Como acalmar a ansiedade de separação do seu cão

Isto é uma coisa que todos os cães têm em comum: não querem que nós saiamos de casa. Alguns lidam melhor com a situação que outros. Mas, no geral, todos sofrem de uma maneira ou de outra. Há alguns que sofrem de algo chamado ansiedade de separação. Pode, inclusive, fazer com que o cão tenha comportamentos anormais, destrutivos ou, até mesmo, agressivos.

Vamos nos aprofundar ainda mais nesse assunto e veremos o que é a ansiedade de separação e como afeta os nossos animais. Além disso, vamos ver o que deve ser feito para curá-la.

O que é a ansiedade de separação?

cao-triste

A ansiedade de separação é um estado de nervosismo e incerteza que é gerado no cão quando ele fica sozinho em casa.

Ela pode levar o nosso animal a ter comportamentos agressivos, destrutivos e, inclusive, mudanças de caráter. Dentre os sintomas mais comuns, que denotam a ansiedade de separação, encontram-se:

  • Latidos, uivos e gemidos de tristeza quando o animal se encontra sozinho. No entanto, antes de achar que esses sinais são causados pela ansiedade de separação, devemos nos assegurar de que não há nada no seu entorno que o faça latir.
  • Coisas quebradas dentro de casa quando ele está sozinho. Existem cães mais ativos, que, sobretudo quando são filhotes, costumam quebrar as coisas dentro de casa. Mas quando isso é feito de forma compulsiva, pode ser também um sinal de que ele sofre de ansiedade.
  • Excitação extrema com a sua chegada. É normal que um cão fique feliz quando você chega em casa, mas os saltos além da conta, fazer xixi em si mesmo, morder, gritar e outros gestos exagerados, podem significar que o cão está sofrendo de ansiedade de separação.
  • Janelas e portas destroçadas. Quando um cão que fica sozinho sofre de ansiedade de separação, é possível que ele comece a danificar as portas e as janelas, tentando buscar uma saída, pensando ou em procurar o dono ou em sair da situação desesperante em que se encontra.
  • Agressividade quando você sai. Se um cão não quer ficar sozinho, pode acontecer dele tentar impedir que você saia de casa de qualquer maneira, inclusive, mordendo ou grunhindo.

Como acalmar o cão que sofre de ansiedade de separação?

Se achamos que o nosso cão sofre de ansiedade de separação, devemos saber o que fazer para acalmá-lo. Estas são as 5 coisas que consideramos importantes, segundo adestradores profissionais de cães.
cao-passeando2

Leve o seu cão para passear

Se antes de sair de casa você levar o seu cão para passear, será possível ajudá-lo a se acalmar quando você tiver que sair. Mas por quê? Em primeiro lugar, porque o animal terá a satisfação de ter saído depois de alguns momentos com você. E, em segundo lugar, porque o cão irá se cansar (você poderá pôr no animalzinho uma mochila para animais para que ele se canse mais). Dessa forma, quando você chegar em casa, poderá oferecer-lhe água e comida, e provavelmente, ele irá querer dormir, ficando mais calmo na sua partida.

Quando você sair, não dê atenção a ele

Se você costuma fazer carinho ou mimos antes de sair, é provável que o cão lide de uma forma ainda pior com a sua partida. Por isso, simplesmente se despeça e saia de casa para não dar crédito para uma coisa que na verdade não tem importância. O cão também irá entender que se trata algo rotineiro e que acontece todos os dias. Ele não deve criar mais problemas.

Despeça-se antes

Muito antes de sair, fale com o seu cão, diga para ele que sentirá a sua falta e que o ama. O seu cão não ficará menos triste com isso, mas, pelo menos, você poderá ir mais tranquilo.

Não demonstre fraqueza

Se devido ao fato de você saber que o seu cão ficará triste, você se mostra indeciso e cabisbaixo, o animal assumirá o papel de líder. Lembre-se de que eles precisam ter um líder e quando não veem esse papel em você, acabam assumindo para si essa função.

Ensine-o de forma gradual

Sobretudo se ainda for um filhote, não deixe que ele fique sozinho no primeiro dia. Você pode ensiná-lo aos poucos. Primeiro, por 5 minutos, depois, por 20 minutos, e, após esse tempo, por 1 hora, até que chegue o momento em que você possa deixá-lo 8 horas sozinho sem nenhum problema.

É mais fácil se você ensinar o seu cão a assimilar as suas partidas desde que ele for um filhote. No entanto, se um cão adulto sofrer de ansiedade de separação, você também poderá ajudá-lo a superar esse problema. Anime-se!