Como devemos agir com um gatinho recém chegado em casa?

Em outras oportunidades, já falamos da adoção dos gatos, principalmente das vantagens que existem em adotar um gato adulto. Mas também queremos falar de como devemos agir no caso de que tenhamos tomado a decisão de adotar um gatinho, nesse caso um recém-nascido.

Gostamos sempre de aconselhar que antes de adotar um animal, é preciso avaliar os prós e os contras, porque estamos falando de um ser vivo e não de um “brinquedo”.

E esse ser vivo vai precisar de toda a nossa atenção e nosso carinho. Então vamos dar a vocês alguns conselhos simples de como devemos agir com um gatinho recém chegado em nossa casa.

Com que idade podemos levar o gatinho para casa?

Quando decidimos adotar um filhote de gato, queremos levá-lo para casa o antes possível, mas isso não é o mais recomendável.

É conveniente que os gatinhos permaneçam com sua mamãe e irmãos, no mínimo até 12 semanas. Tenha em conta que a mãe é quem vai ensinar ele a ser gato, não nós.

Nas primeiras semanas é quando ele mais precisa de sua família felina, mas o gato, inclusive, pode mamar até as 10 semanas de vida. Se ele for separado antes das 12 semanas, isso pode gerar estresse no gato, problemas de comportamento e, até mesmo, doenças.

A chegada em casa

A chegada de um novo gatinho em casa

Logo quando a separação entre o gatinho e sua família felina for feita, ele vai se sentir desorientado, então os cuidados e a atitude dos membros do seu novo lar vão ser muito importantes.

Toda a família tem que ser consciente de que se trata de um filhote que é um bebê e que vai precisar de alguns cuidados básicos.

Você deve preparar a casa para a chegada do novo bebê ao lar. É muito importante que a temperatura seja ambiente, nem frio nem calor, mas principalmente que não esteja muito frio, já que pode causar uma hipotermia no filhote.

Você também deve lhe proporcionar uma caminha cômoda onde o gatinho possa descansar comodamente e que esteja colocada em um lugar onde não tenha correntes de ar e esteja quentinho.

Se o gatinho já está desmamado e não toma leite materno, é imprescindível colocar logo sua bandeja higiênica para que ele faça as suas necessidades.

Lembre-se de que o gatinho, além disso, vai precisar de carinho e cuidados básicos que você terá que proporcionar a ele. Você também deve mantê-lo limpo, já que sua mãe não está presente para fazê-lo, além de lhe proporcionar a alimentação correta e necessária para a sua idade.

Coisas que você vai precisar

Cuidados com um gato filhote

Assim que o gatinho chegar em casa, é preciso determinar um lugar onde colocar sua comida, água e o lugar onde ele vai fazer seus necessidades. É necessário  proporcionar a ele a bandeja higiênica com a areia necessária e trocá-la periodicamente.

É muito importante também um arranhador para as suas unhas, isso vai evitar que ele afie as mesmas em qualquer móvel ou objeto da casa. Compre algum brinquedo pra ele se divertir.

A saúde

Depois dos primeiros contatos com a casa e os membros da família, você deve levá-lo ao veterinário para uma revisão.

É preciso vigiar para que ele não tenha parasitas, tanto externos como internos, já que ele pode contaminar outros animais que você possa ter em casa e inclusive as crianças.

Também é importante revisar seus olhos e orelhas, para descartar que ele tenha ácaros. Se tiver alguma dúvida, é melhor consultar o seu veterinário, da mesma forma sobre a alimentação que a sua mascote deve seguir habitualmente.

As regras desde pequeno

Não cometa o equívoco de não ensinar ao seu gato o que está certo e o que não está, só porque ele um bebê. Depois vai ser mais difícil.

Você tem que deixar claro o que não se pode fazer, e se ele insistir, quando ele fizer alguma coisa errada, molhe-o levemente com água, assim vai ficar claro para ele que isso não se faz.

Não deixe que ele faça suas necessidades por aí, para isso ele tem sua bandeja higiênica. Também deve premiá-lo se fizer alguma coisa corretamente.

Uma questão muito importante na educação de um gato é a paciência, ele não vai obedecer desde o começo, mas vai acabar acatando as regras.

Não desista do gatinho se sua adaptação demorar um pouco, você vai ter que ter paciência e entender que ele foi separado da sua mãe e irmãos, está em um lugar estranho com gente que não conhece, portanto você tem que conquistar sua confiança e carinho.