Como curar as feridas do nosso animal de estimação

Como curar as feridas

Saber como curar as feridas de nossos animais de estimação é importante, porque eles podem se ferir facilmente, seja por se esfregarem em alguns objetos ou pela mordida de algum outro animal. O conhecimento sobre como curar as feridas de nosso animal de estimação pode fazer com que tenhamos êxito ou, ao contrário, infectá-la e isso irá criar maiores complicações.

Mas há várias coisas que temos que levar em conta e alguns passos para seguir. Como em “Meus Animais” seu animal de estimação é importante para nós, vamos lhe falar mais sobre isso.

Passos a seguir para curar as feridas

Identificar a gravidade da ferida

Cachorro

Autor: LuAnn Snawder Photography

Não podemos decidir que antibiótico usar ou de que forma tratar uma ferida até que não saibamos o alcance e a gravidade dela.

Há feridas superficiais, mas que saltam à vista, e outras que podem parecer mais profundas. Um simples arranhão não será nada complicado de curar, mas se a ferida sangra em grandes quantidades, a primeira opção será utilizar uma gaze, como uma forma de fazer pressão, para ver se a hemorragia cessa. Caso não consiga cessar a hemorragia, o melhor é que você leve o seu animal de estimação de forma urgente ao veterinário.

Lembre-se que estes conselhos são para serem aplicados em casa, mas em assuntos mais graves você sempre deverá contar com a ajuda de um profissional.

Limpar a ferida

Este é o primeiro passo a seguir depois que você identificar a ferida em seu animal. Você deverá se certificar de que o que o seu animal tem, é realmente uma ferida causada por um arranhão ou uma mordida, e que não se trata de um parasita que está machucando uma parte do corpo de seu bichinho.

Outro ponto a se levar em conta é a personalidade do seu animal de estimação. Nem todos se deixam tocar e muito menos no lugar onde lhes dói. Embora você já saiba que não somos partidários das chamadas focinheiras, em uma ocasião como esta ela poderá ser muito útil.

Como limpar a ferida? O melhor modo seria cortando o pelo ao redor da ferida, isso permitirá que não haja obstáculos na visão da mesma e poderemos tratá-la com maior facilidade. Uma vez feito isto, a melhor maneira de limpar a ferida é com água e sabão. Escolha um sabão neutro para que ao animal reaja o mínimo possível ao ardor.

Desinfecção

Para desinfetar a ferida precisaremos de algum tipo de antisséptico. Se a ferida produzir inchaço, podemos aplicar gelo sobre ela para aliviar.

O antisséptico mais recomendado é o iodo, já que não arderá e será muito eficaz. Mas se você não o tiver em mãos em um momento de urgência, mas tem água oxigenada, você também poderá utilizá-la. Evite usar algodão já que ele desfia com facilidade. É melhor optar pelas gazes e inclusive um pano limpo se você não tiver outra coisa em casa.

Para curar as feridas, você também poderá optar por pomadas, sobretudo se forem queimaduras. Mas até sem não se tratar de uma queimadura, há pomadas antissépticas geniais que ajudarão a curar as feridas de seu animal de estimação.

Deixe-a receber ventilação

De maneira alguma mantenha uma ferida tampada. Não importa o tipo dela e nem em que lugar ela esteja. Se você o fizer, essa área irá “cozinhar” e não cicatrizará, proliferando as infecções com maior facilidade. Se o seu cão alcançar a área ferida com sua língua ou com alguma de suas patas, não sobrará outra opção a não ser lhe colocar um colar elizabetano para que ele não a alcance.

O que devo ter em casa para curar as feridas do meu animal de estimação?

Cachorro no veterinário

Como vimos, nunca é demais ter sempre em mãos um bom estojo de primeiros socorros com produtos especiais para o seu animal de estimação. Assim, se em algum momento você precisar, o seu nervosismo não irá piorar as coisas. E os artigos mais importantes são:

  • Tesouras;
  • Gazes;
  • Antissépticos líquidos ou em forma de pomada;
  • Pomada para queimaduras;
  • Focinheira;
  • Água oxigenada;
  • Pinças (se por acaso ele tiver algo sob sua pele).

Esperamos que você nunca precise destes conselhos, mas se por alguma razão você vier a precisar, lembre-se que em “Meus Animais” sempre lhe ajudaremos.