Como ensinar o seu cão a usar coleira?

A coleira e a guia devem ser bem colocadas em nosso animal de estimação para evitar incômodos e desconforto na hora de levá-lo para um passeio. Uma vez que ele aprenda a usá-las, a guia e a coleira serão ferramentas de segurança. Nunca serão instrumentos de castigo e não deve utilizá-las para “corrigir” o mau comportamento.

Acostumá-lo à coleira

O primeiro passo é fazer o animal se adaptar ao uso da coleira. Ao introduzir esse novo elemento na vida de nosso filhote, é muito importante ter paciência, calma e confiar que seremos capazes de superar qualquer imprevisto ou momento de estresse que possa surgir.

A primeira coisa a fazer é deixar o seu peludo ver e cheirar a coleira que irá utilizar. Em seguida, iremos prender a coleira e distrairemos o animal brincando com ele, dando comida etc. Realizaremos esse processo de cinco a dez minutos por dia, aproximadamente, retirando a coleira em seguida. Após três dias, o animal já estará acostumado a ela.

Os cães aprendem muito rápido a usar esse acessório, ainda que alguns fiquem assustados quando colocamos algo em seus pescoços. Se o seu bicho de estimação agir assim, será necessário um pouco mais de tempo para que ele se acostume e mantenha a calma ao vestir a coleira.

cao_preto_perto_de_cerca

Assim como fizemos com a coleira, faremos com a correia. Permitiremos que o cão a veja, cheire e se familiarize com ela. Prenderemos a correia, mas deixaremos ela solta e brincaremos com o cão. Repetiremos esse exercício durante mais três dias. A correia deve ficar solta enquanto brincamos com o nosso cachorro, dessa forma ele não se dará conta de que, na verdade, estamos adestrando-o para que se acostume a ela.

A chave para o sucesso do processo é que a correia não fique muito justa. Se fizermos isso, o cão terá um comportamento defensivo e tentará escapar com puxões.

Coloque a coleira da forma adequada

Na hora de colocar a coleira em nosso animal, não a aperte demais. Um bom momento para fazer isso é quando o cão está ocupado com outra coisa, como comendo alguma coisa de que ele gosta. Dessa forma, ele irá relacionar a coleira a um momento agradável.

O passeio

Não existe uma forma ideal de fazer os cães aprenderem a andar com coleira, mas podemos experimentar técnicas diferentes para ensinar nosso peludo a andar sem puxá-la.

Se ao nos aproximarmos com a coleira em mãos o cão começa a latir, gemer, pular e correr, o melhor é esperar que ele fique completamente imóvel. Um bom truque é não fazer ou falar nada até que o animal fique calmo. Quando ele ficar quieto, poderemos prender a coleira.

Quando já estiverem na rua, cuidado com os puxões. Os cães podem ficar estressados com isso e puxar ainda mais forte. Também é importante andar mais rápido e correr durante o passeio para que eles prestem menos atenção à coleira. O ritmo acelerado será muito benéfico para a saúde de nosso mascote.

passeio

Oferecer alguma recompensa de que ele goste é bastante útil para que ele se acostume a usar a coleira. Pode ser uma guloseima, um brinquedo etc. Assim o animal irá associar o uso da correia e da coleira a um momento agradável.

Certifique-se de que a coleira não esteja nem muito solta e nem muito justa. O correto é que o espaço entre ela e o pescoço do animal seja suficiente para passar um dedo.

Se a coleira estiver muito solta, poderá ficar presa em algum lugar ou o animal poderá escapar com facilidade. Se estiver muito apertada, pode fazer o animal ter dificuldades para respirar e engolir.

O comprimento da coleira

O ideal é que a correia que usarmos durante os passeios não tenha mais do que dois metros de comprimento, sobretudo na hora de fazer os exercícios, para que o cão se acostume a ela. Se a correia for muito longa, o animal poderá correr e alcançar uma velocidade muito alta antes de que chegue ao final da corda, podendo causar um impacto muito forte sobre o seu pescoço, o que não é recomendável.