Como manter meu cão saudável quando moro em uma cidade pequena ou vilarejo?

Cães em cidade pequena

Viver em uma cidade pequena ou vilarejo com seu animal de estimação, em um local isolado onde quase não existem centros veterinários, é uma situação que apresenta uma série de desvantagens relacionadas ao tema da saúde, já que neste contexto uma doença ou acidente grave sofrido pelo seu pequeno poderia ter um fim terrível.

Ainda que este panorama pareça ser extremamente delicado, a chave para que as coisas não se tornem mais graves é tomar sempre algumas ações preventivas, as quais irão ajudar tanto a você quanto ao seu animal de estimação a viver de forma mais agradável e sem inconvenientes.

Se você não sabe quais são estas ações para manter seu animal saudável em uma cidade pequena, a seguir apresentamos algumas das mais importantes delas.

Tenha sempre à mão um kit de primeiros socorros

cachorro e gato no veterinário

Embora isso seja algo que possa parecer óbvio, a verdade é que muitas pessoas costumam não dar atenção e não tem disponível um kit de primeiros socorros quando ocorre um acidente que precise do uso de algum remédio ou recurso médico, e por isso é imprescindível tê-lo sempre à disposição para resolver qualquer problema de saúde.

Para montar um kit de primeiros socorros específico para o seu animal de estimação, você deve visitar um veterinário para que ele explique tudo que estiver relacionado não apenas ao seu pequeno amigo, mas também ao entorno no qual ele vive, já que desta forma ele poderá recomendar os medicamentos correspondentes aos riscos que existem, além das doses que ele deverá consumir.

Existe uma série de recursos que devem estar sempre presentes. São os seguintes:

  • Clorexidina;
  • Água oxigenada;
  • Iodo;
  • Diferentes tipos de antibióticos;
  • Tabletes de carvão ativado;
  • Analgésicos;
  • Curativos;
  • Soro oral;
  • Diferentes tipos de anti-inflamatórios;
  • Gaze;
  • Remédios para combater a diarreia.

Ainda que você conte com este kit para poder tratar o seu animalzinho em caso de emergências, nunca é demais entrar em contato com o veterinário para que ele possa explicar o que fazer caso você não saiba.

Tenha cuidado com a Leishmaniose

Um dos maiores riscos que os animais sofrem quando estão localizados na zona rural é a presença de pulgas, carrapatos e mosquitos, os quais não apenas são incômodos, mas também bastante perigosos, já que eles podem contagiar a Leishmaniose, a qual é uma doença que pode ser letal. Para preveni-la, deixamos alguns conselhos que serão fundamentais:

  • Você deve instalar telas mosquiteiras impregnadas com inseticidas nas portas e janelas;
  • Evite que seu animal saia de noite, já que o mosquito que transmite esta doença costuma sair para picar no período noturno;
  • Se você tem um cão, pode vaciná-lo contra a Leishmaniose;
  • Coloque coleiras repelentes nos animais.

Se estão em um vilarejo ou zona rural, fique atento aos seus alimentos

Se você vive com o seu animal em uma região onde não há um centro veterinário próximo, é fundamental manter seus alimentos hermeticamente fechados em um local fresco, já que isso ajudará a prevenir que seja contaminado por fungos e bactérias, além de evitar a chegada de insetos que queiram comê-la.

Além disso, é de vital importância não deixar os alimentos expostos ao ambiente por mais de 45 minutos, principalmente se o clima local for quente, pois este tipo de clima faz com que a comida se decomponha em pouco tempo, o que favorece o surgimento de micro-organismos patogênicos que podem ser muito prejudiciais para a saúde do seu animal.

Em poucas palavras, neste tipo de local é imprescindível que seu pequeno amigo conte com uma alimentação adequada, já que ela o manterá saudável.

Fique atento ao seu estado físico e emocional

cães brincando

Como você pode imaginar, é muito importante estar atento ao estado de ânimo do seu animal de estimação, além de revisar uma ou duas vezes por semana a sua pelagem, já que desta maneira você poderá perceber se ele sofreu algum tipo de lesão ou infecção, algo que será fundamental detectar a tempo.

A importância do seu estado emocional reside no fato de que se o seu animal está triste e pouco animado, estes podem ser sinais de que ele está sofrendo com alguma doença, e por isso é importante identificá-la o antes possível para levá-lo ao veterinário.

Como você pode ver, manter seu animal saudável quando se vive em uma cidade pequena ou vilarejo onde não há atendimento veterinário não é tão complicado como pode parecer em um primeiro momento.