Como fortalecer o vínculo com o seu gato

Nem sempre é fácil fortalecer o vínculo com seu gato e estreitar a relação com o bichano. Existem alguns passos que vão ajudar você a conseguir isso. Ao falar em felinos, pensamos apenas em “independência” e que gostam de fazer tudo sozinhos.

A solidão felina

Dizem que os gatos adoram ter o próprio espaço e tempo. Eles desfrutam de suas manias e interesses sozinhos e encontram entretenimento sem a ajuda de outros.

Uma vez domesticados e acostumados ao que nós humanos oferecemos a eles, muitas de suas necessidades básicas essenciais ficam dependentes diretamente de nossas ações, incluindo o tipo de relação que desenvolvemos.

Às vezes parece uma relação movida pelo interesse: solidão quando gostam e companhia quando querem. Contanto que não lhes falte nada. Em troca nos dão o prazer de sua presença, elegância, charme e toda a atmosfera mística que os rodeia.

dormir-com-o-gato

Respeite o seu espaço

Os bichanos querem ter o seu próprio espaço e locais seguros. Áreas tranquilas e sem interrupções; desde o primeiro dia de vida precisam de privacidade. Todos os especialistas concordam que os gatos necessitam de pelo menos dois lugares diferentes para poder descansar, buscar a solidão e explorar.

Entre os lugares que os gatos precisam está a caixa de areia. Se você possuir mais de um felino, lembre-se de que necessitará de uma caixa higiênica para cada animal. Existem modelos diferentes adaptados para o espaço que você dispõe em casa e para o gosto do felino.

O espaço onde fica o comedouro do gato, onde ele irá se alimentar e tomar água fresca, deve estar separado da caixa higiênica. O animal pode acabar rejeitando a comida se ela estiver próxima do lugar onde faz as necessidades.

Camas em alturas diferentes. É imprescindível dispor de uma cama a nível do solo, mas muitos gatos gostam de uma zona de descanso em uma altura mais elevada, onde possam controlar a porta de entrada da casa ou a rua, através de uma janela (contanto que ela esteja sempre fechada, claro).

Seu tempo e individualidade

Os gatos não costumam reagir bem a mudanças. Uma transferência de lugar, a ida a uma nova casa ou a presença de uma pessoa estranha podem representar um grande incômodo a eles. É necessário deixá-los absorver as coisas em seu próprio ritmo.

Também é preciso respeitar a personalidade do animal e a audição desenvolvida. Os felinos têm um mundo peculiar e um jeito de ser bastante definido. Uns amam passar o dia entre nossas pernas e outros que preferem ficar escondidos a maior parte do tempo. Não tente fazer com que o seu seja como você quer e deixe-o ser ele mesmo.

Entretanto, é muito importante e útil prestar muita atenção aos movimentos, linguagem corporal e motivações do gato. Existem momentos adequados para se aproximar dele e outros para deixá-lo em paz.

“Lendo” os movimentos do felino

A linguagem corporal é muito significativa. Cada gato é único e só os próprios donos para entendê-los por completo. Se o observamos sempre, com certeza iremos relacionar todas as suas atitudes a cada situação cotidiana.

Por exemplo, se os olhos do gato estão muito abertos, significa que está curioso com alguma coisa. Pode ser que ele também esteja muito contente ou, se as pupilas estão dilatadas, pode ser um sinal de que quer atacar.

Se o felino está deitado e alguém o acaricia e ele mantém os olhos fechados, é sinal de que está relaxado e se sente à vontade. É um gato muito carinhoso e sociável.

Por que miam?

Os pequenos felinos soltam miados em algumas ocasiões para se fazerem entender. Para fortalecer o vínculo com o seu gato, você deve compreender que o bichano é capaz de miar de diversas formas diferentes, tons, volumes, intensidades e duração.

Preste atenção a todas essas sutis diferenças para entender o que significam. Normalmente, se o miado é longo, significa que o animal está com fome. Se é curto, pode ser que esteja assustado. Se o som for forte, quer se defender de alguma ameaça.

A cauda do gato está mexendo?

Quando um felino move muito a cauda, está expressando um descontentamento. Quando o rabo está completamente duro e reto, mas com a ponta para o lado, significa que viu algo que o interessa. Se está totalmente reta, é sinal de felicidade. Se a cauda está abaixada, quase tocando o chão, indica uma atitude submissa, pode estar triste ou não se sente muito bem.

 

socializar com um gato

Outros gestos

Quando um gato se esfrega contra uma pessoa ou um objeto, está marcando território. Se ele o faz contra uma pessoa, mas utilizando a cara ou o focinho, demonstra que tem afeto por ela.

Também são indicativos do vínculo com o seu gato os bigodes. Quando ele está irritado, deixará os bigodes mais próximos da face e os manterá imóveis.

Quando as orelhas do animal estão retas e se movem de acordo com os sons, é sinal de que está alegre. Se estão viradas para trás, ele pode estar assustado em uma posição defensiva. Caso estejam retas e viradas para o lado, o bichano está se preparando para atacar.