinto de segurança para cães é essencial para cuidar de nosso animal de estimação.

Alguns estudos demonstraram que um cão de 25 kg em meio a um acidente de trânsito pode se transformar em um projétil que apenas agravará a situação, podendo ser disparado do veículo e se machucar gravemente, além de poder também machucar outra pessoa.

Algo característico dos passeios de carro com os nossos cães são as distrações. É estranho encontrar um cão que fique quieto durante todo o trajeto, e o movimento dele dentro do veículo é algo pode gerar acidentes, já que os nossos nervos ficam à flor de pele. Segundo estudos, 60% dos casos de acidentes automobilísticos se dão em virtude de distrações com os animais de estimação, assim como outros tipos de discussões de trânsito menos graves.

Quando viajamos com o nosso animal de estimação, não podemos deixar de olhar para trás para saber o que está fazendo ou acontecendo, se o cão está enjoado ou dormindo. Isso sem falar que, quando se trata de cães menores, há um intenso empenho do cachorrinho de vir até onde estamos e subir em nosso colo.

Todas estas situações geram distrações desnecessárias que o cinto de segurança para cães poderá evitar.

Qual é o melhor cinto de segurança para cães

Como não há nenhuma norma explícita que homologue um padrão de cinto de segurança para cães, o melhor é selecionar um peitoral que mantenha todo o corpo do animal protegido e que será atado ao cinto de segurança, mantendo reduzida sua mobilidade.

No mercado há centenas para escolher, mas se assegure de que eles foram cientificamente testados e que sua eficácia foi comprovada, lembre-se de que, de certa forma, ele servirá para salvar a vida de seu animal de estimação. Devem te entregar junto com o cinto de segurança um documento que o certifique.

Como se usa o cinto de segurança

Cinto de segurança

É muito simples, o peitoral certificado e testado tem um gancho que adere ao cinto de segurança do automóvel e que fará com que o nosso cão não possa sair de seu lugar.

Como é de se esperar, o bichinho não estará acostumado, por isso você precisará realizar um processo de adaptação. Mas como fazer isso? Com o carro desligado. Coloque o seu animal de estimação no veículo e coloque o peitoral nele. É possível que ele queira tirar, que chore ou que comece a se mover, nervoso. Acaricie-o para que ele veja que não está ocorrendo nada de ruim.

Faça isso várias vezes antes de se aventurar a colocá-lo no carro com o cinto de segurança. Uma vez que ele não apresente mais resistência, dê a primeira volta, possivelmente no bairro ou perto de sua casa. Não se aventure a fazer uma longa viagem com o seu animal de estimação sem seguir estes passos, pois pode ser algo perigoso. Tudo tem um processo de adaptação.

Como vimos, é algo simples que protege a vida de seu animal, a sua e também a de sua família. O cinto de segurança poderá ser encontrado em lojas especializadas em animais de estimação, assim como em clínicas veterinárias. Na internet ele também pode ser encontrado, mas tenha certeza de estar comprando um produto que seja certificado e testado. Boa viagem!