Como evitar que o seu gato suba na cama

Embora existam muitos donos que tolerem a presença de seus animais de estimação em locais como sofás, mesas e outros móveis, existem outras situações, de saúde por exemplo (alergias), que podem prejudicar a conveniência; ou ainda porque você simplesmente não gosta da presença deles nestes locais e prefere evitar. Então vamos dar algumas recomendações para evitar que o seu gato suba na cama.

Os gatos tendem a ser muito teimosos e são amplamente conhecidos por fazerem a somente a própria vontade.

No entanto, é um mito que os gatos não podem ser educados, o fato é que as pessoas não sabem que os gatos funcionam melhor com mel do que com fel.

Como fazer com que o gato fique na cama dele?

Os gatos não conseguem entender a punição, então repreendê-lo, assustá-lo ou bater nele, só irá aumentar a desconfiança de seu animal. A melhor coisa a fazer é ter paciência e utilizar o reforço positivo.

Em teoria, a questão é simples, o que você deve fazer é ensinar ao seu gato que a cama não é um espaço ideal para o sono dele.

No entanto, isto não é tão simples, a começar pelo fato de que dormir é a atividade favorita dos gatos e, mais ainda, dormir na cama, que é um lugar quente, confortável e acolchoado.

Nossa cama também está imbuída com nosso cheiro, por isso ela vai ser atraente para o gato, porque ele vai querer deixar claro o domínio dele através dos feromônio que eles têm disseminado por todo o corpo.

Como evitar que o gato durma na cama

Para fazer com que o seu gato fique na cama dele, e pare de se apropriar da sua, a melhor estratégia que você poderá utilizar, sem que ele desconfie, é quando você perceber que ele vai subir, ou já está dormindo nela, levante-o suavemente, leve-o para o lugar que você determinou para ele dormir, por exemplo a cama dele.

Outra forma de fazê-lo deixar sua cama é emitir qualquer tipo de ruído que ele não goste (mas não o assuste, lembre-se do que dissemos acima sobre punição) pelo tempo que o gato ficar na cama, por exemplo agitar uma lata com moedas seria uma boa escolha.

Algo muito importante que você deve se lembrar nesse método é que o seu gato não deve saber que você é quem faz o som, porque se ele souber, isso não vai mudar o comportamento dele, porque simplesmente ele irá subir na cama quando você não estiver.

Esse processo levará um longo tempo, então prepare a paciência e o bom senso.

Basicamente, a intenção destas estratégias é que seu gato não consiga encontrar um espaço tranquilo para descansar em sua cama, pois o barulho que você fizer o despertará, e quanto mais constantemente você fizer isto, mais rápido ele aprenderá.

O felino logo irá assimilar que a sua cama é um lugar onde ele não pode descansar em paz e vai diminuir a frequência em que irá tentar dormir sobre ela, até que, finalmente, ele irá parar completamente.

Quando ele se recusa a usar a cama dele

Camas para gatos

Em muitas ocasiões os gatos usam os nossos móveis para dormir, porque eles não gostam de usar suas próprias camas. Este fenômeno é muito comum e pode ser causado por diferentes fatores.

Para corrigir este problema, a primeira coisa que você deve fazer é determinar a fonte do incômodo.

Os gatos gostam de dormir em lugares frescos, e quando está frio, em locais quentes, assim a localização da cama dele será um fator importante e irá determinar a frequência com que seu gato a usará.

Você poderá mudá-la de acordo com a época, em geral, os gatos preferem os cantos, os lugares escuros e sem umidade, longe de correntes de vento e sol diretamente.

Eles também procuram superfícies acolchoadas. Se a cama de seu gato é muito dura ou áspera, ele não vai gostar. Já se a cama de gato é confortável, está bem localizada e mesmo assim ele não a usa, pode ser por causa dos feromônios.

Deixe peças de sua roupa na cama dele, você vai ver como ele começará a utilizá-la com maior frequência. Se você ver que ele prefere algum outro lugar onde você não se importa que ele utilize, mova a cama dele para lá.

Uma forma de encorajá-lo a continuar a usar a própria cama, e não a sua, é dar petiscos, mas lembre-se que você não deve deixá-los lá se ele não comer, pois eles podem ser uma fonte de bactérias. Também, você poderá recompensá-lo quando você o ver fazendo uso da cama.