Como acariciar um gato corretamente

No mundo animal, o contato físico é importante porque é através dele que diversas mensagens são enviadas, juntamente com os papéis atribuídos e as posições hierárquicas. Para os animais de estimação, o contato físico torna-se o elemento que lhes permite criar um vínculo com seus donos. Aqui estão algumas dicas sobre como acariciar um gato corretamente.

Os gatos são extremamente sensíveis às carícias, além de terem o sentido do tato altamente desenvolvido, acariciá-los os ajuda sentirem-se calmos e é particularmente importante para aliviar o estresse.

Isso também mostra que o seu gato tem confiança em você; caso contrário, você não iria chegar nem perto dele.

Além disso, há evidências de que, para os seres humanos, acariciar um animal ou ter contato emocional com eles, é terapêutico, ajudando a acalmar a ansiedade e a abaixar a pressão arterial.

No entanto, vale a pena dizer que nem todas as áreas são adequadas para se acariciar um gato, assim como nem todos os momentos são propícios para isso.

Como dissemos no início, os gatos têm um sentido de tato altamente desenvolvido e, portanto, há certas carícias que podem causar dor a eles, dependendo da parte do corpo. Nós lhe informaremos aqui:

Áreas para se acariciar um gato

Cabeça: Alguns gatos gostam que lhes acariciem a cabeça, mas você deve ter cuidado para não puxar os bigodes.

Pescoço e coluna vertebral: Estas são as áreas onde eles mais gostam de serem acariciados. Você poderá acariciá-los com firmeza ou suavemente; eles sentem isso como uma massagem relaxante.

Patas e cauda: Deve-se ter cuidado com a cauda, porque ela é uma extensão da coluna. Os gatos são um pouco chatos quanto às patas, possivelmente, ele permitirá que você acaricie as coxas, mas, quando você chegar nas almofadinhas das patas, as chances do gato se afastar são grandes.

Ventre: A barriga é uma área muito sensível, não só porque é uma das áreas mais sensíveis de seu corpo, mas porque para ficar nesta posição (de bruços), ele fica completamente exposto, por isso é difícil que ele venha a se manter por um longo período nesta posição.

Com poucas exceções, o gato irá morder suas mãos enquanto você acaricia a barriga dele, ou porque começou a doer ou porque ele se sente vulnerável.

O momento certo para acariciar um gato

Quando acariciar um gato?

Os gatos são predadores muito dominantes, portanto eles não apreciam ser tocados todo o tempo. Tenha em mente que os gatos tendem a ocupar papéis de dominação, portanto, é melhor acariciá-los quando eles te procuram.

Há momentos em que não é bom acaricia-los, por exemplo, quando eles estão comendo ou se limpando. Como não se pode prever um ataque, ao se alimentar, um animal devidamente socializado não reagirá mal a sua presença, porém é melhor respeitar este momento.

Também é desaconselhável acariciá-lo, se ele apresentar sinais de agressividade, estiver tenso ou quer sair de perto de você. Não é aconselhável acariciá-los contra os pelos, os gatos não gostam, mas poderão vir a se acostumar.

Quando os gatos querem mimos, demonstram de várias maneiras, por exemplo:

  • Eles se aproximam e ronronam. Os gatos ronronam por várias razões, apesar deste comportamento estar associado a sensações ou estados que os agradam.
  • Quando o gato se esfrega contra você, normalmente, ele está em seu estado de espírito de ser abraçado, mas não tenha dúvidas de que ele irá te morder assim que quiser que a sessão termine. Esta é a forma felina de se relacionar com os humanos.
  • Se o gato te der cabeçadas, ele está exigindo a sua atenção imediata, então, prepare-se para acariciá-lo, porque ele poderá reivindicar isto, inclusive a força.

Como acariciar um gato

Como acariciar um gato

Agora, para acariciar um gato, tenha em mente que, muitas vezes, isso poderá ser mais um incômodo do que uma experiência positiva; quando ele chegar perto, ele indicará o ponto onde deseja ser acariciado, sem dúvidas, este será também o momento perfeito para a troca de afagos.

Nós deixaremos você com estas dicas simples:

Estenda a sua mão e deixe o gato cheirá-la, para que você possa se aproximar dele, sem que ele seja pego de surpresa.

Você deverá acariciar a cabeça primeiro, suavemente.

No caso de o gato não fugir de você e, não mostrar sinais de hostilidade, você poderá estender a massagem para a parte traseira e para a cauda.