Como combater a dor articular de seu cão

Cachorro com dor articular

Em qualquer idade, nossos queridos cães podem desenvolver problemas nas articulações. Neste artigo, mostraremos a você fatores de risco, sintomas e formas de combater a dor articular do seu amigo. Atenção é essencial para tratar a enfermidade a tempo, evitando complicações para o seu animal de estimação.

Principais causas da dor articular

A causa mais comum para a dor articular nos cães é a artrite. Entre outras causas destacam-se:

  • Lesões comuns, como torções e distensões;
  • Displasia de quadril;
  • Falta de atividade física;
  • Obesidade;
  • Má alimentação.

Um cão pode desenvolver dor articular em qualquer idade. Por isso, fique atento e, aos primeiros sinais de desconforto nas articulações, consulte um veterinário imediatamente.

Sinais de que seu cão sofre de dor articular

cachorro doente

Entre os sinais que indicam que o seu peludo sente dor nas articulações, podemos destacar:

  • Realizar movimentos incomuns;
  • Dificuldade para se levantar;
  • Mancar;
  • Caminhar rígido;
  • Inchaço nas articulações;
  • Dificuldade em se alongar;
  • Lamber as áreas afetadas;
  • Irritabilidade;
  • Falta de vontade em realizar determinadas atividades, como pular ou subir escadas;
  • Recusar-se a caminhar quando a dor é muito intensa.

Se você notar que o seu cachorro apresenta algum dos sinais de dor articular, leve-o imediatamente ao veterinário. Somente um especialista poderá diagnosticar corretamente o que se passa com seu bicho de estimação.

Tratamento para a dor articular

A primeira coisa que um veterinário irá fazer é indicar um tratamento para reduzir a inflamação e a dor que acometem o seu amigo de quatro patas.

É provável que ele receite ao seu cão algum anti-inflamatório não-esteroide. Nesses casos, lembre-se sempre de nunca automedicar o seu cão, sobretudo com remédios que são utilizados em humanos. O veterinário é o único profissional que pode indicar o medicamento e a dose correta de acordo com a condição física de seu animal.

Ele também pode prescrever o uso de corticoides. Esses medicamentos provocam um alívio passageiro para o seu cão e não podem ser administrados por um período de tempo muito grande sem causar efeitos colaterais.

Outras formas de proteger as articulações de seu cão

Além dos medicamentos anti-inflamatórios, existem outras medidas que aliviam a dor articular de seu cão. Proporcione ao seu bicho de estimação uma dieta balanceada, que contenha aminoácidos, vitaminas e minerais. Essas substâncias são fundamentais para fortalecer os músculos e ossos do animal.

Porém se a doença articular de seu pet é causada pelo excesso de peso, um profissional deverá indicar uma dieta específica para as necessidades nutricionais dele.

Outra opção é realizar uma suplementação nutricional com sulfato de condroitina e sulfato de glucosamina, que podem contribuir para a cura das articulações do cão.

O ácido graxo ômega 3, por sua vez, apresenta propriedades anti-inflamatórias. E o metilsulfonilmetano contribui para que as articulações recuperem a mobilidade perdida.

Caso o seu animal sofra de artrite degenerativa, uma intervenção cirúrgica pode ser necessária, já que, devido ao dano em suas articulações, o uso de medicamentos não será suficiente.

Outras opções que ajudam cães com dor articular

Existem outras estratégicas que você pode utilizar para reduzir a dor articular de seu animal de estimação, como:

  • Exercícios físicos para que as articulações fiquem mais resistentes e flexíveis, ajudando o cão a perder o excesso de peso;
  • Massagens para melhorar a circulação sanguínea e diminuir a inflamação, principalmente antes que o animal se levante;
  • Disponibilizar uma cama confortável para que o animal alivie a tensão das articulações;
  • Fazer o seu cão nadar, uma atividade extremamente benéfica e que reduz as dores.

Dieta e exercício, dois aliados das articulações

Correndo com cachorro

Como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar. Mesmo que seu cão não apresente problemas articulares, é bom evitar que eles surjam no futuro.

Uma dieta equilibrada, que o ajude a perder o excesso de peso, e exercícios físicos diários, para manter o fortalecer os músculos, são fundamentais para evitar que seu cão sofra de dor nas articulações.

Em caso de dúvida, consulte um veterinário de confiança. O seu animal de estimação agradece.