Como fazer para o seu cão atender ao seu chamado

Você gostaria que o seu cachorro sempre atendesse quando você o chama ou que não fosse tão desobediente? Então, leia o seguinte artigo, onde contaremos a você alguns truques para que seu animal de estimação não se meta em encrenca, incomode as pessoas ou fique em perigo aos não ouvir seus chamados.

Como fazer com que seu cachorro sempre atenda ao seu chamado?

adestramento-canino-e1418698799238

Muitos donos de bichinhos afirmam que não sabem como fazer para que eles respondam a seu chamado, seja em casa, seja no parque ou no veterinário. Para poder conseguir este objetivo, primeiro devemos saber o que seria esse “chamado”. Basicamente é algo suficientemente divertido ou interessante para que seu animal de estimação deixe o que esteja fazendo e volte para o seu lado.

Vendo isso dessa maneira, parece um desafio interessante e nos faz pensar, por exemplo, que se chamamos o nosso cachorro aos gritos, com voz autoritária e demonstrando que ele fez algo de errado… Será quase impossível que ele obedeça a você e corra para o seu lado.

A mente do cachorro é muito simples. Funciona com ações e reações. Situação 1: “meu dono está me chamando irritado. Com certeza fiz algo errado. Melhor não ir”. Situação 2: “meu dono está me chamando com voz suave. Com certeza tem algo de bom para mim. Vou correndo.” É questão de lógica.

Faça com que o seu cachorro sempre atenda você

Com a ideia anterior, mais ou menos, você irá entendendo o que está bom e o que vai mal na sua tarefa de chamar o cachorro, e conseguirá que ele preste atenção em você. Já na categoria do que não fazer, encontramos estas atitudes ou hábitos:

  1. Chamar com tom enfurecido

Quem quereria deixar tudo o que está fazendo (sobretudo se se trata de algo divertido) para atender a um chamado se vão nos dar uma bronca? Imagine esta situação em seu trabalho. Você está entretido falando com seus colegas e o chefe chama você aos gritos para alertá-lo que se atrasou além da conta na entrega de uns relatórios. Você teria vontade de ir para o seu escritório? Pois, com o cachorro acontece o mesmo!

  1. Chamá-lo apenas para voltar para casa

Se você tira ele para passear pelo parque e deixa-o se relacionar livremente com outros cachorros (sem usar a coleira) com certeza não prestará atenção ao seu chamado, porque isso significa voltar à solidão dele e ao tédio do lar. Para evitar essa reação, você deverá chamá-lo várias vezes durante o passeio com o simples objetivo de saudá-lo, parabenizá-lo ou dar-lhe um brinquedo.

  1. Repetir a chamada várias vezes

Se você diz a ele “vem” ou o chama pelo nome, e, depois de dois segundos, o animal continua agindo da mesma forma, não volte a chamá-lo. Deixe que o cachorro analise essa palavra e a relacione com o fato de ir em sua direção. Com a prática, você não precisará esperá-lo tanto, nem repetir o chamado dezenas de vezes.

  1. Desafiá-lo por não atender ao primeiro chamado

Uma vez que o seu animal de estimação volte ao seu lado, você tem que parabenizá-lo. Ele não entende que demorou muito em prestar atenção ao chamado e relaciona o ato dele de responder ao chamado com um castigo. Então, na próxima vez, ele não virá!

Em seguida, veja as atitudes que você deveria ter com o seu cachorro para que ele preste atenção aos seus chamados:

  1. Ofereça-lhe algo em troca

Os animais de estimação “funcionam” muito bem no sistema de recompensas (e castigos, mas esse não é o caso). Portanto, toda vez que ele fizer algo corretamente, deverá receber um presente. Não tem que ser comida nem um brinquedo, mas sim pelo menos, um carinho, um mimo ou uma parabenização.

  1. Brincar de chamá-lo para que o seu cachorro sempre lhe atenda

brincadeira-para-os-caes-inteligentes

Que o ato do chamado não seja sempre uma questão de mando, também pode incluir-se nas brincadeiras.  Por exemplo, esconda-se atrás da árvore, um móvel ou o que for e diga o nome dele, para que ele procure você.

Inclusive, quando o animal está em perigo, não deve intuir que o estão desafiando, já que não obedecerá. Se, por exemplo, não queremos que ele atravesse a rua sem nossa permissão, você pode chamá-lo suavemente para que ele vá para junto de você e não se assuste (atravessando a rua de maneira perigosa).