Como ajudar uma cadela a parir

parir

O milagre da vida, seja de um animal ou de uma pessoa, é algo belo de se presenciar. Quando além disso temos laços afetivos com a mamãe, a satisfação é ainda maior. Por isso, ver nossa cadela parir é um dos momentos mais bonitos que podemos presenciar.

Agora vamos dar alguns conselhos para que você não seja simplesmente um espectador, mas que também possa ajudá-la nesse momento tão especial e desfrutar junto de sua cadelinha o nascimento dos filhotes.

Como saber se uma cadela vai parir

As cadelas agem de forma muito diferente das pessoas durante o parto, por isso não espere algo ruidoso que te avise que os cachorrinhos estão para chegar.

Como sabemos que possivelmente você tem dúvidas sobre como saber se uma cadelinha vai dar à luz, falaremos sobre alguns sinais indicativos de que a cadela está a ponto de parir:

parir

  • Cavar o chão. Embora nem todas as cadelas ajam do mesmo modo, este é um comportamento virtualmente comum em quase todas, já que cavar a terra lhes permitirá ter um lugar quente e acolhedor onde colocar todos os seus filhotes sem o risco de que eles escapem.
  • A cadela expele leite pelas mamas. Quando uma cadela está a ponto de dar à luz, é muito comum que ela venha a expelir leite pelas mamas, nos indicando assim que ela está a ponto de parir.
  • Perda de apetite. No ponto próximo antes de parir, os filhotes estarão se movendo muito dentro da mãe e lhe causando náuseas, podendo fazer com que sua cadela perca o apetite.
  • Vômitos. Estes também pode ser gerados pelos movimentos dos filhotes. Não há nada para se preocupar quanto a isso, simplesmente deixe a cadelinha descansar e lhe faça carinho para que ela não se sinta sozinha.
  • Estará relaxada. Quando a cadela estiver a ponto de parir, ela deitará, estará muito tranquila e é possível que venha a ofegar, mas não muito profundamente. Ter água por perto é fundamental, pois a hidratação é um ponto chave neste momento tão importante.

Como você pode ajudar a sua cadela a parir

Quando você identificar todos os sinais que demonstram que sua cadelinha vai ter os filhotes, é hora de lhe dar uma mãozinha. Mas como fazer isso?

  • Prepare um lugar tranquilo para ela. Algumas semanas antes, prepare um lugar aconchegante e agradável, onde ela possa ficar tranquila. Caso você tenha outros animais de estimação em casa, tenha o cuidado de não permitir que eles venham a acessar esse local. Determine o lugar e quando você perceber os sinais que já mencionamos, ajude-a a chegar até ele.
  • Durante o parto você não deve intervir, a menos que seja necessário. A mãe expulsará os filhotes, você não deve se preocupar se eles saem de cauda ou de cabeça, ambas as posturas são normais. A mãe limpará a placenta e mastigará o cordão umbilical.

Quando sua ajuda é necessária

parir

  • Se por algum motivo a mãe não pôde romper o saquinho em que cada cachorrinho vem envolto, você deverá intervir para fazê-lo. Rompa-o suavemente e coloque o filhote novamente junto a sua mãe.
  • Outro momento em que você poderá ajudar é quando a mãe se dispõe a lamber a seus cachorrinhos para limpá-los da placenta. Você poderá colaborar se houver muitos filhotes, limpando-os com um paninho muito macio e um pouco úmido.
  • Os cães nascem a cada 30 minutos aproximadamente, mas se tiver passado esse tempo e não sair mais nenhum filhote, mas você está certo de que há mais cachorrinhos dentro dela, chame o veterinário. Se o contrário ocorrer, ou seja, depois de expulsar a todos os bichinhos a cadela continuar tendo contrações, também será necessária a presença de um veterinário.
  • Observe os cachorrinhos. Que um cachorrinho venha morrer poucos minutos ou poucas horas depois nascer é comum. A mamãe não pode fazer muito para ajudá-lo, mas você sim poderá ajudar. Se perceber que um dos bebês não respira, limpe a boca dele e esfregue seu corpo com suavidade para ver se é possível mantê-lo vivo. Se não for possível, tire-o da ninhada para que a mamãe não o coma e para que os outros cachorrinhos não se aproximem para cheirá-lo.

Quando tudo tiver terminado, preste atenção se a cadela não rejeita nenhum dos filhotes e alimenta a todos por igual. Continue oferecendo bons nutrientes à nova mamãe para que ela se mantenha forte e para que possa cuidar de seus bebês.